Home Blog Branding: aprenda a fazer a gestão de sua marca!

Branding: aprenda a fazer a gestão de sua marca!

co branding

O Branding é o trabalho de gestão de uma marca que tem como objetivo torná-la mais conhecida e desejada pela grande maioria dos consumidores.

Com um bom Branding, uma empresa consegue se fixar positivamente na cabeça da população e, consequentemente, aumentar suas vendas.

O trabalho de Branding envolve diversas ações relacionadas aos valores de uma empresa e seu posicionamento, criando uma conexão com o público que influencia as suas decisões de compra.

O que é Branding?

branding

Ao pensar em uma marca conhecida, com certeza você vai lembrar de muito mais do que apenas o seu produto.

Isso só acontece quando essa empresa relaciona cores, letras, sons, lembranças e outras sensações à seus produtos e serviços. E é justamente isso que é a função do Branding.

Para que toda essa conexão com os consumidores seja construída, existe uma grande quantidade de ações executadas por uma equipe bastante articulada.

Isso significa que desde a criação de um logotipo até a escolha da forma de comunicação da empresa e suas publicidades são pensadas para construir a personalidade desejada pela marca.

É ela que irá fazer com que uma grande quantidade de pessoas sinta muito mais do que um sabor ao consumir uma bebida, por exemplo.

O que é uma marca?

É muito fácil confundir uma marca com o nome, logomarca ou produto da empresa. No entanto, eles são apenas partes constituintes e refletoras da essência da empresa.

Portanto, a marca é tudo aquilo que remete ao negócio, como os já citados sons e cores, por exemplo.

Como exemplo de empresas com marcas bem consolidadas, temos:

  • Netflix: cores, logotipo, estratégia de comunicação nas redes sociais;
  • McDonalds: cores, persona, sabores, memórias;
  • Harley Davidson: som (ronco do motor), logotipo, formato do produto.

Todas essas partes da marca são reconhecidas pelo público de maneira natural, portanto, devem ser trabalhadas ao longo do tempo, não impostas.

Assim, elas servirão como os maiores diferenciadores de outras marcas e ficarão enraizadas na mente dos clientes e potenciais consumidores.

Como funciona o Branding dentro do marketing?

A grande maioria das empresas bem consolidadas no mercado atual utilizam do seu Branding para vender mais de forma imperceptível, através de um bom marketing.

Como grande exemplo, temos a Apple, que ao invés de vender um celular com acesso à internet e diversas outras funcionalidades, vende o acesso à “tudo o que há de mais moderno e revolucionário”.

Isso faz com que o cliente que consuma o IPhone ou qualquer outro produto se sinta a frente da maioria, seja por status ou pelas novas tecnologias contidas no aparelho.

Por que isso acontece? Porque ao invés de um simples produto ou atualização, as marcas fazem com que existam motivos e sonhos envolvidos com suas mercadorias.

Quais as formas de Branding existentes?

Algo que poucas pessoas conhecem é a variedade de formas nas quais o Branding pode ser adotado. Em todas elas, existe um enorme ganho pessoal, profissional e financeiro.

Personal Branding

O personal branding funciona por meio da projeção da identidade de uma empresa ou marca na medida em que se inicia ou continua um dialogo com o público-alvo.

Nesse tipo de branding, é importante que haja a gestão da marca pessoal para que se consiga uma conexão significativa com o cliente.

Essa é uma forma de gerir a marca de uma empresa através de uma pessoa.

Portanto, é preciso saber com clareza qual é a identidade desejada, aquilo que se tem a oferecer e pelo que a empresa deseja ser lembrada.

Employer Branding

O Employer Branding representa uma estratégia de melhoria e manutenção da imagem positiva de uma empresa.

No entanto, ao contrários dos métodos tradicionais, ele não é direcionado aos clientes, mas sim aos colaboradores da marca.

Dessa forma, a empresa consegue ser percebida como uma marca empregadora, melhorando a percepção final dos clientes sobre a marca.

No entanto, para melhorar seu Employer Branding é necessário o envolvimento de todos os funcionários existentes.

Para isso, os valores da empresa devem estar bastante definidos e alinhados com o setor de RH.

Co-branding

O termo co-branding pode parecer desconhecido para algumas pessoas, mas a verdade é que a colaboração entre marcas é utilizada há bastante tempo. E assim como qualquer outra estratégia, possui vantagens e desvantagens.

Essa estratégia de marketing estabelece parceria entre marcas.

Porém, nem sempre a colaboração é feita com negócios que possuem conteúdos complementares.

O único pré-requisito é que seja feita uma junção inteligente para que a técnica traga bons resultados.

Associar duas marcas que têm boa popularidade ou associar uma marca que está começando com outra que já está no mercado é uma forma de crescer de forma considerável no aspecto lucrativo e na percepção do público.

Branding

Já o Branding, como dito, é a gestão completa da marca de uma empresa, sendo ela bastante importante para a criação de uma identidade original e atrativa.

Digital Branding

Muito antes da internet, as marcas já conseguiam expressar suas identidades e criar um excelente Branding através das mídias tradicionais.

No entanto, com o advento da tecnologia e do Marketing Digital, esse poder ganhou ainda mais força, sendo muitas vezes chamado de Digital Branding.

Existem diversas formas para trabalhar o Branding de uma empresa na internet, sendo as principais:

  • Criação de uma identidade visual: logotipo, estilo, cores;
  • Escolha de estratégia: personalidade, tom, canais de atuação, conteúdo promovido.

Como fazer um bom trabalho de Branding?

Fazer um bom trabalho de Branding envolve inúmeras ações de uma empresa, sendo elas internas ou externas.

Primeiramente, se sua empresa já estiver no mercado, é preciso identificar como sua marca é percebida pelo público.

Isso significa que é preciso buscar informações sobre o conhecimento das pessoas sobre os valores e objetivos da sua empresa.

Dessa maneira, você conseguirá entender se o valor da marca está conseguindo ser passado da maneira ideal.

Mas além disso, vale a pena comparar a atuação da empresa com a de outras do mesmo nicho ou área de atuação.

Isso porque, muitas vezes, algumas empresas acabam chamando mais atenção do público por estarem atentas à tendências de mercado.

Após isso, seja para criar, alterar ou manter o seu trabalho de Branding, certifique-se de que a empresa possui:

  • Autenticidade: uma marca original é aquela que de diferencia de qualquer outra;
  • Presença: é preciso estar nos locais certos, além de se comunicar pelos canais onde os consumidores desejados estão;
  • Característica definida: as pessoas precisam entender o que é a empresa ao entrar em contato com ela;
  • Consistência: não adianta forçar algo que não existe, a empresa deve refletir uma personalidade real, que se mantenha ao longo do tempo.

Seguindo esses passos, você conseguirá desenvolver o Branding da sua empresa e conquistar cada vez mais clientes. Para outras dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

connect

we'd love to have your feedback on your experience so far

bicycle