8 dicas de como manter as contas em dia e por que isso é tão importante

contas em dia

Pagar taxas de juros altíssimas ou ter o nome negativado no Serviço de Proteção ao Crédito, pode ser uma dor de cabeça real. Para evitá-lo, é preciso colocar as contas em dia.

O processo de colocar as contas em dia funciona por meio de um pagamento ou quitação de uma dívida em aberto. Atuando melhor pela antecipação de dividas e planejamento financeiro para pagá-las.

Por isso, manter as contas em dia é o equivalente a conseguir controlar os gastos mensais de acordo com os ganhos. Com isso, conseguir conservar uma estabilidade financeira livre de endividamentos sérios.

Evitar a inadimplência e colocar em dia as contas

Como evitar a inadimplência e manter as contas em dia? Para pagar em dia os débitos, é preciso planejar, mas não somente isso, alguns pontos importantes para manter as contas organizadas:

  • Conhecer todos os gastos atuais: esse é o primeiro passo, tomar conhecimento de todos os gastos para saber suas eventuais necessidades e sintomas;
  • Ganhar mais do que os gastos: uma forma de superar as dívidas é receber mais que os valores devidos. É possível buscar meios alternativos como, aprender sobre educação financeira, aplicativos transporte e criação de negócios de pequeno porte;
  • Quitar dívidas de acordo com o grau de importância: verificar quais dívidas são mais críticas e suas consequências, ajuda a iniciar o processo de controle financeiro e amenizar o efeito nas demais dívidas;
  • Iniciando uma reserva após quitar as dívidas: manter uma quantia em segurança e conseguir um equilíbrio financeiro, para assim, estar preparado para determinadas eventualidades;
  • Organizar orçamento financeiro e doméstico: relacionar todos os gastos novos, não somente seus, mas os dependentes e família, é uma forma e de encontrar problemas que podem ser solucionados através do planejamento;
  • Priorizar despesas: busque quais itens são viáveis de economizar e quais são os gastos desnecessários, evitando assim contas atrasadas;
  • Mantenha gastos em controle e tenha noção dos custos fixos: depois de todo processo de organização não pode cair novamente nas dívidas. Por isso, caso gaste mais em um item, mantenha uma economia em outro e pense de acordo com seus custos fixos;
  • Utilize o débito automático ou Débito Direto Autorizado (DDA) para pagar contas: dívidas como água, luz e outros serviços, podem ser debitadas diretamente das contas salário ou poupança, assim, evitando vencimento da conta e dívidas em aberto.

Caso opte por pagar dívidas fixas com débito diretamente em conta, é preciso se ater ao saldo em conta para evitar que o valor seja mais que o saldo e assim, prejudicar o pagamento. Dessa forma, dívidas desnecessárias podem surgir.

Quais vantagens em pagar as contas em dia

Apesar de parecer difícil, pagar as contas em dia podem apresentar algumas vantagens reais para o bem-estar financeiro, entre elas:

  • Evitar que o nome vá para os bancos de proteção ao crédito SPC/Serasa;
  • Prevenir incômodos diários e ligações de cobranças;
  • Diminuir a taxa de juros a pagar e consequentemente o valor final das dívidas;
  • Possibilidade de construir um fundo de reserva por meio do dinheiro poupado.

Por fim, pagar contas em dia é a melhor forma de evitar o superendividamento. Por isso, procure manter tudo dentro do orçamento, escape das suas armadilhas do consumo (por conhecê-las) e caminhe para um equilíbrio com uma boa educação financeira.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos