Como abrir empresas? Aprenda em poucos passos

abrir empresa

Ter uma ideia de negócio é apenas um dos primeiros passos no processo de abrir empresas e empreender.

Muitos empreendedores, no processo de formalizar e abrir empresas, acabam não sabendo como proceder ou deixam de levar em consideração algum ponto legal importante.

Abrir empresas, no ponto de vista legal, também pode ser considerado como o processo de registrar empresas, tornando a sua atividade regulamentada e atendendo a todas questões judiciais.

Isso porque muitos negócios iniciam suas atividades ainda na informalidade, quando não são reconhecidos pelo estado e outros órgãos importantes como uma empresa de fato.

Por isso, para quem quer registrar a empresa e ter a atividade finalmente regulamentada para que a empresa possa expandir sem gerar nenhum problema legal, é necessário conhecer o passo a passo para abrir uma empresa.

Passo a passo para abrir empresas

O processo de abrir a empresa envolve várias etapas burocráticas. Caso o empreendedor não registre a empresa da forma ideal, poderá ter problemas futuros com o governo, fisco e outros órgãos reguladores.

Por isso, se você está buscando abrir um negócio, conheça o passo a passo para abrir empresas.

Desenvolver o contrato social

O contrato social é o primeiro passo para abrir uma empresa.

Isto porque, neste passo, as questões relativas ao contrato social podem ser discutidas internamente entre os participantes e proprietários do negócio.

No contrato social de uma empresa, deverá constar:

  • Razão social;
  • Atuação do negócio;
  • Setor de atuação;
  • Endereço físico;
  • Capital inicial;
  • Número de sócios e informações pessoais.

Resumindo, este contrato será o principal documento inicial do negócio e poderá representar a “fundação” da empresa.

Definir regime tributário antes de abrir empresas

Nesta etapa, assim como em praticamente todo processo de abrir ou manter um negócio, será necessário o auxílio de um contador.

Para definir o regime tributário da sua empresa será necessário levar em consideração o setor de atuação e a projeção de crescimento.

As opções disponíveis para o regime de tributação poderão variar de acordo com o enquadramento da empresa.

  • Simples nacional;
  • Lucro presumido;
  • Lucro real;
  • MEI.

Definir o nome da empresa

Após fechar o contrato social, saber o enquadramento inicial do negócio e o regime de tributação, é necessário formalizar o nome fantasia da empresa.

O indicado é que o empreendedor busque as opções de nome no site oficial do INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

Assim, será possível evitar a escolha de nomes que já estão sendo utilizados por outros negócios.

Este passo não é necessariamente obrigatório. Entretanto, conforme a sua empresa cresça, será interessante proteger sua marca através do registro oficial.

Seguir os processos na junta comercial

Será necessário arquivar o contrato social da empresa na junta comercial ou cartório de registro de pessoas jurídicas do seu município.

Para isso, serão necessários os seguintes documentos:

  • Contrato Social;
  • Cópias autenticadas do RG e CPF dos sócios;
  • Requerimento padrão da junta comercial;
  • Ficha de cadastro nacional;
  • Pagamento de todas taxas do processo.

Se a junta comercial aprovar a documentação, será possível receber o NIRE (Número de identificação de registro de empresa).

abrir empresa

Obter CNPJ para abrir empresas

Todo processo para obter o CNPJ poderá ser feito no site oficial da Receita Federal, sendo apenas necessário o porte de alguns documentos apontados no site.

Após obter o CNPJ, a empresa poderá emitir notas fiscais, pedir empréstimos (PJ) às instituições financeiras, emitir cartão CNPJ, contratar funcionários, entre outras funções que só empresas regulamentadas podem exercer legalmente.

Procedimentos finais e complementares para abrir empresas

Dependendo do modelo de negócio, serão necessários alguns procedimentos “extras” para que as atividades possam ser exercidas regulamente.

Por exemplo, para prestadores de serviços será necessário o alvará de funcionamento. Para conseguir o alvará, será necessário apresentar os seguintes documentos para a prefeitura do município.

  • Formulário da prefeitura devidamente assinado;
  • Consulta de endereço;
  • CNPJ;
  • Contrato social;
  • Laudos de órgãos de vistoria.

A depender da área de atuação, serão necessários alguns laudos técnicos de vistorias para que a empresa possa ser finalmente aberta.

Por fim, seguindo esses simples passos, será possível abrir empresas, dedicar mais tempo para o negócio e menos com a confusão burocrática. Mais conteúdos de empreendedorismo? Acompanhe a Carta do Fundador.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos