Home Blog Regra 50-30-20: organize sua vida financeira com esse simples método

Regra 50-30-20: organize sua vida financeira com esse simples método

50 30 20 2

Organizar a vida financeira é uma ótima forma de poder começara investir ou até mesmo criar um fundo de reserva emergencial. Por isso, algumas pessoas utilizam o 50-30-20.

O método 50-30-20 funciona como uma compartimentalização dos ganhos mensais em concordância com as necessidades de um indivíduo.

Então, o 50-30-20 é uma metodologia que busca uma organização financeira orientada pelo direcionamento da renda líquida em um mês.

Dessa forma, é possível priorizar e saber quais os gastos são efetivos ou supérfluos e salvar uma parte para investimento ou criação de um fundo.

Aprender a poupar é um dos passos mais importantes para uma educação financeira.

A regra 50-30-20: um método de organização financeira

A regra 50-30-20 não é algo inflexível, ela varia seu percentual para cada caso e pessoa. Mas, em essência, ela consiste no dividir renda percentualmente para poder atingir um melhor aproveitamento do dinheiro.

O método de organização financeira 50-30-20, é apenas uma maneira de organizar orçamento financeiro.

Mas existem diversas formas de dividir orçamento e ainda assim, conseguir aproveitar as necessidades, desejos pessoais e poupança.

Entretanto, a divisão de renda pode ser uma tarefa complexa devido a listagem das prioridades, por isso para organizar a vida financeira:

  • Os 50% da renda líquida mensal (ou seja, total ganho em um mês): poderá ser direcionado para os gastos que são considerados essenciais. Por exemplo, alimentação, aluguel, telefone, internet, plano de saúde e transporte;
  • Entre os 30% da renda mensal: destinado para gastos considerados supérfluos. Dessa forma, não é preciso se privar de pequenos prazeres. Por exemplo: sair para jantar, fazer uma compra fora dos essenciais, lazer, viagem, cinema e afins;
  • Já os 20% restantes da renda total: utilizar como seguro. Assim, será possível criar um fundo de reserva emergencial, estar assegurado em caso de uma eventualidade, pagar uma previdência privada ou social e até mesmo fazer investimentos.

Portanto, com o método 50-30-20 é possível, de forma simplificada, organizar entre essas três categorias todos os gastos mensais.

Assim, conseguindo um melhor aproveitamento do rendimento mensal.

Para fins ilustrativos, o exemplo a seguir atuará como simulação de um orçamento real, um jovem adulto que vai morar sozinho:

  • 50%: conta de luz, água, internet e telefone, aluguel ou prestação de um financiamento de imóvel e utilização de transporte coletivo;
  • 30%: assinatura de aplicativo de música, utilização de corridas por aplicativos de mobilidade urbana, pedir delivery de comida, sair para lazer (cinema e outros);
  • 20%: possível aplicação ou investimento de acordo com o perfil e necessidade, realizar um fundo emergencial e guardar para eventualidades, deixar o dinheiro aplicado em uma poupança que tenha um rendimento razoável etc.

Organizar o orçamento significa dizer que poderá aproveitar melhor o dinheiro ganho e condicionar a forma de gastá-lo.

Com o 50-30-20, é possível não somente organizar de maneira simples e dividir a renda, como também, saber quais os itens que estão pensando no seu bolso.

Existe um quantitativo de pessoas que estão em situação de endividamento por, justamente, apresentarem uma má gestão financeira.

A mudança de prioridades pode ser uma forma de iniciar o processo de sair do endividamento e a fórmula 50-30-20, ela ajuda a enxergar onde poderá poupar ao invés de apenas economizar.

Apesar de parecer ser sinônimos, poupar e economizar são dois conceitos diferentes. Poupar está ligado a reter um gasto que pode ser evitado. Já economizar, nesse contexto, significa gastar menos e manter um custo benefício melhor.

Por isso, utilizar o 50-30-20, pode ser uma boa ferramenta para iniciar a organização financeira. Mas vale lembrar que ele não é um modelo rígido, cada pessoa poderá personalizá-lo de acordo com a sua realidade. Mais conteúdos como esse? Inscreva-se no nosso Whatsapp.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

2 Respostas para “Regra 50-30-20: organize sua vida financeira com esse simples método”

  1. Gelmar Gomes

    Muito bom o artigo, parabéns! Gosto muito da Regra 50/30/20 porque ela serve de parâmetro para começar a fazer um controle financeiro bacana, principalmente para quem não sabe por onde começar. Além disso, facilita a análise de onde começar a cortar.

    • Arthur Dantas Lemos

      Verdade Gelmar, essa é uma aplicação bem prática que pode te ajudar a criar um hábito. O nosso lado emocional, por vezes, tende a não colaborar muito com o lado financeiro. Por isso, é crucial manter um bom planejamento.
      Em alguns casos, a regra é uma boa maneira de começar!

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *