Home Blog Blue Chips: Investimentos em grandes empresas

Blue Chips: Investimentos em grandes empresas

blue ships

Dentro da bolsa de valores, existem aquelas empresas mais consolidadas, com um alto valor de mercado. No mercado financeiro, essas ações são conhecidas como Blue Chips.

As Blue Chips podem trazer certa segurança nos investimentos, já que essas empresas normalmente tem uma ótima saúde financeira e posicionamento no mercado.

O que são Blue Chips?

As Blue Chips são as empresas listadas na bolsa de valores que possuem um maior volume de negociação e valor de mercado.

Não existe uma lista de empresas Blue Chips determinado pela bolsa. No entanto, algumas empresas, pelo seu reconhecimento de mercado, são enquadradas nessa categoria.

Ao contrário das Small Caps, que possuem alta potencial de crescimento e, consequentemente, rentabilidade, as Blue Chips apresentam um crescimento mais lento, mas pagam bons dividendos para os seus acionistas.

Claro, é possível que as Blue Chips cresçam, e tragam rendimentos através da valorização para o investidor.

Contudo, esse crescimento tende a ocorrer em um ritmo mais lento, se comparado a empresas com menor valor de mercado.

Por outro lado, uma vez que a taxa de crescimento tende a ser menor, também é possível afirmar que as Blue Chips apresentam menores possibilidades de quedas e complicações no modelo de negócio.

blue chip

Características das Blue Chips

Por isso, se você quer entender um pouco melhor as características das Blue Chips, vale a pena saber as características mais predominantes entre esse grupo de ações.

  • Crescimento sólido;
  • Ótima governança corporativa;
  • Valor de mercado alto;
  • Geração de caixa alta;
  • Grande volume de negociação.
  • Endividamento controlado.

Essas características dão certa segurança e confiança para o investidor em relação a essas empresas.

Isto porque, fatores como endividamento controlado e crescimento constante, mostram certa estabilidade financeira, que possibilita o desenvolvimento da operação do negócio.

Além disso, por conta do alto volume de negociação dessas empresas, a liquidez costuma ser acima da média.

Outros pontos como, uma boa governança corporativa e alta geração de caixa, também são muito importantes para passar confiança aos acionistas.

Exemplos das Blue Chips no Brasil

Você conhece o índice bovespa? Este índice é referenciado no valor de mercado das principais empresas da bolsa de valores.

Sem dúvidas, as Blue Chips do Brasil estão incluídas na formação deste índice.

Entre as Blue Chips que fazem parte do índice bovespa, é importante destacar, ao menos, 3 empresas muito conhecidas pelos brasileiros:

  • Itaú;
  • Vale;
  • Ambev.

Itaú

O itaú unibanco é negociado na bolsa de valores através do ticker ITUB (3 e 4).

Pode ser considerada uma das ações mais seguras da bolsa, dado nível de endividamento (=0), valor de mercado da firma e por ser o principal banco do Brasil.

Além disso, o sistema bancário brasileiro, historicamente, tem “fama” pela boa perfomance, mesmo em períodos de recessão e crise.

Os serviços do Itaú já foram expandidos pela América latina, no entanto, não é fácil imaginar um crescimento muito alto da empresa nos próximos anos.

Vale

A vale é uma antiga conhecida do brasileiro e é negociada na bolsa de valores através do ticker VALE (3 ou 5).

O seu nível de endividamento é considerado seguro, se comparado com o valor patrimonial e EBTIDA da empresa.

Entretanto, é possível afirmar que a vale é um investimento mais arriscado do que o banco Itaú, o que pode ser explicado por alguns pontos:

  • Sujeito a variação no preço internacional da commodity;
  • Envolvimento em escândalos ambientais recentes;
  • Setor menos estável, se comparado ao bancário.

Ambev

A Ambev controla aproximadamente 68% do mercado brasileiro de cervejas e é negociada na bolsa de valores através do ticker ABEV3.

Dada a fatia de mercado que a empresa possuí, é possível entender porque esse é um negócio altamente interessante e seguro para o investidor.

Um ponto forte a se destacar nessa empresa é a boa governança. A empresa foi fundada por Jorge Paulo Lemann e seus sócios, e até hoje tem resquícios das habilidades desses grandes gestores.

Vantagens de investir em Blue Chips

Além das Blue Chips citadas acima, é possível incluir nessa lista outras empresas como: Banco do Brasil, Bradesco, Petrobras, etc.

Mas a pergunta central, independente da grande empresa escolhida, é: Qual a vantagem de investir em uma Blue Chips.

Bom, você já deve estar cansado de ouvir falar no fator segurança, assegurado pelo valor de mercado e market share das empresas.

No entanto, é possível listar algumas outras vantagens de investir em grandes empresas.

Uma das principais vantagens é, sem dúvidas, um maior recebimento de dividendos.

Uma vez que a empresa tem certa limitação para expandir seu mercado e suas atividades, ela pode começar a distribuir uma parte maior do seu lucro com os acionistas.

Desta forma, as Blue Chips, entre as ações listadas na bolsa, são aquelas com maior capacidade de distribuição de lucros entre o acionista.

Portanto, é uma possibilidade boa de conseguir aplicar seu recurso em um ativo estável e que remunera bem periodicamente.

Outro ponto positivo, principalmente para quem está começando a investir, é a baixa volatilidade das Blue Chips.

Empresas sólidas, normalmente, mesmo em períodos de crise, tendem a se manter mais constantes.

Até mesmo a especulação de mercado em relação a essas empresas tendem a ter um impacto menos significante.

Um  ponto importante para ressaltar é que, como essas empresas possuem valor patrimonial bem definido, sem sofrer muitas oscilações periódicas, é fácil perceber quando essas ações estão sub ou supervalorizadas.

Portanto, se você está começando a investir e pretende se associar a empresas lucrativas e seguras, as Blue Chips podem ser uma ótima opção.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

connect

we'd love to have your feedback on your experience so far

bicycle