DDA: Como funciona o Débito Direto Autorizado?

dda 1

Com o passar dos anos, os cliente das agências bancárias estão buscando formas mais práticas para realizar, saques, depósitos, transferências e não seria diferente com pagamentos. Uma das funcionalidades oferecidas pelas instituições no intuito de agilizar procedimentos bancários, é o DDA.

O DDA além de ser um sistema que descomplica a vida dos pagadores e traz mais segurança, é uma opção mais sustentável para evitar a emissão de boletos impressos. Mas afinal, o que é DDA e para que serve?

DDA é uma forma de emissão de boleto eletrônico que pode ser acessado pela internet, caixa eletrônico e em alguns casos, pelo telefone. Essa modalidade de débito direto autorizado permite que o cliente tenha maior controle sobre as cobranças feitas em seu nome.

Como funciona o débito direto autorizado

Para ativar o boleto DDA, é preciso que o usuário da agência faça a solicitação através do internet banking ou entre em contato com o banco de forma presencial. No entanto, a maioria permite que esse pedido de ativação seja feito através dos meios digitais.

O débito direto autorizado foi criado pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) para ajudar no pagamento de boletos bancários de forma ágil e segura. Além de democratizar o acesso para quem tinha problemas em receber o boleto impresso na residência.

Vantagens do DDA

Além da redução da emissão de papel para boletos, a utilização do pagamento via DDA também possibilita

  • Mais conforto e segurança ao efetuar pagamentos;
  • Simplificação no processo de recebimento de contas;
  • Acesso a todos os débitos pendentes através do CPF ou CNPJ cadastrado.
  • Evita filas.

Diferença entre DDA e débito automático

Apesar de possuírem nomes similares, débito direto autorizado e débito automático não são a mesma coisa. O DDA é uma representação eletrônica das faturas, mas a sua utilização não permite que o débito em conta seja realizado de forma automática.

No débito automático, sim. Quando essa modalidade é ativada pelo cliente do banco, ocorre um cadastro de serviços que serão cobrados automaticamente a cada recibo mensal de fatura.

Para quem é válido abrir o DDA

É um serviço gratuito que qualquer pessoa pode fazer uso, desde que a instituição bancária ofereça essa modalidade.

É uma alternativa válida para todos os usuários, já que é uma opção mais sustentável tanto ambientalmente, quanto a economia de tempo.

Como cancelar o DDA

Alguns bancos automatizam a entrada do cliente nesse serviço. Caso o usuário não esteja mais recebendo o boleto impresso na residência, é possível que esteja cadastrado no DDA mesmo sem ter requerido o serviço.

Para verificar se o não recebimento de faturas de forma física, é preciso entrar em contato com banco. Para cancelar o envio de boletos eletrônicos e voltar a receber os boletos de forma impressa, é preciso que o pagador solicite ao banco o descadastramento no DDA.

Mas é válido ressaltar que a utilização do DDA é uma boa proposta já que é um serviço inteiramente grátis que irá conceder ao usuário uma experiência mais completa e descomplicada para realizar pagamento de cobranças. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e recebe mais conteúdos gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Últimos artigos