Home Blog Bull Market: o que é e como identificar essa tendência?

Bull Market: o que é e como identificar essa tendência?

bull market

Se você tem o costume de acompanhar as análises e notícias sobre o mercado financeiro, provavelmente já ouviu falar do termo Bull Market.

A expressão Bull Market, ou Mercado do Touro em português, está relacionada ao “humor” do mercado financeiro, informando que existe otimismo relacionado às transações e negociações.

O que é Bull Market?

O Bull Market é um termo usado para definir um contexto financeiro de otimismo, com sucessivas altas e tendências de valorização no preço de ativos.

Esse movimento positivo pode se referir a um título, ação, bem ou ao mercado financeiro como um todo.

No entanto, assim como qualquer ciclo, essa alta não dura eternamente. Por isso, é preciso ter bastante cuidado neste período.

O termo “Mercado do Touro” está relacionado ao ataque do touro, que é de baixo para cima, sendo uma metáfora usada para a ascensão do mercado financeiro.

Isso significa que, quando o mercado está “bullish”, a expectativa é de que os preços subam e os investimentos rendam ainda mais lucros.

Como o Bull Market funciona?

bull market 1

O Bull Market é identificado quando existe uma alta de mais de 20% no preço de um ativo ou mercado, após uma queda anterior de mesmo nível.

Porém, além dos números, esse período de alta no mercado é caracterizado por um contexto de expectativa geral e entusiasmo de investidores, que faz com que os preços subam cada vez mais.

Para os países, isso representa uma atmosfera propícia para o crescimento no número de empregos e no Produto Interno Bruto (PIB).

Além disso, existe uma maior lucratividade nas empresas e queda na taxa de juros.

Dessa forma, esses movimentos acabam se tornando uma causa e consequência do otimismo no mercado, que cria um ciclo sucessivo positivo.

A duração do período de Bull Market pode variar de alguns meses a vários anos.

Bull Market e Bear Market: qual a diferença?

Bear Market e Bull Market são estados completamente opostos.

Enquanto o primeiro está relacionado com quedas expressivas e pessimismo, o segundo tem a ver com otimismo e ciclos de alta.

No Bull, os preços de ativos se valorizam e os mercados voltam a crescer, fazendo com que a expectativa aumente cada vez mais.

Essa ligação entre os dois períodos faz com que o início de um decrete o fim de outro. Porém, a delimitação não é precisa, fazendo com que um se transforme lentamente no outro.

Como identificar o Bull e o Bear Market?

Ninguém sabe ao certo como identificar um Bull ou Bear Market, mas Identificar a tendência geral do mercado é do interesse de todos que estão ligados de alguma forma ao mercado financeiro.

Isso porque entender indícios de Bull ou Bear Market possibilita que você possa ganhar muito dinheiro comprando ou vendendo uma ação na hora certa, por exemplo.

Em geral, quando a economia vai bem, as empresas conseguem investir mais e alcançam melhores resultados, fazendo com que o preço de suas ações suba.

Já quando a economia vai mal, fazendo com que a confiança nos negócios diminua, o preço das ações também cai durante bastante tempo.

Porém, o início e encerramento de um ciclo financeiro prolongado costuma ser identificado com precisão somente alguns anos após ter começado.

A melhor forma de entender a tendência atual do mercado, portanto, é se manter sempre atualizado sobre notícias ligadas ao setor financeiro.

Assim, você fica por dentro dos resultados anteriores e atuais de ações, empresas e países, o que ajuda a identificar em que sentido o mercado está seguindo.

Como ganhar dinheiro com o Bull Market?

Em cenários de forte alta financeira, quem ganha mais dinheiro é quem possuiu a capacidade de antecipação.

Isso porque esse investidor comprou ações quando elas ainda estavam em baixa, com um valo muito menor do que o que ela irá alcançar durante um período de alta.

Após isso, o melhor momento para a venda dessas ações, seria antes de uma “queda inevitável” após o Bull Market, vale lembrar que se você tem um interesse no longo prazo, essas mudanças de bull ou bear, não te afetam tanto assim, visto que no longo prazo, o mercado sempre marca ascensão.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *