Corretora de investimentos: vale a pena utilizar?

corretora de investimento

Com um número maior de corretoras de investimentos independentes, investir vem se tornando cada vez mais prático e acessível. 

No entanto, muitos investidores ainda não entendem bem o papel desempenhado por uma corretora de investimentos. 

A corretora de investimentos, ou corretora de valores, é a instituição responsável por intermediar a compra e venda de ativos financeiros. 

O que é uma corretora de investimentos?

A corretora de investimentos, como dito anteriormente, é a instituição financeira responsável por intermediar ordens de compra e venda na Bolsa de Valores. 

As corretoras são peças fundamentais do sistema financeiro, atuando principalmente para investimentos na bolsa de valores. 

Basicamente, se uma pessoa física comum desejar investir na bolsa de valores, será necessário a intermediação de uma corretora autorizada. 

No entanto, a corretora de valores, por sua vez, para poder fazer a intermediação, necessita da autorização do BACEN (Banco central) e CVM. 

  • BACEN: a constituição de toda corretora de valores depende da aprovação do Banco Central; 
  • CVM: é a Comissão de Valores Mobiliários. O exercício das atividades das corretoras dependem da autorização do CVM.

O que faz uma corretora de investimentos?

corretora de investimentos

Uma corretora de investimentos conta com uma equipe de economistas, que são responsáveis por analisar as expectativas do mercado financeiro. 

Além disso, as corretoras de valores efetuam a análise dos papéis que estão sendo negociados na bolsa de valores. 

Dessa forma, as corretoras de investimento criam materiais para informar os investidores e atuam na gestão das carteiras de ativos e na gestão dos fundos de investimento. 

Dessa forma, além de possibilitarem a intermediação com a bolsa de valores, elas oferecem suporte para os investidores já experientes no mercado. 

Corretora de investimentos ou banco? 

Os bancos, assim como dito acima, também podem exercer a função de intermediar negociações de ativos financeiros. 

Na realidade, antes da popularização das corretoras independentes, o mais comum era que as pessoas investissem através dos bancos. 

No entanto, hoje em dia, com a grande variedade de opções, muitos investidores se questionam se vale mais a pena investir através de um banco ou corretora. 

Nos bancos, normalmente, é mais fácil ter acesso a um gerente, que vai te acompanhar e te apresentar a algumas opções de investimentos. 

Contudo, o que parece ser um benefício dos bancos, pode, na verdade, ser visto como uma desvantagem. 

Ao longo do tempo, muitos investidores perceberam que os produtos financeiros oferecidos pelos bancos não eram os mais rentáveis. 

Dessa maneira, muitas vezes os gerentes aproveitavam-se do pouco conhecimento dos clientes para vender produtos de péssima qualidade, chegando até não possuir rentabilidade real. 

Mas, claro, as instituições financeiras se adaptaram para o mercado atual, sobretudo as corretoras de valores, que estão se expandindo cada vez mais nos meios digitais. 

Porém, não só as corretoras, como os bancos, vêm aperfeiçoando seus serviços e reduzindo os custos para o investidor. 

No entanto, é importante saber que os bancos também podem ser responsáveis por essa atuação intermediária no mercado financeiro. 

Logo, é importante que o investidor saiba bem o que é uma corretora de investimentos e o que pode torna-la atrativa quando comparada com um banco. 

Portanto, na hora de decidir através de qual instituição investir, é necessário se fazer as seguintes perguntas: 

  •  Qual instituição oferece a maior variedade de produtos? 
  •  Qual cobra a menor taxa de corretagem? 
  •  A corretora cobra taxa de custódia? 
  •  Qual oferece as ferramentas que eu mais preciso? 

Como investir em uma corretora de investimentos? 

Para começar a investir na bolsa de valores e alguns títulos de renda fixa, é recomendado abrir conta em uma corretora que ofereça produtos para o seu perfil. 

Assim, após a escolha da melhor corretora de valores, o segundo passo é transferir dinheiro para a sua nova conta. 

No caso, a conta de qualquer corretora atua como uma conta de banco (sem o rendimento da poupança). 

Após a transferência dos valores, para começar a investir basta: 

  1. Fazer um planejamento financeiro; 
  2. Avaliar as opções de renda variável (AçõesFIIs, ETF’s, etc.) e de renda fixa (CDB’sTítulos do tesouroLCI e LCA, etc.); 
  3. Escolher as aplicações de acordo com o seu perfil de investimentos; 
  4. Operar pelo horário de funcionamento (em média) entre 9:30 até 17h ou mandar ordens para o dia seguinte; 
  5. Acessar o home broker da corretora para realizar a compra ou venda ou enviar ordem de outra forma que a corretora disponibilize. 

Assim, vale lembrar que a grande maioria das corretoras permitem abrir uma conta de forma gratuita, além disso, algumas não cobram taxa de corretagem para determinadas operações. 

É interessante que você saiba antes em quais investimentos pretende aplicar seu dinheiro, para assim abrir uma conta em alguma corretora que o isente do pagamento da corretagem. 

Teste se o home broker e as demais ferramentas que a corretora de investimentos oferece, e avalie sua adaptação a elas no dia a dia. 

Cuidados com a corretora de investimentos 

Agora que você entende melhor as corretoras de investimentos, é válido destacar alguns cuidados necessários. 

Esses cuidados necessários com as corretoras de investimentos serão úteis para que você escolha alguma que seja vantajosa para seu bolso. 

Taxa para alguns produtos 

Como já mencionado, algumas corretoras isentam a taxa de corretagem para determinados produtos. 

Então faz sentido escolher aquela que isente os investimentos que você irá negociar com maior frequência. 

Assim, um ótimo exemplo é o Tesouro Direto. 

Dessa forma, esse investimento é um título do tesouro nacional e você pode comprá-lo através de plataformas do próprio tesouro. 

Não olhe só para o preço 

Escolher aquela corretora que oferece os serviços por um menor preço sempre será vantajoso. 

No entanto, existem outros aspectos a serem levados em consideração, como: 

  • Segurança da instituição; 
  • Qualidade dos serviços oferecidos; 
  • Disponibilidade de opções de investimentos. 

Opte pela informação 

É muito importante contar com uma instituição que te educa e, consequentemente, auxilia nos investimentos. 

Por isso, opte por aquelas que vão fornecer relatórios simples e completos. 

Desta forma, você mesmo poderá avaliar os investimentos, e escolher aquele que mais faça sentido no seu objetivo.

Dessa forma, é válido também prezar pela facilidade de comunicação. 

Assim, caso ocorra algum problema, é muito importante que a corretora esteja disponível e o ajude.

Por fim, é indicado que você pesquise bem sobre as corretoras de investimentos disponíveis no mercado nacional e escolha aquela que mais combina com você. 

O que é uma corretora de investimentos?

É a instituição financeira responsável pela intermediação de compra e venda na bolsa de valores.

Qual a função da corretora de investimentos?

Atuar na gestão das carteiras de ativos e na gestão dos fundos de investimento.

Como investir através de uma corretora?

Para começar a investir na bolsa de valores recomenda-se abrir uma conta em uma corretora que ofereça produtos para o seu perfil investidor.

 

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos