Home Blog Como encontrar um sócio? Confira 4 dicas!

Como encontrar um sócio? Confira 4 dicas!

como encontrar um socio

No mundo do empreendedorismo, quem busca formas para tirar seu projeto do papel, de empreender, geralmente, pensa em como encontrar um sócio. Porém, para achar o parceiro ideal para o seu negócio é preciso ter cuidado e analisar diversos pontos.

Quem busca descobrir como encontrar um sócio precisa ter um projeto em mente. Assim, fica mais fácil descobrir a pessoa que possui a mesma visão e objetivos profissionais.

Uma sociedade pode ser definida como duas pessoas com ideais semelhantes que decidem se unir profissionalmente e compartilhar custos, despesas, atividades administrativas e lucros.

Por isso, quem precisa descobrir como encontrar um sócio deve entender a importância de achar alguém que compartilhe suas ideias e interesses.

Por que arranjar um sócio?

como-encontrar-um-socio-2

Muitos negócios em fase inicial não conseguem se desenvolver por seus fundadores não possuírem o conhecimento ou a renda necessária. Por isso, às vezes é preciso encontrar um(a) parceiro(a) que sirva como complemento para a sua gestão.

Entre os diversos tipos de sociedade, com certeza existe algo fundamental para o seu negócio ir para frente.

Para saber onde encontrar um sócio é preciso conhecer qual o modelo adequado às suas necessidades e, a partir disso, escolher o perfil ideal de parceiro profissional.

Tipos de sócio: conheça alguns

1. Sociedade simples

Como o nome já diz, o tipo mais básico de sociedade. Representa apenas a união para atividades de prestação de serviços.

2. Sociedade em Nome Coletivo

Neste tipo de sociedade, cada um dos sócios possui uma função pré-determinada no Contrato Social. Além disso, as responsabilidades fiscais também se limitam a cada parte da sociedade.

3. Sociedade em Comandita Simples

Um modelo mais complexo de sociedade. Nele, além de divididos fiscalmente, os comanditários são responsáveis apenas pelo valor que empregaram na empresa.

4. Sociedade Limitada

Um dos mais comuns no Brasil. O famoso LTDA. Além de possuir exigências como funções pré-determinadas no Contrato Social e participação definida por cota, ainda é necessário um administrador para servir como responsável pela empresa.

Esse tipo de escolha geralmente é feito por votação entre os sócios e também possibilita a escolha de um grupo como administrador principal. Esse tipo de administração precisa ser determinado no Contrato Social.

5. Sociedade Anônima ou S/A

Quando um negócio já possui uma boa estabilidade, é possível a adoção desse tipo de sociedade.

Nele, a empresa se reparte em ações. Os sócios são chamados de acionistas e suas funções e processos estão limitados à sua quantidade de ações.

Com isso, é possível que, ao desistir do negócio, um sócio venda sua ação para outros acionistas. Já se o capital da empresa for aberto, a venda também pode ocorrer na bolsa de valores ou mercado de balcão.

Dicas para encontrar um sócio: o que é crucial para evitar problemas no futuro

Entender os modelos de sociedade é importante, mas não adianta nada se você não souber qual o seu tipo de negócio e o que está procurando.

Para saber como achar o sócio ideal, é preciso:

Descobrir seu modelo de negócio

O modelo de negócio é a forma que uma empresa cria sua receita. Os funcionários, produtos e serviços e tipo de gestão são o que determinam um modelo de negócio lucrativo e harmonioso.

Saber responder quais os serviços ou produtos que sua empresa vai oferecer é obrigatório. Dessa forma, a relação com o sócio pode surgir a partir da identificação com os objetivos e visões do seu negócio.

Para isso, determine:

  • Seu diferencial de mercado;
  • Qual seu público-alvo;
  • Quais seus serviços e produtos;
  • O valor do serviço ou produto;
  • Quais os custos da produção;
  • Que tipo de infraestrutura é necessária;
  • Qual o caminho até o cliente;
  • O tipo de relacionamento com o público-alvo.

Saber qual o tipo ideal de parceiro profissional

Não existe uma ciência exata para definir perfil do sócio ideal, já que a sociedade se trata de uma relação entre pessoas, personalidades e visões.

Por isso, conhecer os seus interesses e o tipo de pessoa que você admira e se relaciona bem é um bom começo. Lembrando que esse tipo de boa relação deve ser profissional.

Todavia, é claro que existem características essenciais de um bom empreendedor e profissional parceiro:

  • Ter visão e objetivos claros;
  • Obter um alto nível de paixão e dedicação ao negócio;
  • Ser proativo, ou seja, ter iniciativa;
  • Capacidade de liderança;
  • Ter respeito por toda a equipe;
  • Saber ouvir e mudar de estratégias;
  • Ser diferente e complementar.

Não adianta ter um sócio se ele não faz diferença na empresa. É preciso perceber no parceiro profissional o diferencial e as atitudes que trazem complemento à sua empresa.

Diferenciar amizade de sociedade: nem todo amigo é um bom empreendedor

Ter uma boa relação com alguém não significa necessariamente ter um parceiro profissional ideal. É comum confundir amizade com sociedade e o resultado disso pode ser desastroso.

Por isso, se você pretende começar um negócio e está pensando em chamar um amigo, analise as características profissionais e objetivos dele. A partir daí, entenda se a união é viável.

Entre as empresas que deram certo criadas por amigos, estão:

  • HP;
  • Microsoft;
  • Sony;
  • Youtube.

Ter objetivos bem definidos

Saber onde quer chegar é preciso para achar pessoas que estejam dispostas a trilhar o mesmo caminho.

Embora, saber que ganhar dinheiro e ficar rico não são objetivos que constituem sozinhos uma empresa de sucesso é preciso. Alguns exemplos de objetivos profissionais que podem ajudar a enfrentar as dificuldades são:

  1. Mudar a situação atual do mercado;
  2. Melhorar a qualidade de vida das pessoas;
  3. Beneficiar a saúde da população;
  4. Transformar a vida financeira da população.

Com essas dicas fica mais fácil saber como encontrar um sócio que acrescente e acredite em seu projeto. Para mais conteúdos: acompanhe a nossa carta do fundador com insights valiosos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *