O que é automação comercial? Como otimizar o processo de vendas?

alta performance em vendas

A automação comercial vem possibilitando os negócios a aumentarem suas capacidades produtivas substituindo trabalhos manuais por processos automáticos.

Portanto, além de tornar o processo produtivo mais eficiente, a automação comercial pode ajudar a empresa a atingir uma padronização, evitando falhas durante a produção dos seus produtos ou execução dos seus serviços no empreendedorismo.

O que é a automação comercial?

A automação comercial é a substituição de atividades manuais por softwares e tecnologias de automação, alcançando maior eficiência na produção e na coleta e análise de dados, tornando mais fácil ainda a otimização dos processos do negócio.

O software de automação comercial é essencial para que este processo ocorra, já que, graças a sua tecnologia, facilita a execução de diversas atividades indispensáveis para o negócio.

Quais processos são otimizados pela automação comercial?

Ao integrar processos comerciais, o processo de automação comercial possibilita mudanças significativas em diversos setores do negócios, como:

  • Controle de estoque;
  • Vendas;
  • Coleta e análise de dados.

Controle de estoque

Para empresas que trabalham com venda de produtos em escala, ter controle sobre as entradas, saídas e devoluções é extremamente importante.

Principalmente para empresas com alta rotatividade de estoque, realizar o controle de estoque manualmente é praticamente impossível.

Por isso, contar com um sistema comercial automatizado torna a atividade de controle muito mais eficiente, evitando erros que podem ser prejudiciais, além de atualizar as informações quase que instantaneamente.

Vendas

Para se manter competitivo no mercado atual, a automação de vendas é essencial para qualquer negócio, especialmente aqueles que trabalham com produtos que devem ser vendido em larga escala.

No setor de vendas, quanto mais eficiente e fácil for o processo, para a empresa e para o consumidor principalmente, mais chances a empresa tem de atingir uma otimização de vendas.

Portanto, usando a tecnologia para vendas, os negócios podem obter uma série de benefícios, como:

  • Facilitar compras online, sem ter que falar com um vendedor;
  • Tornar o processo de entrega de produtos mais eficiente;
  • Reduzir os custos operacionais;
  • Emissão de documentos fiscais instantâneos;
  • Atendimento ao cliente mais ágil.

Coleta e análise de dados

Qualquer setor comercial que se preze trabalha fortemente com a coleta e análise de dados, visando sempre otimizar os resultados da empresa.

Os softwares comerciais retém uma série de informações que, sem eles, seriam difíceis de serem extraídas.

Portanto, a automação comercial permite uma disposição de dados relevantes de forma mais prática e, ainda, a metrificação automática desses dados, facilitando muito as suas análises.

A automatização desse processo tira o esforço dos colaboradores de trabalhos manuais e possibilita que eles utilizem seu tempo para desenvolver estratégias criativas.

Como escolher um software de automação comercial?

Como pôde ser visto, ter um software de automação comercial a disposição do seu negócio é muito importante. Contudo, escolher qual software contratar pode ser uma tarefa difícil.

Logo, para escolher um software de automação comercial deve-se tomar 3 passos:

  • Definir áreas que precisam de automação;
  • Modelo de software necessário;
  • Analisar opções no mercado.

Definir áreas que precisam de automação

Para cada setor ou modelo de negócio, os processos dentro da empresa são realizados e funcionam de maneira diferente.

Por isso, antes de contratar algum software de automação, é necessário definir quais áreas do negócio precisam de automação.

Assim, você pode procurar softwares que sejam especializados e bem avaliados nas áreas necessárias.

Modelo de software necessário

Há dois modelos principais de software de automação comercial:

  • SaaS (Software as a Service): Contrata serviço de automação com armazenagem na nuvem, com pagamento mensal de manutenção do serviço;
  • SaaP (Software as a Product): Compra sistema de automação próprio que será hospedado no hardware do negócio. Empresa deve pagar o valor do software e instalação no hardware.

Analisar opções no mercado

Por último, a empresa deve analisar as opções no mercado baseando-se nas necessidades e modelo definidos.

Deve ser procurado, dentro das opções disponíveis no mercado, aquela que apresente melhor segurança, recomendações e, se possível, custo benefício.

Por fim, é necessário destacar que a automação comercial deve ser vista como um grande investimento para os negócios, já que, desta forma, a empresa poderá padronizar e otimizar seus processos, melhorando assim seus resultados.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos