Conciliação de cartões: entenda como funciona esse processo!

conciliacao de cartoes

O Brasil é um forte mercado de crédito, negócios de tecnologia nas finanças, inclusive, são agentes dessa expansão. De uma forma geral, o cartão de crédito também é uma maneira de lidar com transações (em empresas), e, por isso, é importante fazer a conciliação de cartões.

A conciliação de cartões funciona por meio da checagem e validação das informações relativas a todas as movimentações realizadas com um cartão de crédito.

Então, a conciliação de cartões é uma forma de verificar se os débitos, compensações e prazos, estão alinhados com o programado. E isso é importante para a sustentabilidade da educação financeira!

Por exemplo, um lojista vendeu determinado item e receberá daqui a 30 dias, deve constar, portanto, esse valor em um lançamento futuro.

Como funciona a conciliação de cartões?

A conciliação de cartão de crédito permite que empresas e pessoas atinjam uma exatidão na hora de pagar dívidas, cobranças e avaliar os ganhos.

Nessa perspectiva, ela concilia os gastos e recebimentos em prol de um melhor controle financeiro.

Por exemplo, uma loja de roupas vende a prazo suas peças, o cliente comprou no dia 15, mas o lojista só receberá no próximo mês (devido a maquininha de cartão) com uma taxa em cima daquela venda.

Nesse caso, se a taxa cobrada pela venda for mais elevada que o normal, o valor recebido será diferente, o que pode prejudicar o planejamento do fluxo de caixa do negócio.

Inclusive, é conhecida como conciliadora de cartões, aquela empresa que auxiliam pessoas e outras empresas na questão financeira e verificação de incongruências, entre outras questões que incidem em uma fatura de cartão de crédito.

Além disso, para fazer conciliação de cartões depende da modalidade escolhida.

São dois os métodos de conciliação de cartões existentes, entre eles:

  • Conciliação de cartões manual: para realizar a conciliação nessa modalidade é necessário organizar e arquivar toda movimentação financeira realizada. Geralmente, com o uso de planilhas e através de um profissional da área contável;
  • Conciliação de cartões automática: utiliza um sistema de automação que permite inserção das movimentações em tempo real para que posteriormente seja planificado e acessível. Assim, garante um ganho ágil de produção e exatidão nas informações.

Apesar do método automático, a modalidade é relativa as necessidades.

Por exemplo, uma empresa, geralmente, opta pela formalização automática, mas se for para apenas uma pessoa, pode ser resolvido de forma manual.

A questão manual é que pode ocorrer erros de digitação e demanda mais tempo para checar as taxas cobradas pelas operadoras, além dos extratos.

Na automática, se compara o resultado arquivado com a fatura, assim, é muito mais simples de identificar incongruências.

Quais são os benefícios da conciliação de cartões?

A conciliação permite que empresas tenham um controle de vendas, saibam quais foram as dívidas, cobranças e recebimentos que ocorreram em determinados períodos.

Além disso, entre os benefícios da conciliação de cartões:

  • Verificar os valores das taxas administrativas: é muito comum que as operadoras de cartão de crédito tenham uma taxa de manutenção ou administrativa, anuidade, e até a taxa de juros. Conhecer isso permite questionar em caso de valores divergentes;
  • Checar a congruência dos valores compensados: com essa conciliação é possível verificar se os valores já recebidos estão de acordo com os valores programados, se não, questionar quais os motivos pela não compensação;
  • Identificar cancelamentos: a conciliação do cartão permite visualizar as ocorrências de cancelamentos. Além disso, os motivos do cliente ter executado e as datas, assim, a empresa poderá verificar as nuances por trás do cancelamento;
  • Averiguar compras inválidas: é válido tanto para a questão das fraudes, golpes e furtos, mas também, identificar compras duplicadas, compras que foram canceladas (porém, permaneceram creditadas), entre outras questões relativas;
  • Descobrir o recebimento futuro: permite antecipar o cálculo de quanto será recebido no determinado período, além disso, auxilia uma empresa ou negócio na identificação de incongruências, assim, o fluxo de caixa é controlado de acordo.

Por fim, a conciliação de cartões auxilia pessoas e empresas a entender quais foram as movimentações durante aquele período analisado, saber qual gastos entraram no orçamento do mês e quais recebimentos (no caso das empresas).

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos