Home Blog Crise econômica: o que isso significa e como lidar com ela?

Crise econômica: o que isso significa e como lidar com ela?

como economizar dinheiro 2

Cada vez mais as pessoas se preocupam com o aspecto financeiro. Seja na fala em uma crise econômica mundial ou no medo do aumento da taxa de desemprego. No entanto, para alguns, pode ser confuso entender o que realmente a crise significa.

Apesar do termo crise econômica ser, na maioria das vezes, utilizado como referência ao passado, a atualidade é diferente. Antigamente, a crise acontecia devido a escassez, hoje em dia o problema também ocorre por outras causas.

Por exemplo, um dos fatores para a crise econômica mundial pode ser a especulação financeira em setores específicos. Isto significa que, a expectativa e investimento depositado não corresponde à realidade e isso causa desvalorização e prejuízo aos investidores.

Crises econômicas: o que foi a Grande Depressão e a Crise dos Subprimes?

crise-economica

A Grande Depressão

A Grande Depressão, ou crise de 1929, é considerada o pior período de recessão econômica do século 20. Nesta época, cidadãos comuns, acreditando que poderiam lucrar com o crescimento no mercado de ações, começaram a investir na bolsa de valores.

Na maioria das vezes, sem outros recursos além dos que foram investidos e sem conhecimento sobre os riscos.

Neste tempo, houve o crash, ou seja, a queda da bolsa de valores e a economia norte-americana entrou em colapso, causando fechamento de bancos, falência de fábricas e perda do dinheiro investido.

A crise se espalhou globalmente devido aos EUA ter se tornado financiador de alguns países da Europa após a Primeira Guerra Mundial.

Crise do Subprime

Outro grande colapso foi a crise do subprime, ocorrida em 2008, também chamada de bolha imobiliária americana, iniciada a partir da queda do índice Down Jones.

Ela foi motivada pela concessão desenfreada de empréstimos hipotecários de alto risco.

Essas hipotecas eram consideradas ‘podres’. Ou seja, eram concedidas de forma irresponsável para pessoas que tinham más condições de pagamento. Além disso, houveram outros motivos que causaram a crise do subprime:

  • Desemprego;
  • Transferência de créditos sem averiguação;
  • Recém saída da bolha da internet.

O que fazer em caso de crise econômica brasileira?

Os ciclos econômicos podem acontecer em qualquer país, no Brasil não seria diferente. Existem várias formas de flutuação da atividade econômica:

  1. Boom;
  2. Recessão;
  3. Depressão;
  4. Recuperação.

Mas existem maneiras de, não apenas prevenir, mas lidar com a possibilidade de uma crise econômica no Brasil. Além disso, as dicas também são válidas como prática preventiva, ou seja, são formas de otimizar a vida financeira.

●     Conhecer o orçamento;

●     Ter uma reserva de emergência;

●     Investir com responsabilidade;

●     Controlar as despesas;

●     Cortar custos desnecessários;

●     Buscar fontes de renda alternativas;

●     Atribuir valor ao conhecimento.

Algumas pequenas atitudes podem fazer um grande diferença no contexto econômico de uma pessoa ou de uma família como um todo.

Ter conhecimento sobre os recursos financeiros e os limites, é apenas o básico para não entrar em um colapso.

Apesar das especulações constantes sobre uma possível força que leve o país a uma crise econômica, é preciso estar consciente da realidade. Não apenas do país, mas da relação global. Afinal, os prejuízos particulares podem ser causados por forças exógenas. Para ajudar nas suas finanças, baixe o Ebook: Pontapé do Investidor!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *