Custo de um funcionário: saiba quanto custa para contratar alguém

custo de um funcionario 2

Novos projetos? Lidar com o aumento da equipe? Novos colaboradores? Algumas empresas e gestores têm dificuldades em calcular qual é o custo de um funcionário e isso pode refletir negativamente na vida financeira das empresas.

O custo de um funcionário funciona por meio de um cálculo sobre uma série de fatores entre eles, o salário, para determinar os percentuais pagos em relação aos impostos e contribuições. Além disso, há os benefícios: vale transporte e alimentação, 13° e férias.

Então, o custo de um funcionário é um cálculo sobre todos os valores que incidem na contratação de um colaborador e que serão obrigações de uma empresa. Vale salientar que este cálculo deve conter todos os gastos com impostos, extras e combinações formais.

Qual o impacto de novos funcionários em uma empresa?

custo de um funcionario

A empresa que deseja contratar novos funcionários, provavelmente, está necessitando  de ajuda para contemplar áreas que atuantes, novos projetos ou segmentos. Por isso, entender o custo para contratar um funcionário é essencial para o bem-estar da empresa.

Nessa perspectiva, de nada adianta contratar um funcionário se ele irá impactar negativamente a empresa no quesito financeiro. Diversas empresas, inclusive, vão à falência devido ao descontrole financeiro. Portanto, saber:

  • Quais são as funções pré-determinadas para o novo funcionário, elas justificam a contratação?
  • Se o novo ativo ajudará, de fato, a empresa de acordo com a necessidade dela.
  • Se a empresa tem condições financeiras de arcar com esse novo gasto em comparação com a necessidade e os benefícios trazidos para a empresa.
  • Qual é o modelo de contratação, ele é condizente com a realidade financeira e necessidades da empresa?

Saber essas premissas, permite que a empresa se organize, consiga reduzir alguns gastos e se programe para investir ainda mais na empresa, já que a mesma entrará com os recursos de forma planejada.

Como calcular quanto custa um funcionário?

Os custos com funcionários formam potenciais gastos no orçamento anual e mensal de uma empresa. Nessa perspectiva, saber quanto custa um funcionário permite que empresa faça a modalidade de contratação de acordo com a real necessidade da mesma.

Existem alguns fatores que implicam na hora de calcular custo de funcionário, entre eles:

  • Salário: é o fator chave para o cálculo dos demais já que o valor do salário será adotado como base para calcular os valores de contribuição, impostos, vales e afins.
  • Benefícios: seguros, vale transporte, vale refeição, plano de saúde.
  • Encargos trabalhistas: são aqueles custos trabalhistas referentes ao décimo terceiro (sendo compensado no final do ano), férias e Descanso Semanal Remunerado (DSR) – valor pago para nos finais de semana ou dias fora da jornada.
  • Impostos, contribuições e encargos sociais: é levado em conta as contribuições previdenciárias (INSS, FGTS e multas de rescisão).
  • Custos adicionais: licença maternidade e paternidade, itens para trabalho (eletrônicos, uniformes e afins), acidentes. Esses custos podem parecer irrisórios, mas no final, impactaram os custos com funcionários.
  • Ainda exerce influência também o modelo de declaração do Imposto de Renda (IR), seja o Simples Nacional, lucro presumido, real e afins.

Portanto, por meio do cálculo dos custos de contratação a empresa poderá chegar no custo real que aquele funcionário representa e decidir se a aquisição desse ativo é válida, se a modalidade de contratação é o ideal de acordo com a necessidade e se a empresa consegue arcar com os gastos.

Por fim, o custo de um funcionário auxilia empresas na hora de planejar financeiramente seu orçamento para mudanças de equipe, contratação de novos funcionários e ajustes salariais, já que, não adianta ampliar o time e suprir necessidades, se isso será mal planejado e impactará financeiramente a empresa.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos