Custos diretos: o que são, como funcionam e para que eles servem?

custos diretos 2

Na hora de fazer um produto, prestar um serviço ou gestar uma empresa, existem diversos gastos que envolvem esses processos. Por isso, é essencial entender a questão dos custos diretos e indiretos.

Como funcionam os custos diretos?

Os custos diretos funcionam como um cálculo de toda base monetária gasta em função de uma atividade, realização de um serviço ou criação de um produto. Além deles, existem também os custos indiretos que são gastos derivados, por exemplo, comprar um fone para smartphone.

Então, os custos diretos é um tipo de custo que atua como gasto relacionado a matéria prima em uma obra civil, na produção de um determinado conteúdo ou criação do produto de uma empresa, e demais insumos.

Portanto, eles subsidiam a execução da produção e detalha qual o custo objetivo de um produto ou ação.

Quais os tipos de custos existentes?

Em uma boa gestão de custos, saber dos custos diretos e indiretos é uma forma de controlar quais serão os gastos com a produção de um determinado item em uma empresa ou quanto será despendido em uma obra.

Por isso, entre os tipos de custos estão:

  • Custo fixo: também considerado como despesa, é aquele que todo mês é debitado, independente de vendas, produtos e serviços. É um tipo de gasto estrutural e serve para manter empresas ou negócios;
  • Custo Variável: são todos os gastos que apresentam uma variação, por exemplo, a conta de energia que apresenta um valor divergente, variando de mês para mês;
  • Custo direto: aquele tipo de gasto que está ligado com a matéria-prima, com o subsídio para o acontecimento de um serviço ou produto;
  • Custo indireto: é o tipo de custo que deriva de outros aportes, por exemplo, ao comprar uma churrasqueira, o custo indireto é ter que comprar o carvão.

Quais são os custos diretos e como calcular eles?

O custo de mão de obra em uma construção civil, é considerado um tipo de custo direto. Além disso, para calcular o custo direto é preciso saber todos os gastos que influenciam um processo.

Por isso, saibamos as modalidades de custos diretos existentes no mercado:

  • Na criação e produção de um produto: também conhecido como custo direto unitário. Por exemplo, o carro requer previamente suas peças, trabalhadores qualificados e maquinário, além do custo de transporte. Tudo isso se configura como um gasto direto;
  • Na prestação de um serviço: é preciso gastar um capital intelectual primeiramente para criar determinado serviço e posteriormente, será necessário mão de obra para sua execução;
  • Na construção civil: se o objetivo for construir um apartamento, por exemplo, será necessário um gasto ou custo com a mão de obra, custo de matéria prima (ou material de construção) e local em que será erguido o prédio.

É por esses detalhes que algumas empresas buscam auxilio em escritórios de contabilidade ou até mesmo detém um departamento ou profissionais para lidar somente com essas questões orçamentárias.

Mas claro, com algum esforço é possível entender o básico de contabilidade para pequenos negócios. Isto é muito relevante para a sua educação financeira e para as finanças do negócio.

Por fim, os custos diretos devem ser avaliados na hora de construir um orçamento, especialmente para saber o custo efetivo total (valor total gasto) na operação. Apesar de ser uma forma burocrática, calcular os custos diretos não é algo difícil de se fazer e pode ser realizado individualmente, basta usar as ferramentas como as planilhas. Mais conteúdos? Inscreva-se no nosso Whatsapp.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos