Análise Financeira: o que é, como fazer e qual sua importância?

analise financeira 1

Fazer uma Análise Financeira dentro de uma empresa é algo essencial para sua manutenção ao longo do tempo.

A Análise Financeira é um processo útil para alavancar a empresa e atrair mais clientes e investidores.

O que é a análise financeira?

Também chamada de Análise de Resultados ou Análise Econômica, a Análise Financeira é o estudo da capacidade de geração de lucro de uma empresa.

Com ela, é possível medir seu desenvolvimento e avaliar a situação financeira do negócio. Assim, possibilitando um melhor uso de recursos.

A Análise Financeira é feita a partir de indicadores que ajudam na análise do real desempenho do empreendimento.

Dessa forma, contribuindo para a tomada de decisões no curto, médio e longo prazo.

Como alcançar o equilíbrio financeiro?

mao de homem com malculadora

Um bom gestor deve estar sempre buscando as melhores estratégias para utilizar os recursos da empresa.

Para isso, é importante fazer um estudo sobre a viabilidade do negócio, através da análise da estabilidade e lucratividade dentro das seguintes áreas:

Custo fixo

Os custos fixos são aqueles relacionados a manutenção e existência da empresa, que não se alteram com o aumento ou diminuição da produção, como:

  • Segurança;
  • Aluguel de Equipamentos;
  • Pagamento de Salários;
  • Limpeza.

O acompanhamento desses custos deve ser regular, assim como as ações para reduzi-los.

Custo variável

Os custos variáveis são aqueles que se alteram de acordo com o volume de produção e de vendas em um determinado período, o que influencia no preço dos produtos.

Entre os principais, estão:

  • Compra de matérias-primas;
  • Pagamento de comissões;
  • Insumos.

Em geral, é mais vantajoso para as empresas possuírem gastos variáveis, que podem ser reduzidos de acordo com os objetivos do negócio.

Lucro Operacional

O lucro operacional representa o resultado final após a dedução dos custos fixos e variáveis no período.

Margem de contribuição

A margem de contribuição é a quantia de dinheiro que sobra da Receita obtida após a retirada de todos os custos e despesas variáveis.

Ela auxilia na análise do ponto de equilíbrio da empresa e de sua lucratividade, pois quanto maior, melhor será a saúde da empresa.

Preço de Vendas

Avaliar o preço dos seus produtos e serviços deve ser uma prioridade para um bom equilíbrio financeiro.

Para isso, é preciso levar em conta fatores de competitividade, visão do consumidor, lucratividade e demanda de clientes.

Faturamento

Observar o faturamento periódico possibilita monitorar seu volume de vendas, além de conhecer a demanda pelos produtos e serviços ao longo dos meses.

Crescimento

O fator crescimento representa o a evolução patrimonial da empresa, demonstrada através da análise de patrimônio líquido, do volume de faturamento e da estrutura do negócio.

Fluxo de Caixa

O Demonstrativo de Fluxo de Caixa, também chamado de DFC, é o controle de entradas e saídas durante determinado período, mostrando o resultado dessa movimentação.

Ele serve para melhorar o controle do fluxo de caixa e auxiliar na tomada de decisões bem fundamentadas financeiramente relacionadas à empresa.

Isso porque ajuda a entender e analisar a capacidade de uma empresa de gerar caixa e equivalente em um determinado período por meio de seus pagamentos e recebimentos em dinheiro.

Como fazer a Análise Financeira?

Dentro da Análise Financeira, existem pontos fundamentais a serem utilizados, chamados de indicadores.

São eles que demonstram, em números e dados concretos, o estado financeiro do empreendimento.

Inclusive, é através desses indicadores que são conhecidas comparações do desempenho durante determinados períodos de tempo, que contribui para a análise do resultado de decisões anteriores.

Com essas informações, fica possível fazer ajustes, cortes e até investimentos necessários, a fim de prolongar a vida da empresa.

Índice de Endividamento

Serve para avaliar o volume de débitos com o capital da empresa, informando quanto das movimentações da empresa deriva de capital próprio ou de terceiros.

Índice de Rentabilidade e Lucratividade

Demonstra a relação do lucro operacional com as vendas da empresa, a partir de medidas quantitativas.

Nele, são relacionadas variáveis das demonstrações contáveis, como o Balanço Patrimonial.

Além disso, é possível conhecer a capacidade de analisar o lucro líquido de um negócio.

Índice de Liquidez

Faz a avaliação do período em que a empresa consegue se manter, ou seja, assumir suas obrigações financeiras.

Por conta disso, é extremamente importante dentro da Análise Financeira.

Suas informações para cálculo são retiradas do Balanço Patrimonial, que costuma ser atualizado com frequência.

Índice de Prazo Médio de Pagamento e Recebimento

O Índice de Prazo Médio de Pagamento avalia o número médio de dias que a empresa demora para cumprir com suas obrigações financeiras com fornecedores.

Já o Índice de Prazo Médio de Recebimento determina o período, em dias, que a empresa leva para receber o valor da venda de seus produtos e/ou serviços.

Qual a importância da Análise Financeira?

Muitas empresas acabam quebrando por não conseguirem detectar problemas internos, muitas vezes relacionados às finanças do negócio.

Essas situações acabam provocando a queda do rendimento e, consequentemente, de geração de lucro da empresa.

Assim, prejudicando seu fluxo de caixa e diminuindo cada vez mais o capital de giro.

Para evitar isso, a análise financeira é uma excelente alternativa, possibilitando uma gestão eficaz e a manutenção de um negócio lucrativo.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos