Home Blog Como investir em Dólar? Aprenda 4 formas!

Como investir em Dólar? Aprenda 4 formas!

como investir em dolar

Saber como investir em dólar em períodos de crise e alta da inflação é uma ótima alternativa para os investidores.

No entanto, é preciso destacar que saber como investir em dólar não significa especular.

Para descobrir como investir em dólar de maneira segura e rentável, é preciso conhecer algumas características dessa forma de investimento.

Como funciona a cotação do dólar? como investir em dolar 1

A cotação do dólar é baseada na disputa entre a oferta e a procura, ou seja, quanto mais pessoas interessadas na moeda, maior o seu valor no mercado.

Para conter isso, em alguns casos o Banco Central faz intervenções diretas no câmbio, comprando ou vendendo dólares.

O objetivo disso é reduzir a volatilidade do dólar no país, evitando que ele fique “muito caro ou muito barato”.

Quais os tipos de dólar?

O dólar americano, principal moeda do mundo, possui três tipos diferentes: o comercial, turismo e paralelo.

Para entender melhor como cada um deles é oferecido no mercado, confira como eles funcionam:

Dólar Comercial

O dólar comercial é usado para a definição das taxas de transações financeiras não ligadas ao turismo, como:

  • Importações;
  • Exportações;
  • Grandes volumes de negócios entre governos.

Além disso, as Bolsas de Valores também operam pela cotação comercial do dólar.

Dólar Turismo

O dólar turismo é aquele utilizado para viagens, sendo assim o menos ideal para investir.

Essa cotação é ideal para a referência do preço de passagens aéreas, conversão de compras no exterior realizadas no cartão de crédito e até mesmo o preço do papel-moeda comprado em casas de câmbio.

Dólar Paralelo

O dólar paralelo é chamado dessa forma por caracterizar o tipo de comercialização ilegal da moeda norte-americana.

Entre eles, estão transações feitas de maneira clandestina, como o empréstimo de dinheiro sem supervisão do Banco Central.

Dólar futuro

Com o dólar futuro, temos a negociação de uma commoditie financeira na Bolsa de Valores.

Essa transação consiste em um contrato de compra ou venda da moeda norte-americana por um valor e período definidos no momento da compra.

Portanto, após o seu vencimento, existe a possibilidade de recolher seus resultados, sejam eles positivos ou negativos.

Como investir em dólar?

No Brasil, investir em dólar é uma prática de investidores que buscam pela diversificação em sua carteira de ativos.

Mesmo não garantindo retorno, o dólar, ao longo do tempo, funcionou muito bem para aplicação em forma de hedge (ou proteção) de patrimônio.

Isso costuma ser feito principalmente em momentos de recessão ou de correção do mercado.

Existem diversas formas de investir em dólar. São elas:

  • Papel moeda;
  • Ações de empresas exportadoras;
  • Fundos cambiais;
  • Contratos futuros;
  • Mercado Forex.

Entre esses métodos, o mais utilizado continua sendo a compra de papel moeda, sendo ela a menos eficiente.

Isso porque, além dos custos elevados, as instituições financeiras cobram IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), spread (diferença entre preço de compra e preço de venda) e algumas outras taxas.

Por isso, para evitar prejuízos e impulsionar seus investimentos em dólar, confira como funcionam as diferentes formas de investir na moeda norte-americana.

Investir em dólar: conheça 4 formas de começar

A forma mais convencional de investir no exterior é através da abertura de conta em uma corretora de valores internacional.

O problema disso é que, por cada país possuir suas regras, existem uma série de burocracias e riscos envolvidos nesse procedimento.

Em contrapartida, no Brasil, existem alguns tipos de investimento que permitem o investimento em dólar de maneira segura.

Confira quais são elas:

Fundos cambiais

Os fundos cambiais são investimentos com 80% das aplicações em títulos ligados à variação de moedas estrangeiras ou taxas de juros, como os cupons cambiais.

Para aqueles com um perfil mais arrojado, os fundos destinados ao investimento em dólar podem valer a pena.

O objetivo desse tipo de investimento é a manutenção do poder de compra em moeda estrangeira, seja para o consumo internacional ou para a proteção do capital contra as oscilações da economia.

Os fundos cambiais fazem a cobrança da Taxa de Administração, que varia de acordo com a política do fundo, mas costuma ser de 1% ao ano.

Fundos multimercados

Outro fundo de investimento que envolve a aplicação através de moedas estrangeiras é o fundo multimercado.

Esse tipo de fundo tem como objetivo o aporte em diferentes mercados, como a renda fixa, câmbio e ações.

Com isso, os riscos envolvidos nos investimentos são equilibrados e conseguem ser mais consistentes que os resultados de fundos cambiais.

Minicontratos de dólar futuro

O dólar futuro é um ativo negociado na Bolsa de Valores, em um ambiente próprio chamado Mercado Futuro.

Nele, a compra de um contrato (disponibilizado pela B3) pode ser negociada após um período, de acordo com seu vencimento determinado no ato da compra.

A intenção disso é contar com as oscilações da moeda estrangeira para que o rendimento obtido seja satisfatório.

O vencimento dos contratos pode ser em qualquer momento do ano, possibilitando ganhos com a valorização (compra) e desvalorização (venda) em diferentes períodos.

Mercado Forex

As operações no Forex consistem na compra de uma moeda e a venda de outra de forma simultânea. Portanto, as moedas são negociadas em pares, como por exemplo: dólar e real.

Nesse tipo de investimento, o que é comprado não é as moedas, mas sim a relação monetária de troca (ou taxa de câmbio) entre elas.

De acordo com a variação dessas taxas, de acordo com o valor relativo das moedas é que motiva diferentes estratégias de investimento.

Mas vale lembrar que as cotações das moedas não variam rapidamente. Por isso, conseguir uma alta rentabilidade com esses investimentos deve ser um objetivo de longo prazo.

Por que investir em dólar?

O poder de compra do Dólar tem grande importância na preservação do patrimônio dos investidores brasileiros.

Com o aumento da inflação, onde os preços sofrem uma alta generalizada, o dinheiro acaba perdendo valor e fica cada vez mais difícil comprar produtos e serviços.

Por isso, se você busca como investir no dólar, é importante entender que essa é uma boa alternativa.

No entanto, é importante se atentar aos riscos envolvidos em sua estratégia de diversificação.

Uma forma inteligente de se utilizar o dólar nos investimentos é colocá-lo como forma de hedge, com a função de proteger contra eventuais depressões do mercado.

Mesmo assim, para quem entendeu como investir em dólar, ainda assim, precisa compreender que esse investimento é variável (de renda variável) e não existe nenhuma garantia efetiva de retorno, e isso deve ser levado em conta ao pensar sobre investir em dólar.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *