Home Blog Carros mais econômicos do Brasil: conheça os 20 e acerte na sua compra

Carros mais econômicos do Brasil: conheça os 20 e acerte na sua compra

carros mais economicos

Escolher carros econômicos, na maioria das vezes, é uma atitude de educação financeira que vai ajudar a poupar dinheiro no longo prazo.

Isto porque, os carros econômicos, podem fazer o consumo mensal de combustível ser mais reduzido. Portanto, somando essa redução dos custos mensais ao passar dos anos, o valor economizado será relativamente considerável.

O que é um carro econômico?

carros-mais-economicos-2

Carros econômicos são menos custosos para o bolso do motorista. A sua economia, não vem necessariamente, no preço de compra, mas, em diversos fatores, que tornam seus custos mensais mais baratos.

Para um carro ser considerado econômico, ele deve se destacar entre os demais em alguns aspectos, como:

Consumo de combustível

Economizar gasolina, sem dúvidas, é um fator determinante para classificar um carro como econômico. Os carros que são melhores nesse aspecto, podem representar um alívio no bolso do motorista.

Por exemplo, imagine que mensalmente você percorre 800km. Se você tem um carro que consome em média 8km/litro, você precisará comprar mensalmente 100 litros de gasolina.

Por outro lado, se você tiver um carro econômico que consome em média 14km/litro, para percorrer os mesmos 800km, você deverá comprar todo mês aproximadamente 57 litros de gasolina.

Ou seja, ao optar por um veículo econômico, você poderia comprar 43 litros de gasolina a menos por mês.

Considerando que a gasolina custe R$4,00, isso significaria uma economia mensal de R$172,00. Se você continuar com esse carro econômico por 5 anos, por exemplo, você economizará R$10.320,00.

Manutenção fácil e barata

Muitos carros não têm manutenção barata e fácil em qualquer lugar do país, e, muitas vezes, em casos de acidentes e batidas, é muito difícil e caro comprar peças novas. Podendo causar contração de dívidas!

Por isso, optar por carros que tenha uma manutenção acessível, pode representar uma grande economia em casos de necessidade de reposição de peça, alinhamento, consertar, entre outras situações.

Além disso, é muito importante estar levando o carro para as manutenções, já que assim, é possível evitar futuros problemas custosos.

Eficiência e consumo energético

É muito importante estar de olho na eficiência do veículo para aprender como escolher um carro econômico.  Essa medida, é calculada vendo a quantidade de megajoule por quilômetro percorrido pelo carro.

Portanto, na hora de comprar o veículo, é necessário estar atento ao Mj/Km, que medirá a eficiência energética do carro.

Quais são os 20 carros mais econômicos do Brasil?

carros-mais-economicos-3

A Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), anualmente divulga a lista dos carros mais econômicos disponíveis no mercado Brasileiro.

Portanto, segundo a lista da Inmetro do ano de 2018, os carros mais econômicos, são:

1. Renault Zoe

  • Consumo energético: 0,65 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 26,7 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 32,2 km/l.

2. Toyota Prius

  • Consumo energético: 1,15 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 17 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 18,9 km/l.

3. Volvo XC90 T8

  • Consumo energético: 1,20 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 16,4 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 18,9 km/l.

4. Ford Fusion Hybrid

  • Consumo energético: 1,31 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 15,1 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 16,8 km/l.

5. Renault Kwid

  • Consumo energético: 1,39 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 14,9 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,6 km/l.

6. Volkswagen Move Up TSI

  • Consumo energético: 1,40 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 14,3 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 16,3 km/l.

7. Lexus CT 200h

  • Consumo energético: 1,41 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 14,2 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,7 km/l.

8. Fiat Mobi Drive GSR

  • Consumo energético: 1,43 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 14 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,9 km/l.

9. Peugeot 208 1.2 Puretech

  • Consumo energético: 1,46 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 13,9 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,5 km/l.

10. Ford Ka SE

  • Consumo energético: 1,49 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 13,5 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,7 km/l.

11. Renault Logan Authentique

  • Consumo energético: 1,50 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 14 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 14,9 km/l.

12. Ford Ka Sedan SE

  • Consumo energético: 1,51 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 13,4 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,5 km/l.

13. Renault Sandero

  • Consumo energético: 1,52 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 14,1 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 14,2 km/l.

14. Fiat Uno Drive 1.0

  • Consumo energético: 1,52 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 13,2 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,2 km/l.

15. Chevrolet Prisma LT

  • Consumo energético: 1,52 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 13,1 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,8 km/l.

16. Volkswagen Voyage

  • Consumo energético: 1,52 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 13,4 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,6 km/l.

17. Citroën C3 1.2 Puretech

  • Consumo energético: 1,53 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 13,2 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 14,8 km/l.

18. Fiat Argo Drive 1.0

  • Consumo energético: 1,55 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 13 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 14,7 km/l.

19. Chevrolet Onix Joy

  • Consumo energético: 1,55 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 12,9 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 15,3 km/l.

20. Volkswagen Gol 1.0 MPI

  • Consumo energético: 1,56 Mj/km;
  • Consumo de combustível na cidade: 13,1 km/l;
  • Consumo de combustível na estrada: 14,9 km/l.

É importante lembrar que carros mais econômicos, não necessariamente, são carros baratos. Muitas vezes, eles podem até ser mais caro, mas, o investimento vale muito a pena no longo prazo, já que eles têm custos pós compra mais baratos.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *