Tive o cartão roubado, e agora? Saiba o que fazer

cartao roubado

Se você tiver o cartão roubado, furtado ou perdido, e este for usado de forma indevida, você pode recorrer e ser ressarcido.

Portanto, antes mesmo de ter o cartão roubado, é bom estar ciente de como se deve proceder com educação financeira.

Ter o cartão roubado é uma experiência ruim, em que muitas vezes o cartão é usado indevidamente e existe a contração de dívidas. O código de defesa do consumidor protege-o nesses casos. Mas mesmo assim, é necessário saber como recorrer, e receber o dinheiro de volta.

O que devo fazer se tiver o meu cartão roubado?

Em casos de roubo de cartão, é importante que o consumidor saiba como se defender. Portanto, existem alguns procedimentos que ele deverá fazer para ressarcir as compras indevidas.

1. Ligar para central de atendimento do seu banco

Ao ter o cartão roubado, para garantir que ele não será usado, ligue para a instituição financeira e cancele-o.

Se já houverem compras indevidas feitas com seu cartão furtado, não se preocupe. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, você não deverá pagar compras as quais você não foi o autor.

O estabelecimento que fez a venda deve checar a identidade junto ao cartão. E, além disso, todas as perdas relacionadas a falta de segurança do cartão, devem ser ressarcidas pelos bancos.

2. Faça o boletim de ocorrência

Tão importante quanto bloquear cartão, é registrar o boletim de ocorrência.

Somente em casos de furtos, o boletim poderá ser feito online. Se seu cartão foi roubado, é necessário ir a uma delegacia.

Quanto mais informações você fornecer, maior será a chance de você conseguir ser recompensado.

3. Faça o procedimento administrativo

Abra o processo e questione possíveis operações indevidas. O banco terá 5 dias úteis para dar uma resposta.

Caso a resposta seja negativa para o cancelamento das compras indevidas, tente todos recursos possíveis:

  • Peça a resposta por escrito;
  • Reclame à ouvidoria do banco;
  • Reclame aos órgãos de defesa do consumidor;
  • Recorra ao Banco Central.

Entretanto, deve ser reforçado que, se as compras indevidas ocorreram por motivos que não envolvam a segurança do cartão, não necessariamente, o banco será obrigado a ressarcir o cliente.

Em casos de sequestro e roubos em que o ladrão obtenha a senha do cartão e faça saques indevidos, comumente, os bancos não fazem a devolução do dinheiro.

Prevenções para uso indevido do cartão

cartao-roubado-2

Os bancos, para casos que a devolução não é obrigatória, argumentam que o consumidor deve aderir medidas preventivas para se assegurar nesse tipo de situação.

  • Faça um seguro para cartão. Porém, estude antes de contratar e entenda se realmente vale a pena para o seu caso;
  • Evite compras online em rede de WIFI aberta;
  • Evite compras em computadores sem antivírus;
  • Não passe dados do cartão por telefone ou mensagens;
  • Não anote a senha do cartão e deixe a vista;
  • Ative o serviço de SMS e notificações a cada compra realizada.

Portanto, em casos de cartão roubado, o consumidor tem diversos recursos legais para garantir que receberá seu dinheiro de volta. Basta, estar atento a essas dicas de como recorrer.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Últimos artigos