Home Blog Casa da moeda: descubra como funciona o sistema!

Casa da moeda: descubra como funciona o sistema!

Casa da moeda 1

O dinheiro tem muito valor. Com ele é possível comprar coisas básicas para sobrevivência, bens, obter conforto e maior segurança para conseguir se manter financeiramente estável. O que muitas pessoas não sabem é que a casa da moeda é a responsável pelo papel e a moeda que faz a economia brasileira girar.

Mas, você sabe como o dinheiro é fabricado? A casa da moeda brasileira é uma das instituições mais antigas do Brasil. A produção do dinheiro é feita diariamente por essa instituição.

O que é a casa da moeda?

A casa da moeda do Brasil (CMB) é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Fazenda que é responsável pela emissão monetária do país. Ou seja, neste local é fabricado a moeda e o papel-moeda que circula na economia brasileira.

Também tem a função de produzir passaportes, documentos de segurança, selos fiscais, selos postais, diplomas, certificados e outros tipos de produto gráficos de segurança.

Além disso, a empresa também é responsável por emitir produtos na área metalúrgica, como:

  • Medalhas comemorativas;
  • Comendas;
  • Distintivos e moedas utilizando metais como ouro e prata.

História da casa da moeda

Casa da moeda 2

Com 326 anos de existência, a casa da moeda foi fundada no Brasil Colônia por governantes portugueses para fabricar moedas de ouro provenientes da mineração. Isso ocorreu devido ao avanço do comércio na época. Porque as únicas moedas existentes no Brasil vinham do comércio estrangeiro ou de Portugal.

Consequentemente, devido à falta de suprimento local de moedas, um caos monetário se iniciou. Então, após um ano da fundação, as primeiras moedas autenticamente brasileiras começaram a circular. A cidade de Salvador foi a primeira sede da casa da moeda.

Réis foi o nome dado as primeiras moedas emitidas em ouro e prata. Com o passar do tempo cédulas e outros tipos de produtos começaram a ser produzidos. Em 1699 ocorreu a transferência de sede para a cidade do Rio de Janeiro, local onde a instituição funciona até hoje.

Como funciona a fabricação do dinheiro?

Como a casa da moeda é a única instituição brasileira autorizada a fabricar o papel-moeda, então, junto ao Banco Central (BACEN) é decidida a quantidade de cédulas e moedas que devem circular pelo país.

No entanto, é o Banco Central que fica responsável pela emissão, distribuição e controle os meios circulantes. Porém, é o presidente do banco, junto ao governo, que define a quantidade de dinheiro que deve circular.

Em 2019, foram emitidas aproximadamente 1,5 bilhão de unidades monetárias.

E se faltar dinheiro?

Mesmo existindo órgãos responsáveis pelo controle econômico, uma crise financeira pode fazer com que dinheiro falte.

No entanto, mesmo a casa da moeda sendo a instituição responsável pela fabricação monetária, ela não pode simplesmente produzir mais dinheiro para ser distribuído.

Pois, isso causaria uma hiperinflação, ocasionando a desvalorização da moeda brasileira. Já que mesmo tendo mais dinheiro circulando, possivelmente a produção das empresas não cresceria.

Portanto, isso iria sobrecarregar o mercado a ponto de a demanda da população por produtos aumentar e não ter oferta o suficiente. O que levaria ao aumento dos preços. Isso levaria ao descontrole econômico.

Desta forma, a casa da moeda pode ser considerada um dos órgãos mais importantes do país. Pois, além do papel-moeda ser produzido lá, a empresa também é responsável pela produção de documentos de interesse da população.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

connect

we'd love to have your feedback on your experience so far

bicycle