Home Blog Prazos de compensação bancária: quanto demora para o dinheiro cair?

Prazos de compensação bancária: quanto demora para o dinheiro cair?

compensacao bancaria 1

O tempo que o dinheiro demora para cair na conta é a compensação bancária. Esses prazos destinados para que o valor esteja disponível varia de acordo com a modalidade da transação e os valores dispostos.

Por conta de uma má educação financeira, muitos brasileiros se confundem quando o assunto é compensação bancária, as siglas D+0, D+1, D+2 e afins. Esses termos podem parecer difíceis de entender, mas são simples e ajudam na hora de cumprir prazos de transações financeiras.

O prazo de compensação bancária é o procedimento realizado pelas instituições para que possam conferir os dados e valores destinados para pagamentos ou transferências.

Como funciona a compensação bancária

O prazo de compensação de transferências é assentado pela nomenclatura D+n, onde o n é substituído por (0,1,2,3…).

Ou seja, o n equivale a quantidade de dias necessários para que o valor da transação esteja disponível, por exemplo:

  • D+0: compensação efetuada imediatamente;
  • D+1: compensação de um dia útil;
  • D+2: compensação  de dois dias úteis;
  • D+30: compensação que pode ultrapassar até trinta dias úteis.

Dessa forma, o período de compensação irá variar de acordo com o tipo de operação financeira.

Além disso, é importante ressaltar que o tempo para compensação também pode variar dependendo de finais de semana e feriados.

Por exemplo, se o valor for depositado em uma sexta-feira, é preciso que se considere esse prazo válido apenas para dias úteis para que não ocorra nenhum problema relacionado ao cumprimento de dilatação.

Prazo de compensação bancária de depósitos

O tempo para compensação de depósito diversifica de D+0 até D+5.

  • Depósito em dinheiro na boca do caixa: prazo de compensação de D+0;
  • Depósito em cheque na boca do caixa: compensação bancária de D+3 ou D+4;
  • Depósito em dinheiro no envelope: compensação bancária de depósito antes das 16h (D+0) e depósito depois das 16h (D+1);
  • Depósito em cheque no envelope: compensação bancária de depósito antes das 16h (D+3 ou D+4) e depósito depois das 16h (D+4 ou D+5).

Prazo de compensação de transferências

O tempo para compensação de transferências diversifica de D+0 até D+1.

  • Transferência entre contas de bancos diferentes através de TED: compensação de D+0;
  • Transferência entre contas de bancos diferentes através de DOC: compensação de D+1;
  • Transferência entre contas na mesma instituição: compensação de D+0.

Prazo de compensação bancária de boletos

O tempo para compensação de boleto bancário é de D+3.

Prazo de compensação de cartão crédito

O tempo de compensação para cartão de crédito é de D+0 até D+1.

Saber quanto tempo o dinheiro demora para cair na conta ajuda para organizar melhor as finanças tanto para pagamentos e transferências, tanto quanto para saber o prazo para compensação ligada a investimento.

A compensação bancária é um sistema presente no dia a dia de quem trata direta ou indiretamente com o dinheiro e o processo de compensação é igual independente do banco em que se esteja vinculado. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *