Home Blog Consultoria para pequenas empresas: vale a pena contratar uma?

Consultoria para pequenas empresas: vale a pena contratar uma?

consultoria para pequenas empresas

Diversos fatores levam empresas, especialmente as de pequeno porte, a uma situação de extinção. Entre os principais, estão: fidelização de cliente, não planejar, não valorar bem produto e outros. Contudo, isso pode mudar através da consultoria para pequenas empresas.

A consultoria para pequenas empresas funciona como um tipo de orientação em que determinadas empresas e pessoas buscam para solucionar problemas, mudar uma situação atual ou prospectar melhores situações e caminhos a seguir.

Portanto, a consultoria para pequenas empresas é uma forma de auxiliar empresas de pequeno e médio porte com questões mercadológicas, de gestão e até mesmo as questões estratégicas.

Por meio dela, é possível não somente solucionar algumas dúvidas, mas também direcionar a empresa em caminhos que antes não eram enxergados com facilidade.

Para que serve a consultoria empresarial?

Existe uma mistificação em relação ao preço ou acesso a consultoria. Algumas pessoas e pequenas empresas são levadas a acreditar que esse tipo de serviço, por vezes, é muito caro e que não condiz com sua serventia.

Porém, em uma consultoria empresarial, se esclarece muitas coisas e não necessariamente, ela precisa ser muito cara.

Existem consultorias acessíveis e que se adaptam de acordo com a necessidade de cada perfil, é possível até contratar um consultor fixo para a empresa pequena.

Por conseguinte, independente da área em que a empresta está localizada, uma consultoria empresarial serve para:

  • Auxiliar com processos legislativos e tirar dúvidas sobre a legislação em si;
  • Formular ou ajudar no sistema de gestão e cultura organizacional;
  • Diagnosticar a situação empresarial e sugerir mudanças;
  • Propor soluções diante problemas que acometem a empresa;
  • Suporte a tomada de decisões relativas ao negócio;
  • Visão de fora do negócio e conhecimento sobre o setor em que a empresa está inserida;
  • Vantagem competitiva para a empresa (não é uma obrigação, mas uma possibilidade).

Vale lembrar que os consultores não serão responsáveis por implementar as decisões e nem tomar as rédeas da empresa.

A responsabilidade é unicamente dos responsáveis pela empresa, mas os mesmos podem apreender os conselhos do consultor e se beneficiar com isso.

Como funciona a consultoria para pequenas empresas?

Os objetivos e funções para a consultoria podem cambiar de acordo a modalidade de empresa ou negócio.

É muito comum que o cliente e as suas características façam com que as consultorias sejam diferentes, fazendo com que sejam traçados planos diversos.

Por exemplo, uma consultoria para empreendedores em startups diverge de consultorias prestadas para empresas de grande porte e que já estão estabelecidas no mercado.

Essas consultorias são, muitas vezes, eficazes para direcionar a inciativa empreendedora de forma sustentável.

São etapas da consultoria para pequenas empresas:

  • Diagnóstico empresarial: realizar um diagnóstico sobre as condições da empresa, áreas que necessitam melhoras e pontos positivos. Dessa forma, também se classificam as vantagens comerciais para que as mesmas possam ser mais bem aproveitadas;
  • Planejamento: no âmbito gerencial, estratégico e operacional, atua como um auxílio na questão das ferramentas de planejamento com possibilidade de melhor engajar a empresa em direção aos objetivos que desejam alcançar;
  • Acompanhamento: monitoramento das propostas suscitadas durante a consultoria. Geralmente, se agenda uma data dentro de um prazo em que marca tanto o fim da consultoria quanto das prospecções que foram levantadas.

Por fim, a consultoria para pequenas empresas vale a pena se existe a necessidade de ajuda para conduzir a pequena empresa ou negócio. Contudo, para encontrar a consultoria que melhor se encaixe com a empresa, é importante checar a expertise dos consultores, seu histórico e sua atuação no mercado. Mais conteúdos? Inscreva-se no nosso Whatsapp.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *