Home Blog Descubra como a ansiedade pode estar afetando a sua vida financeira

Descubra como a ansiedade pode estar afetando a sua vida financeira

ansiedade 1

Existem muitos fatores que podem prejudicar a saúde econômica de uma pessoa, um deles é a ansiedade. Descobrir quais são os aspectos pessoais que podem estar fragilizando a vida financeira é essencial para melhorá-la.

Mesmo sendo constantemente associada ao impulso de compras, a ansiedade na maioria dos casos, não é tão levada à sério. O grau de impacto que pode afetar os recursos financeiros disponíveis para suprir as necessidades básicas e manter a qualidade de vida.

A ansiedade é uma das emoções que o ser humano pode expressar. E não é de todo negativa. Por exemplo, é comum ter ansiedade antes de realizar uma viagem que foi há algum tempo planejada e esperada.

O que significa ansiedade financeira?

ansiedade

A ansiedade é uma resposta emocional de algo que se espera positivamente ou algo que se teme. Por isso, precisa ser analisada para que não se torne um problema de saúde em casos excessivos.

Essa crise pode começar de diversos pontos. Desde espelhamento de pessoas próximas, quanto em experiências passadas. Ter desânimo por falta de dinheiro também pode ser um dos sintomas desse distúrbio emocional.

Antes de tratar a ansiedade, é preciso entender primeiro quais são as suas razões. Algumas vezes, não está relacionada diretamente com os recursos financeiros disponíveis. Mas pode ser “descontada” em compras, por exemplo. Causando assim, efetivos problemas financeiros.

Falta de dinheiro causa depressão?

Existe uma série de doenças causadas pela falta de dinheiro. Especialistas apontam que a falta de dinheiro pode levar à depressão ou agravar um quadro já existente. Por isso, é um tema que merece atenção redobrada.

Para evitar as consequências da falta de dinheiro é essencial se prevenir. Ou seja, desenvolver atitudes que são financeiramente inteligentes. Para evitar, por exemplo, a falta de dinheiro no casamento, que pelo alto nível de estresse pode acarretar em um divórcio.

Uma das primeiras atitudes a se tomar para construir uma educação financeira, é identificar quais são os momentos em que há um “pico de consumo”. Isto é, em quais momentos existe uma série de compras que são causadas pela ansiedade.

Uma pessoa que tem problemas recorrentes no ambiente de trabalho, pode acabar realizando compras de forma irresponsável sempre que tiver alguma adversidade no ambiente. Levando assim, na aquisição de dívidas e geração de uma bola de neve.

Falta de dinheiro: o que fazer?

Algumas pessoas conseguem lidar com a ansiedade fazendo uma autoanálise e identificando os momentos de aumento nas emoções. Assim, evitando ao máximo estar em situações críticas.

No entanto, para outras pessoas pode ser necessário o acompanhamento profissional para encontrar recursos para lidar com a ansiedade. Se for identificado que a crise de ansiedade se dá pela falta de dinheiro, existem algumas atitudes que podem aliviar esses sintomas:

Tomando atitudes mais inteligentes com relação ao dinheiro, é possível diminuir o nível de ansiedade e melhorar a qualidade de vida de forma considerável. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *