Home Blog Por que ocorre a alta no dólar e como isso afeta os brasileiros?

Por que ocorre a alta no dólar e como isso afeta os brasileiros?

alta no dolar

Pode não parecer, mas mesmo quem nunca foi para o exterior ou não compra nada importado é impactado diretamente e diariamente com a alta do dólar.

A alta no dólar no contexto brasileiro funciona como uma desequalização do equilíbrio cambial. Nesse momento, por exemplo, o valor sobre diversos produtos básicos que importamos de fora aumenta. Consequentemente, acaba ocorrendo uma inflação em escala sobre toda a produção, além de outros impactos na economia.

Portanto, alta no dólar é uma elevação no valor mercadológico do dólar americano. Com isso, algumas moedas são desvalorizadas, como o real brasileiro e produtos que se baseiam na cotação do dólar tem uma valorização substancial.

Quais as consequências da alta do dólar?

Entre as consequências da alta do dólar, é a principal é o aumento da inflação em países que dependem da importação de insumos e matérias primas estrangeiras, como o Brasil.

Além disso, outras consequências da alta do dólar são:

  • O salário dos brasileiros não apresenta variações diárias e muito menos mensais. Por isso, com a alta do dólar, se torna bem mais caro consumir algo em dólar e comprar a moeda nas casas de câmbio;
  • Outra questão é a influência do dólar no preço das passagens áreas, devido a cotação delas que são em dólares. Sendo assim, há um aumento substancial no valor das passagens e, com isso, é mais comum viagens nacionais.
  • Peças importadas têm aumento em seus valores, e isso impacta até mesmo as produções nacionais, uma vez que eventualmente os produtores nacionais irão buscar igualar o valor com os produtos do exterior para não obter desvantagens.
  • A depender do valor de cotação do dólar, é possível um incremento da inflação nacional, uma vez que o Banco Central (Bacen) tentará controlar o preço do dólar comprando-o e assim, pulverizando mais dinheiro brasileiro no mercado.
  • Além disso, com o dólar em alta, acontece o aumento no custo de produtos importados e, consequentemente, encarecimento das despesas nos lugares em que a moeda principal é o dólar.

Por que o dólar sobe e a desvalorização do real acontece?

Mas por que existe uma desvalorização do real? Inicialmente o valor do real está atrelado ao regime de câmbio flutuante que é determinado pelo mercado devido oferta e demanda.

O regime de câmbio flutuante é caracterizado pelo não controle do mercado de câmbio.

Nesse caso, o próprio regime define que o mercado é livre para estabelecer as taxas de câmbio entre moedas, por isso, há uma variação constante na cotação do dólar.

Momentos de inflação no Brasil, são sinônimos de muito dinheiro nacional circulando no mercado, com alta oferta existe uma baixa demanda e subsequente baixa valorização.

Em essência, algumas questões são mais proeminentes quando o assunto é por que o dólar sobe.  Entre elas:

  • Mesmo com todo avanço transacional, ainda existe pouco crédito internacional disponível. Isso é derivado de uma certa resistência de instituições estrangeiras e bancos em conceder esse crédito, principalmente, se a moeda nacional estiver em desvalorização ou inflacionada;
  • Investidores buscam ativos mais sólidos e que apresentem menos riscos. Por isso, é comum investidores buscarem títulos de tesouro americano. Essa compra e procura aumentam a demanda de dólar, pois só é possível comprá-los com a moeda americana.
  • O BACEN pode ser responsável por uma valorização do dólar quando necessário. No contexto brasileiro, O Banco Central poderá realizar a venda dos dólares guardados e controlar o aumento do dólar através da alta de oferta do mesmo.

Entretanto, a venda de dólares pelo Bacen é uma manobra rara e geralmente ocorre o inverso, a compra de dólares.

Essa compra interfere diretamente na inflação nacional devido a alta oferta de reais. Por isso, é comum que o BACEN venda títulos para retomar o dinheiro circulado.

Por isso, para a educação financeira, é essencial entender as motivações e consequências da alta no dólar.

Portanto, a alta no dólar representa algumas vantagens e desvantagens a depender do público e intenção. O melhor momento para comprar dólares depende da intenção e do que fará com a moeda. Por isso, é importante planejar e se adiantar de acordo com o mercado e vontades. Mais conteúdo? Inscreva-se no nosso Whatsapp.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *