Home Blog 4 Ps do Marketing: como funciona o conceito do Mix de Marketing?

4 Ps do Marketing: como funciona o conceito do Mix de Marketing?

4 ps do marketing 3

Fazer um bom marketing, para empreendedores, significa contribuir para o crescimento do negócio. Por isso, qualquer empresário precisa entender o que significa os 4 Ps do Marketing.

Os 4 Ps do Marketing são os conceitos mais famosos e essenciais para quem busca entender bem sobre a comercialização.

Para que serve o marketing?

4 ps do marketing

O marketing é utilizado para aproveitar todas as possibilidades de divulgação e venda de produtos e serviços possíveis. E é justamente dentro desse processo que se dividem os 4 Ps do marketing. Conhecê-los é importante para o exercício do empreendedorismo!

O que são os 4 Ps do Marketing?

Também chamados de Mix de Marketing ou Composto de Marketing, esse conceito é utilizado para definir os pilares básicos do comércio:

  • Produto;
  • Preço;
  • Praça;
  • Promoção.

Quando gerenciadas da forma correta, essas áreas representam a força de crescimento do negócio.

Como funcionam os 4 Ps do Marketing?

Um negócio de sucesso é aquele que, além de uma boa estrutura, consegue vender bem.

No entanto, para conseguir uma boa quantidade de clientes (de qualidade) é preciso bastante dedicação.

Ao contrário do que a maioria pensa, não basta apenas oferecer um produto. É preciso, portanto, desenvolver o negócio a partir dos 4 pilares do marketing.

Por não dar a atenção correta a essas áreas, muitas empresas acabam ficando estagnadas ou até sendo ultrapassadas no mercado.

Temos como exemplo a grande popularização das açaíterias em todo o Brasil.

Há 3 anos, o açaí era consumido em polpa ou tradicionalmente de forma salgada no estado do Pará.

Hoje, ele se tornou a sobremesa de todos os brasileiros, sendo misturado aos mais diversos produtos. Essa mudança no mercado popularizou o produto, gerando bastante lucro para as açaíterias, com franquias até fora no Brasil.

Isso foi possível por conta das seguintes características:

  1.  Açaí + complementos – Produto;
  2. Valorização de um produto nacional – Preço;
  3. Franquias em pontos estratégicos (academias, praias etc) – Praça;
  4. “Comida saudável que seja saborosa” – Promoção.

Quais são os 4 Ps do Marketing?

Algo básico para os negócios de sucesso é o equilíbrio entre os 4 setores do marketing.

No entanto, para aplicá-los corretamente, é preciso entender a função de cada um.

Pilar 1: Produto

O produto se refere àquilo que a empresa vende, sendo a parte principal de um empreendimento.

É a partir do público-alvo que a empresa deve estabelecer o seu produto ou serviço oferecido.

Ou seja, antes de começar, é preciso definir as necessidades e desejos que serão atendidas. Além disso, quais as características que farão sua oferta se destacar em meio à concorrência no mercado.

Não se esqueça que cada produto se posiciona em um ciclo de vida diferente, que pode ser:

  • Introdução;
  • Crescimento;
  • Maturação;
  • Declínio.

Essas informações ajudam os empreendedores a entenderem o que é preciso ser desenvolvido ou melhorado em seus produtos.

Isso significa que, em cada uma das quatro fases, serão utilizadas diferentes estratégias na busca pelo posicionamento.

Por isso, sempre vale a pena se questionar quanto às necessidades do cliente para que elas sejam atendidas com qualidade.

Pilar 2: Preço

O preço representa o valor cobrado pela solução oferecida pela empresa. Ele é um ponto fundamental para a manutenção do negócio no mercado.

O desafio nessa fase é encontrar um preço que não seja tão baixo ao ponto de desvalorizar o produto e a empresa.

No entanto, o valor também não pode ultrapassar o poder de compra do público-alvo.

Dessa forma, o preço justo deve ser aquele que, além de viável para o caixa da empresa, seja baseado na percepção da marca pelos clientes.

Isso significa que, por conta da valiosidade de algumas marcas, o cliente está disposto a pagar muito mais do que o produto vale.

Temos como exemplo as grifes, que, além do produto, vendem sua imagem e o status relacionado à elas.

Pilar 3: Praça

Essa é a fase em que é decidido o local de atuação da empresa, podendo ser digital ou físico. Ele precisa ser baseado na localização do potencial cliente da empresa.

Um erro comum ao se pensar em um negócio online é achar que não é preciso focar em nenhum público específico.

No entanto, em meio a diversos nichos de mercado, pode ser bastante vantajoso pensar em um local específico, como por exemplo:

O mesmo vale para os estabelecimentos físicos.

Como no exemplo citado anteriormente, as açaiterias promoveram o conceito de alimentação saudável, gostosa e refrescante.

No entanto, isso não valeria de nada se o produto fosse oferecido para o público errado.

Nesse caso, as lojas foram posicionadas próximas à praias, academias e universidades, alcançando o público jovem.

Lembrando que limitar demais a localização pode diminuir o potencial da empresa, assim como expandir além do ponto prejudicaria a logística.

Pilar 4: Promoção

Após finalizar as etapas anteriores, é necessário determinar como o cliente conhecerá sua oferta.

Isso envolve os canais utilizados para a divulgação e a mensagem a ser transmitida para os consumidores.

Muitas empresas conseguiram se tornar líderes do mercado, auxiliando a boa qualidade de produtos e serviços com a promoção.

Temos como exemplo a Netflix e o Ifood, com propagandas criativas e altamente memoráveis.

O foco da promoção da marca precisa ser em seu diferencial competitivo e nas preferências do seu público-alvo.

Entre algumas estratégias de marketing para empresas, estão:

  • SEO;
  • Redes sociais;
  • Canais no Youtube;
  • E-mail marketing;
  • Remarketing;
  • Comerciais de TV.

No caso das características do mercado, é de opção de cada empresa segui-las ou não.

Isso porque muitas conseguiram destaque justamente por sair do padrão esperado pela maioria.

Por que o Mix de Marketing é tão importante?

Apesar de serem bastante óbvios, os 4 Ps do marketing são bastante mal utilizados pela maioria das empresas.

Justamente por conta disso, são poucas as que conseguem uma real valorização dentro do mercado.

Quando existe um bom equilíbrio de dedicação entre todos os pilares, fica muito mais fácil desenvolver os diferenciais e vantagens da empresa.

São eles que fazem um cliente ter preferências entre marcas que oferecem os mesmos produtos.

Por isso, vale a pena utilizar os 4 Ps do Marketing na potencialização da capacidade de uma empresa. Para mais conteúdos acompanhe a nossa carta do fundador, com insights valiosos todos os dias!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *