Home Blog BPAC11: como lucrar com as ações do BTG Pactual?

BPAC11: como lucrar com as ações do BTG Pactual?

BPAC11

O BTG Pactual (BPAC11) atua no setor bancário, com foco no setor de investimentos. A empresa se destaca pela sua atuação nacional e internacional.

As ações do BTG Pactual (BPAC11) integram a bolsa de valores com participação de 1,03% no Ibovespa. Portanto, é possível que os investidores que enxergam oportunidades de investimentos do setor bancário comprem papéis da empresa.

O que é BTG Pactual (BPAC11)?

Em primeiro lugar, o BTG Pactual S.A. (BPAC11) é um banco de investimento brasileiro, especializado em capital de investimento e capital de risco.

Fundado em 1983, o BTG Pactual tem sua sede no Rio de Janeiro e em São Paulo mas apresenta uma atuação internacional.

É possível negociar as ações da empresa direto na B3, mediante a utilização do ticker BPAC3 ON, BPAC11 UNIT, BPAC5 PNA e BPAC4 PNB. A empresa possui mais de 708.379.142  de ações gerenciadas, sendo 26,1% destas em free float.

Além do BTG Pactual, outras organizações também direcionam seus serviços para o setor bancário, por exemplo, o Banco Santander (SANB11) e o Banco Itaú (ITUB4).

  • Banco Santander: essa é uma empresa subordinada brasileira do banco espanhol “Banco Santander”. Focando suas atividades no setor varejista, entretanto, tem grande atuação no atacado;
  • Itaú Unibanco: esta é uma empresa brasileira, considerada a maior instituição financeira do Brasil. A principal atividade dela está relacionada a oferta de produtos e serviços bancários, além de seguros, por exemplo.

Dessa forma, diante da importância do BTG Pactual S.A. (BPAC11) para esse setor do mercado, é relevante entender sua história e modelo de negócio.

Sendo assim, os investidores poderão utilizar as informações mais relevantes sobre a companhia para realizar aplicações de forma segura e assertiva.

O que faz o BTG Pactual (BPAC11)?

A principal atividade do BTG Pactual está nos serviços de investimento de forma ampla. Dessa forma, existem algumas áreas de negócio em que eles atuam:

  • Investment Banking: Serviços de assessoria financeira e em mercado de capitais;
  • Corporate Lending. Financiamentos, créditos estruturados e empréstimos garantidos a empresas;
  • Sales and Trading. Produtos e serviços a um grupo diversificado de clientes nos mercados local e internacionais, incluindo serviços de formador de mercado, corretagem e compensação, por exemplo;
  • Asset Management. Serviços de gestão de ativos a partir de um amplo portfólio de produtos nas maiores classes de ativos brasileiros e internacionais a clientes brasileiros e estrangeiros;
  • Wealth Management. Serviços de consultoria em investimento e de planejamento financeiro, bem como produtos de investimento a indivíduos de alta renda;
  • Participations. Participação societária minoritária em certos grupos econômicos, no mercado brasileiro e internacional, principalmente em produtos e serviços financeiros.

Sendo assim, se percebe que o BTG Pactual apresenta uma grande diversidade de serviços, suprindo os interesses dos seus clientes e oferecendo os diferentes produtos.

Como o BTG Pactual (BPAC11) atua?

O BTG Pactual é uma gigantesca sociedade de 156 executivos. Sua atual configuração é resultado da compra do UBS Pactual pela BTG Investments. A empresa possui atuação significativa na América Latina.

O Banco BTG Pactual opera sob um modelo de Partnership com uma estrutura administrativa horizontal. Esse modelo enfatiza o valor do capital intelectual, empreendedorismo e meritocracia em todas as regiões e mercados em que opera.

Além disso, a companhia tem seus Partners Seniores como administradores. Portanto, essa gestão envolve tanto suas operações brasileiras como internacionais.

Por último, o banco busca diversificar suas operações e fontes de receitas de forma a aumentar suas oportunidades para alavancar os relacionamentos que mantém com seus clientes.

As ações do BTG Pactual (BPAC11): onde e como são negociadas?

O ticker do BTG Pactual (BPAC11) é negociado na bolsa de valores brasileira. É possível negociar seus papéis por meio de plataformas digitais. A intenção dessa modalidade é facilitar os investimentos, além de zelar pela segurança de todos os investidores.

A companhia possui as Units (BPAC11 UNIT) que representam ativos compostos por mais de uma classe de valores mobiliários como, por exemplo, um conjunto de ações ordinárias e preferenciais.

Além disso, o BTG tem ações preferenciais de classes diferentes (BPAC5 PNA E BPAC5 PNB).  Elas costumam variar de acordo com a empresa emissora da ação.

As ações preferenciais favorecem acionistas no recebimento de dividendos e em caso de liquidação da empresa.

Por último, o BTG Pactual também apresenta ações ordinárias (BPAC3 ON). Essas são caracterizadas por garantir direito de voto ao acionista em assembleias executivas.

Sendo assim, para que o investidor possa adquirir ações do BTG, ele deve realizar a abertura de uma conta em uma corretora de valores que preferir.

Vale lembrar que a corretora precisa ser credenciada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Depois, é preciso executar uma transferência TED, com o valor direcionado para realizar os aportes. Por último, é possível selecionar ações do banco pelo ticker BPAC3 ON, BPAC11, BPAC5 PNA e BPAC4 PNB.

Características das ações do BTG Pactual (BPAC11)

bpac11 2

Considerado uma Large Cap, o BTG Pactual tem como seu sócio majoritário o BTG Pactual Holding Financeira LTDA, com 84% de ações ordinárias e 39% de ações preferenciais. Além disso, o banco participa do IBOV (Índice Ibovespa) com 1,03%.

A classificação setorial do Banco do BTG Pactual (BPAC), através dos dados divulgados pela B3, é: Financeiro / Intermediários Financeiros / Bancos.

Ainda, seu segmento de listagem na bolsa de valores é Nível 2, que é similar ao Novo Mercado, porém com algumas exceções.

No caso de venda de controle da empresa, se assegura aos detentores de ações ordinárias e preferenciais o mesmo tratamento concedido ao acionista controlador. Portanto, existe o direito de tag along de 100% do preço pago pelas ações ordinárias do acionista controlador.

Por essa razão, suas ações oferecem tag along de 100% ON, 100% PN e 100% UNIT. Além disso, o free float ON da empresa é de 11,6%, e o PN é de 44,2%.

História do BTG Pactual

Em 1983, começa a história do Banco BTG Pactual. Os responsáveis pela fundação do banco enquanto DTVM no Rio de Janeiro são Luiz Cezar Fernandes, André Jacurski e Paulo Guedes. Já em 1989, começam as operações do banco e, ainda, acontece a criação do escritório em São Paulo.

O Início das atividades de Wealth Management, isto é, o gerenciamento de fortunas começa em 1990.

Acontecem, em 1998, alterações societárias que resultam na substituição dos ex-diretores executivos por uma equipe liderada por André Esteves, Eduardo Plass, Marcelo Serfaty e Gilberto Sayão.

Essa mudança na gestão também deu ao banco uma nova direção estratégica. Após isso, passou a se desenvolver negócios de client facing como uma forma de diversificar as fontes de receita.

Século 21

No ínicio da década, em 2000, acontece a criação do Pactual Asset Management. Já em 2020, começa a expansão regional no Brasil, com a abertura dos escritórios de Belo Horizonte e Recife.

É em 2006 que a UBS adquire o Pactual, criando o UBS Pactual por US$ 3,1 bilhões. Portanto, a companhia se torna o UBS Pactual.

André Esteves, Persio Arida, um grupo de ex-parceiros do antigo Pactual e ex-MDs do UBS fundam o BTG em 2008.

Em 2009, o BTG adquire o UBS Pactual, criando o BTG Pactual. O BTG Investments fecha a aquisição do UBS Pactual por US$ 2,5 bilhões. No entanto, vários sócios antigos do Banco Pactual continuam na nova instituição nomeada de BTG Pactual.

É em 2010 que acontece o aumento de capital de US$ 1,8 bilhão de investidores internacionais.  Já a compra de posição acionária de controle no Banco Pan por R$ 450 milhões acontece em 2011.

Somente em 2012 acontece a abertura de capital na bolsa de valores, com aumento de capital de R$ 3,2 bilhões. Além disso, acontece a compra da Celfin Capital, no Chile e da Bolsa y Renta, na Colômbia.

Tem início, em 2013, as operações da BTG Pactual Seguradora e da BTG Pactual Resseguradora, no Brasil.

Em 2014, ocorre algumas aquisições. Em primeiro lugar, do BSL, um banco privado baseado na Suíça, por 1,5 bilhão de Francos Suíços. Depois, da Ariel Re, companhia de resseguros baseada em Londres e nas Bermudas.

Por último, é feita a compra da Pan Seguros, desenvolvendo estratégia de seguros, por R$ 580 milhões

Em 2016 ocorre a entrega da ECTP para os acionistas das units BBTG11.  Ocorre, em 2017, a migração voluntária das units BBTG11 em BPAC11 e BBTG12. Além disso, acontece a venda da Ariel Re.

Escandâlos da BTG Pactual

O banco é investigado e depois absolvido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pela prática de insider trading no ano de 2015.

Em 2016, tanto o BTG Pactual como o presidente da época, André Esteves, são citados em investigação da Operação Lava Jato. No entanto, são absolvidos em 2018.

Ainda, escritórios do BTG são alvo de busca e apreensão no contexto da Operação Conclave, que investiga os motivos pelos quais a Caixa Econômica Federal investiu, em 2009, R$ 740 milhões na compra de 35,54% do capital do Banco PanAmericano.

Por último, em 2018, se inicia uma disputa legal com a XP Investimentos, sob acusação de insider trading.

Linha do tempo do BTG Pactual

  • 1983: Fundação do TVM e início da história do BTG;
  • 1989: Início das operações da empresa como banco e abertura de escritório em São Paulo;
  • 1990: Início das atividades de Wealth Management;
  • 1998: Alterações societárias que resultam na substituição dos ex-diretores executivos e em uma nova direção estratégica. O banco começa a desenvolver os seus negócios de client facing;

Século 21

  • 2000: Criação do Pactual Asset Management;
  • 2002: Início da expansão regional no Brasil, com a abertura dos escritórios de Belo Horizonte e Recife
  • 2006: UBS adquire o Pactual, criando o UBS Pactual;
  • 2008: BTG é fundado por André Esteves, Persio Arida, um grupo de ex-parceiros do antigo Pacudual e ex-MDs do UBS;
  • 2009: BTG Investments fecha a compra do UBS Pactual por US$ 2,5 bilhões;
  • 2010: Aumento de capital de US$ 1,8 bilhão de investidores internacionais;
  • 2011 – Compra da posição acionária de cocontrole no Banco Pan por R$ 450 milhões;
  • 2012 – Abertura de capital na bolsa de valores. Além disso, ocorre a compra da Celfin Capital, no Chile, e da Bolsa y Renta, na Colômbia.
  • 2013: Início das operações da BTG Pactual Seguadora e da BTG Pactual Resseguradora, no Brasil;
  • 2014: Compra, por exemplo, do BSL, um banco privado baseado na Suíça, por 1,5 bilhão de Francos Suíços.
  • 2015: Investigação e absolvição do banco pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) por prática de  insider trading;
  • 2016: Entrega ECTP para os acionistas das units BBTG11. Menção em investigação da Operação Lava Jato;
  • 2017: Migração voluntária das units BBTG11 em BPAC11 e BBTG12. Além disso, escritórios do BTG foram alvo de busca e apreensão no contexto da Operação Conclave;
  • 2018 : Por fim, uma disputa legal se iniciou com a XP Investimentos, sob acusação de insider trading.

Como ganhar dinheiro com as ações do BTG Pactual (BPAC11)?

bpac11 3

Existem algumas maneiras de conseguir lucros com as ações do BTG Pactual (BPAC11). O recebimento de dividendos é uma dessas formas, por exemplo. Isso porque a empresa possui em seu histórico de atuação um pagamento recorrente de proventos.

Os dividendos, por sua vez, são uma parcela do lucro apurado por uma sociedade anônima. Ela se distribui aos acionistas ao fim do exercício social. Sendo assim, para quem busca investir com esse foco, avaliar o Dividend Yield (DY) de um ativo pode ser interessante, por exemplo.

Além disso, o acionista também pode adquirir dinheiro através da venda de suas ações por um valor mais alto do que o custo de compra delas. Essa segunda postura é típica de um trader.

No entanto, o trader não atua como um sócio, acionista ou investidor, já que ele busca lucro em curto prazo. Por essa razão, vale definir o seu perfil do investidor e os seus intuitos financeiros.

Desse modo, é importante que o investidor perceba algumas questões que influenciam na realização de investimentos com segurança e consciência.

Sendo assim, dentre as questões, por exemplo, o investidor pode considerar a busca pela diversificação da sua carteira de ativos, realizando aportes em renda fixa e renda variável.

Se recomenda, portanto, que o acionista analise a segurança, a liquidez e a rentabilidade das ações que integram a bolsa, antes de fazer uma compra.

Dessa forma, priorizar alta liquidez ou rentabilidade vai depender de cada investidor. Isso porque ele pode comprar ações para o curto, médio ou longo prazo de tempo.

Vale a pena investir no BTG Pactual (BPAC11)?

Considera-se o Banco do BTG Pactual (BPAC11) de grande destaque para área de investimentos não só no Brasil, mas na América Latina.

Como ponto positivo, o Banco BTG Pactual tem enquanto vantagem competitiva a posição dominante em Investment Banking, Asset Management e Wealth Management, sendo líder nesses negócios desenvolvidos. Além disso, a empresa apresenta um portfólio diversificado de negócios.

No entanto, é possível considerar os envolvimentos em casos de insider trading e escândalos em investigações de corrupção como um fator negativo para a imagem e transparência da empresa.

Desse modo, antes de realizar a compra de ações do BTG Pactual, se deve realizar uma análise fundamentalista.

Assim, será possível acompanhar seus investimentos e conferir se eles estão sendo feitos de maneira prudente. Isso vale tanto para o BTG Pactual (BPAC11) como para outra empresa da bolsa de valores.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *