Home Blog O que é um coworking? Quais são as vantagens de trabalhar em um?

O que é um coworking? Quais são as vantagens de trabalhar em um?

coworking 1

Se você é um empreendedor autônomo e tem dúvidas quanto ao seu espaço de trabalho, talvez seja interessante conhecer sobre o coworking.

O coworking é uma das grandes tendências atuais no que diz respeito aos ambientes profissionais. Por isso, vale a pena entender como ele funciona e quais seus benefícios!

O que é coworking?

coworking

O espaço de coworking é um ambiente de trabalho desenvolvido para o uso coletivo, sendo assim, bastante inovador.

Ele apresenta uma estrutura física semelhante a de um escritório tradicional. No entanto, seu diferencial está no compartilhamento do local entre diferentes empresas e profissionais.

Entre as pessoas que utilizam coworking, estão:

  • Empreendedores individuais;
  • Autônomos;
  • Funcionários de empresas;
  • Microempreendedores.

No Brasil, os coworkings não param de crescer, com mais de 100 espaços espalhados pelos estados do país.

Como funciona um espaço de coworking?

No coworking, existem diferentes formas de divisões do mesmo espaço. Tradicionalmente, os profissionais compartilham o mesmo local, tendo assim a companhia diária de outras pessoas.

No entanto, para empresas que necessitam de um espaço mais reservado, o coworking também oferece um espaço privado. Assim, possibilitando o recebimento de clientes de maneira privativa e confortável.

Dentro do escritório compartilhado, o mais interessante são os eventos promovidos pelo coworking. Neles, é promovida a troca de conhecimentos e disseminação de ideias dos mais variados grupos.

Fazendo, assim, que a elaboração dos projetos privados seja impactada positivamente pelo networking diário.

O que fazer para utilizar um espaço de coworking?

Os espaços de coworking são promovidos por empresas especializadas no ramo. Por isso, para se instalar em um deles, é preciso contratar um plano.

Ele é desenvolvido de acordo com a frequência de uso dos espaços e as necessidades de cada profissional. Assim, variando-se entre:

  • Número de horas trabalhadas;
  • Tipo e tamanho do espaço utilizado;
  • Localização no estabelecimento.

Para os profissionais autônomos, os planos baseados na frequência de uso podem ser mais econômicos.

Isso porque existe a flexibilidade de horário, onde muitas vezes acaba sendo possível trabalhar de casa, em home-office.

Mas para decidir qual a melhor maneira de começar a utilizar um espaço de coworking, a pesquisa é a melhor solução.

Ao analisar todos os escritórios disponíveis em sua região, fica mais fácil encontrar aquele que te deixe mais à vontade.

Assim, cumprindo a função do coworking, que é de oferecer um espaço profissional plural e de qualidade.

Quais são as vantagens do coworking?

Existem diversos benefícios relacionados ao trabalho no coworking. Por isso, vale a pena analisar os principais entre eles:

Melhor custo-benefício

Os planos oferecidos pelo coworking são, definitivamente, mais baratos do que os dos escritórios tradicionais.

E dentro deles, os profissionais conseguem obter diversos benefícios inclusos, como:

  • Internet;
  • Limpeza e manutenção do local;
  • Recepção.

Isso mesmo, os espaços de coworking possuem seus próprios profissionais. E, diariamente, eles se dedicam para proporcionar uma ótima experiência no local.

Por isso, falando de economia, o coworking pode ser uma ótima solução para negócios com poucos recursos de funcionamento.

Networking intenso

A interatividade no espaço de coworking é bastante revigorante. Muitas vezes, em um pequeno papo de elevador, é possível aprender sobre uma nova área ou descobrir uma novidade no mercado.

E tudo isso é causado pela união de profissionais de diferentes áreas, sendo extremamente importante para o mundo do empreendedorismo.

Essa interatividade também facilita o fechamento de parcerias, já que ajuda na divulgação da marca. Tudo isso diariamente, sem nenhum custo ou esforço.

Praticidade

Como já dito, para utilizar um espaço compartilhado de um coworking não é preciso muito esforço.

Apenas ao se dirigir ao espaço e combinar um plano mensal ou variado, já é possível trabalhar no local.

Já para alugar um escritório tradicional, é preciso fechar contratos e alinhar obrigações e exigências de permanência.

Ou seja, o coworking é um espaço feito para pessoas práticas, que buscam por interatividade e praticidade. E justamente por conta disso, tem seus processos bastante facilitados.

O famoso endereço comercial

Um grande problema para os profissionais autônomos que trabalham em home-office é a falta de um endereço comercial.

Isso é bastante prejudicial para sua produtividade, relação com clientes e recebimento de encomendas.

Ao trabalhar no espaço de coworking, tanto as empresas quanto os profissionais podem utilizar o endereço do espaço como seu. Portanto, obtendo automaticamente um endereço comercial bem localizado.

Assim, ao visitarem o seu trabalho, seus clientes continuarão se sentindo à vontade, mas sobre um ambiente profissional e de credibilidade.

Quais são as desvantagens do coworking?

Calma que nem tudo são flores! É claro que existem algumas desvantagens relacionadas ao uso do coworking.

Na verdade, elas estão relacionadas à adaptação e alinhamento de atividade junto ao espaço. Confira quais são as principais desvantagens do coworking:

Menos privacidade

Mesmo os espaços privados pertencentes às empresas possuem uma estrutura mais exposta, geralmente com paredes de vidro.

E isso, muitas vezes, acaba incomodando alguns profissionais que desejam um momento mais privativo dentro do escritório.

Assim, causando certo desconforto em reuniões mais privadas,  relevantes para uma empresa.

Pouca liberdade dentro do ambiente

Algo que também incomoda muitos usuários do coworking é a necessidade de se adaptar à um escritório padrão. Muitas vezes, ele acaba não suprindo às necessidades de uma equipe e prejudicando a produtividade.

Deixando, assim, algumas pessoas um pouco desconfortáveis.

Menor flexibilidade no horário

Outro ponto negativo do coworking é a necessidade de se moldar a partir dos horários definidos pelo espaço.

Ou seja, quando há a necessidade de uso do espaço em horários não convencionais, como na madrugada, o profissional fica impossibilitado.

Por isso, para quem não trabalha em horário comercial, o coworking pode ser um pouco limitador.

Facilidade de distração

O fluxo intenso de pessoas dentro do coworking é bastante positivo. No entanto, existem momentos em que ele acaba prejudicando a produtividade dos profissionais.

Isso ocorre, pois todos nós temos aquele momento em que precisamos de mais silêncio para se concentrar em uma tarefa. E isso não pode ser garantido dentro de um espaço compartilhado.

Por isso, vale a pena avaliar se você tem dificuldades em relação a este tipo de ambiente. Evitando, assim, possíveis desconfortos.

Como você pôde ver, existem inúmeras características relacionadas a um espaço compartilhado. E, por conta disso, é preciso avaliar esses fatores um por um.

Só depois disso, você poderá definir se o coworking vale a pena para o seu trabalho e se você deseja fazer parte dessa experiência diária. Acompanhe a nossa carta do fundador, com conteúdos diários e gratuitos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *