Home Blog Corretor de imóveis: como melhorar a performance e vender mais?

Corretor de imóveis: como melhorar a performance e vender mais?

corretor de imoveis

O processo de corretagem de imóveis apresenta alguns desafios para o próprio corretor de imóveis. O corretor deve entender o mercado imobiliário com afinco, ser persuasivo, resiliente e buscar compreender as necessidades do cliente e do proprietário, além disso:

O corretor de imóveis funciona através de uma empresa imobiliária ou por carreira solo e tem como premissa, auxiliar pessoas na aquisição de imóveis, na venda ou na locação. É uma profissão certificada por lei e apenas profissionais com o registro específico podem executar.

Então, o corretor de imóveis é o profissional que trabalha com a venda, locação e compra de imóveis.

Através dele, empresas e pessoas têm acesso a um profissional com conhecimento do mercado, que gerencia os valores de acordo e, geralmente, fecha contratos mais atraentes no empreendedorismo.

Quem pode ser corretor de imóveis?

Os corretores de imóveis devem ser registrados no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) da região de atuação do profissional, e inclusive deve estar com a anuidade em dia.

Isso advém da lei 6.530 de 1978, que discrimina que para ser corretor de imóveis é obrigatório estar com registro ativo no CRECI, caso contrário, está sujeito as contravenções penais.

As contravenções penais advêm da lei 3688/41 que tem como premissa considerar as contravenções como “crimes menores”, puníveis com multa ou prisão simples (regime aberto ou semiaberto).

Portanto, a pessoa que exerce a função de corretor de imóveis sem o devido registro ou sem estar em dia com cadastro junto ao CRECI, corre o risco de ser atuado por contravenção.

Como ser um bom corretor de imóveis?

Devido ao grande acervo tecnológico e a internet, os consumidores estão mais atentos e por vezes, com um conhecimento avançado sobre o mercado imobiliário. Por isso, impressionar o cliente que busca corretagem de imóveis é algo complexo.

Nessa perspectiva, o papel do corretor de imóveis avança em direção a melhor atender as necessidades de um cliente, que podem não ser supridas por um aplicativo ou tecnologia, por exemplo, a ação de conhecer em detalhe o cliente e oferecer um imóvel ideal.

Já que detalhar o cliente é fundamental para corretar imóveis, vale lembrar algumas perguntas e dicas para corretor de imóveis conseguir entender saber uma pessoa que deseja locar, vender mais ou comprar imóveis:

  • Qual é o perfil do cliente: como é a estrutura familiar em relação a quantidade de quartos necessários. Qual será o perfil de inquilino que o dono do imóvel está buscando;
  • Quais são os interesses no imóvel: quais são os motivos do cliente para desejar determinado imóvel. Quanto mais conhecer os clientes, o corretor imobiliário poderá vender imóveis;
  • Qual tempo de moradia: será locação ou uma compra efetiva, se for aluguel, por quanto tempo. Essa premissa compreende que determinados imóveis estão disponíveis para uma modalidade ou para ambas e caberá também ao corretor negociar os interesses.

Atenção!

  • Ao realizar a venda de imóveis, é crucial conhecer o imóvel e entender quais serão as demandas do proprietário e cliente. Assim, não terá frustrações para todos os envolvidos, além de evitar o risco de processos, vender algo que desconhece e afins;
  • O processo de venda de imóveis requer variedade para que se tenha uma melhor possibilidade de ofertar. Não somente a venda, mas as demais modalidades, se o corretor tiver um bom leque de imóveis, mais opções e possibilidades de venda ele terá;
  • Só prometer aquilo que poderá realmente cumprir, caso contrário, perde-se um cliente e talvez até crédito no mercado.

Por fim, o corretor de imóveis deve se precaver quanto ao negócio fechado, conhecer profundamente a necessidade do cliente e conhecer afinco o imóvel, afinal, esses fatores influenciará a forma de agir e ofertar do corretor, além da exatidão da oferta

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *