DIRR3: como lucrar com a Direcional Engenharia?

dirr3

Os setores da bolsa são diversos e vão desde tecnologia até o agronegócio. Nesse caminho, também existe o setor de construção civil. Uma das empresas que fazem parte desse segmento é a Direcional Engenharia.

A Direcional Engenharia é uma construtora brasileira com foco em empreendimentos populares de grande porte. Sua classificação setorial é, portanto, consumo cíclico, construção civil e incorporações.

Levando em conta esse contexto da empresa, para os investidores que enxergam boas oportunidades nesse setor, vale a pena conhecer o histórico e modelo de atuação da Direcional Engenharia.

Modelo de negócio da Direcional Engenharia

Em primeiro lugar, vale dizer que a empresa está entre as cinco maiores construtoras do Brasil. Dessa forma, a Direcional Engenharia tem suas principais atividades concentradas em:

  • Incorporação;
  • Construção;
  • Comercialização de imóveis próprios ou de terceiros;
  • Prestação de serviços de engenharia.

A Direcional Engenharia atua com foco em empreendimentos populares. Como exemplo, entre 2009 e 2014, o crescimento médio anual em lançamentos neste segmento foi superior a 50%.

Além disso, a empresa é a que mais contratou empreendimentos no programa Minha Casa Minha Vida no segmento Faixa 1. Ela atingiu 5% de participação no consolidado da primeira e segunda fase do programa.

A Direcional possui, ainda, uma estrutura verticalizada e um processo construtivo padronizado industrializado. Sendo assim, essa prática permite a construção de empreendimentos em grande porte.

Suas áreas de atuação são nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste do País.  A Direcional está presente no Distrito Federal e em outros 12 Estados, como, por exemplo, Amazonas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo.

O foco operacional da companhia se concentra em 8 das maiores regiões metropolitanas do País. No entanto, tem presença em 45 cidades brasileiras.

Por fim, a Direcional possui um banco de terrenos avaliado em R$ 25 bilhões, que apresenta um potencial total de construção de mais de 142 mil unidades.

Informações básicas sobre os papéis da Direcional Engenharia

dirr32


Algumas das informações importantes sobre os papéis da Direcional Engenharia são disponibilizadas pela B3, da qual ela faz parte. São elas, por exemplo:

  • Tipos de ações: a empresa possui apenas ações ordinárias (DIRR3 ON), que dão direito de voto nas assembleias executivas. As ações ordinárias também têm direito a proventos como dividendos e juros sobre capital próprio;
  • Segmento de listagem: Novo Mercado, que prioriza empresas com alto nível de governança e transparência;
  • Ações em circulação: 77 milhões de papéis;
  • Tamanho: a empresa é uma Small Cap;
  • Tag Along: 100% ON;
  • Free Float: 50% das ações ordinárias.

Dados importantes sobre a Direcional Engenharia

Em primeiro lugar, para entender melhor uma empresa, é preciso fazer uma avaliação dela. Por exemplo, existe a análise fundamentalista, que busca os fundamentos de uma companha para entender se ela vale a pena.

Alguns dos pontos importantes são, por exemplo, governança, situação da dívida e pagamento de dividendos. Os dividendos são uma parcela do lucro líquido de uma empresa, ajustado, que os acionistas recebem.

 A Direcional Engenharia, por sua vez, apresenta uma boa governança corporativa e um baixo endividamento.

Quanto a distribuição de proventos, a empresa apresenta um histórico consistente e recorrente, com exceção de alguns anos.

Além dessa opção de lucro, o investidor pode, ainda, ganhar dinheiro com os papéis da empresa através da venda por um valor mais alto do que o que se comprou, prática conhecida como trade.

Pontos positivos da Direcional Engenharia

  • Presença em mercados com grande potencial de expansão;
  • Ciclo operacional e controle de caixa eficientes;
  • Alcance em todas as faixas do MCMV;

Pontos positivos da Direcional Engenharia

  • Grande concorrência no setor;
  • Setor cíclico;
  • Maior possibilidade de participação do Governo devido ao MCMV.

Conhecendo a história da DIRR3

A Direcional surgiu em 1981, quando Ricardo Valadares Gontijo fundou a empresa. Na época, ele já fazia parte relevante do mercado de construção civil nacional.

O início das atividades da empresa foram na cidade de Belo Horizonte, com a incorporação e construção de pequenos empreendimentos populares, assim como a realização de obras para órgãos do setor público.

Nos anos 80, a empresa passou a consolidar sua marca em Minas Gerais. Com esse reconhecimento, a companhia participou e ganhou diversas importantes concorrências públicas para o desenvolvimento de obras de infraestrutura em cidades do Estado.

Em 1992, então, foi a vez da empresa crescer e chegar em outros Estados, com o primeiro empreendimento em Brasília.

Na passagem do século, em 2001, outro marco importante: chegada em Campinas, com o primeiro empreendimento na região de São Paulo. A partir daí, a Direcional passou a focar em novos mercados, como, por exemplo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e cidades satélite do Distrito Federal.

Alguns anos depois, em 2006, a Direcional iniciou, então, sua expansão para a região Norte do País, em Manaus. Foi lançado um empreendimento de 1.984 unidades habitacionais. Em 2008, a empresa ganhou o registro de companhia aberta na CVM.

Em seguida, em 2009, concluiu a Oferta Pública Inicial de ações, permitindo a captação de recursos da ordem de R$ 274 milhões. A empresa foi listada no Novo Mercado, o mais elevado padrão de Governança Corporativa da B3.

MCMV

dirr33

Dois anos depois, em 2011, a Direcional passou a adotar o modelo de repasse na planta (Modelo Associativo) para projetos enquadrados no segmento MCMV Faixas 2 e 3. Pela sua trajetória, em 2012, a empresa se consolidou como uma das empresas mais relevantes no segmento de baixa renda do MCMV.

Em 2015, então, a Direcional adotou a estratégia de aumentar a representatividade dos produtos direcionados ao público popular. 

Já o ano de 2018 foi marcado como um dos mais importantes da história da empresa, com destaque para duas principais conquistas. Em primeiro lugar, a consolidação da operação no segmento MCMV 2 e 3. Além disso, houve a operação de vendas de 11 SPE do segmento MAC.

Com isso, a empresa conseguiu apresentar crescimento em quase todas as métricas operacionais com destaque para lançamentos, vendas e receita líquida, assim como, geração de caixa recorde de R$ 362 milhões.

Concorrentes da DIRR3

Assim como existe a Direcional Engenharia no setor de construção civil, há outras empresas que atuam nesse segmento. São elas, por exemplo, Cyrela (CYRE3) e a MRV (MRVE3).

Em primeiro lugar, a Cyrela atua no setor imobiliário e se divide em bandeiras diferentes para atuar em segmentos distintos do mercado como, por exemplo, as empresas Living e Vivaz. Tem uma atuação diferente da Direcional, por exemplo.

Já a MRV é mais parecida, com uma atuação voltada para o segmento de empreendimentos residenciais populares. Dessa forma, também prioriza projetos do programa habitacional Minha Casa Minha Vida.

Como investir na Direcional Engenharia?

Por fim, para investir na Direcional Engenharia, é preciso, primeiro, aprender como comprar uma ação na bolsa de valores. Sabendo disso, o investidor pode agir da forma que for melhor para ele.

Qual é o segmento de listagem da Direcional Engenharia?

A Direcional Engenharia faz parte do Novo Mercado, que prioriza empresas com alto nível de governança e transparência.

Quais as vantagens e desvantagens da Direcional Engenharia?

Embora tenha presença em mercados com grande potencial de expansão, trata-se de um setor cíclico.

Qual é o Tag Along das ações da Direcional Engenharia?

Os papéis da empresa apresenta um Tag Along de 100% ON.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos