Home Blog Disciplina financeira: saiba como criar a sua mudando alguns hábitos

Disciplina financeira: saiba como criar a sua mudando alguns hábitos

disciplina financeira

Quase todos os problemas financeiros que você vai ter na sua vida têm pelo menos um fator em comum: a falta de disciplina financeira. 

disciplina financeira é indispensável para quem deseja estabilidade, contas em dia e dinheiro sobrando para investir.  

Criar e manter uma disciplina financeira nada mais é que cultivar uma gama de comportamentos que estimulem a racionalidade e assertividade em cada decisão que envolva seu dinheiro. 

Pode ter certeza que desenvolvendo isso, mesmo com uma renda menor, você terá muitas chances ter sucesso e mais educação financeira.  

Quais hábitos são necessário para desenvolver uma disciplina financeira?

disciplina-financeira-2 

Um hábito é uma rotina de comportamento que se repete regularmente. Ou seja, existem alguns hábitos em relação a suas finanças que se forem estabelecidos, podem te levar ao sucesso.  

Para desenvolver disciplina em relação ao dinheiro, alguns hábitos são essenciais. São eles:

  1. Analisar seu orçamento mensal e revisar seus gastos regularmente;
  2. Definir suas metas financeiras;
  3. Criar e manter uma reserva de emergência;
  4. Investir em sua educação financeira;
  5. Valorizar o bem-estar e equilíbrio.

1. Analisar seu orçamento mensal e revisar seus gastos regularmente

Esse é um comportamento fundamental para ter uma ótima disciplina financeira. Se você mensalmente analisar seus ganhos, vai conseguir entender quais fatores implicam em um aumento na sua renda.  

Por outro lado, se você revisar seus gastos, vai sempre conseguir identificar algum excesso que poderia ter sido evitado.  

O desenvolvimento desse hábito vai criar um afastamento constante entre seus rendimentos (que vão estar crescendo) e seus gastos (que vão estar caindo).

2. Definir suas metas financeiras

A construção de metas financeiras é muito importante para que você visualize seu objetivo e o plano de ação por trás dele. Defina suas metas, separe as de curto e de longo prazo e avalie suas prioridades. 

3. Criar e manter uma reserva de emergência 

A reserva de emergência é indispensável para despesas inesperadas. É normal que apareçam gastos surpresas em algum mês, e você deve estar preparado para isso.  

É importante lembrar que as reservas de emergência são feitas para serem gastas quando necessário. Então, não se desespere quando tiver algum gasto excedente e precisar usá-las. O importante é, manter a reserva sempre nutrida. 

4. Investir em sua educação financeira

Invista parte do seu tempo e do seu dinheiro para aprender cada vez mais sobre como gerir suas finanças. Além de desenvolver ótimos aprendizados sobre como não contrair dívidas e controlar seu orçamento, você deve estudar o mercado de investimento. Mantenha-se sempre com bons ativos que podem contribuir na sua independência financeira.  

5. Valorizar o bem-estar e equilíbrio 

Dinheiro é importante, mas, vai ser muito difícil manter todos esses hábitos se você não estiver bem. E é muito importante você estar equilibrado na hora de tomar decisões.  

Quando o assunto é finanças, agir sobre o impulso das emoções, nunca é uma boa escolha.  

Quais hábitos prejudicam a vida financeira de uma pessoa?

Por outro lado, existem alguns comportamentos que você precisa seriamente eliminar de uma vez por toda de sua vida, se quiser ter um bom nível de disciplina financeira, entre os comportamentos negativos para uma saúde financeira estão: 

  1. Comprar por impulso;
  2. Ter o hábito de parcelar;
  3. Abusar do crédito fácil;
  4. Só poupar quando der.

1. Comprar por impulso

Quantas vezes você não comprou algo que impactou significativamente no seu orçamento, sem ao menos questionar se você realmente precisava daquilo?  

Esse é um hábito que você precisa eliminar de uma vez por todas. Sempre se pergunte: 

  • Estou realmente precisando disso?
  • Tenho dinheiro para comprar a vista?
  • É realmente o melhor preço que posso encontrar? 

2. Ter o hábito de parcelar

Porque deixar para amanhã aquilo que você pode pagar hoje?  

Brincadeiras a parte, mas, pagar a vista sempre é melhor no sentido econômico. Caso você opte por parcelar, às vezes, a organização financeira tem que ser redobrada para que você arque com suas obrigações e não contraia dívidas que podem comprometer seu orçamento futuro.  

3. Abusar do crédito fácil

Quanto mais fácil e disponível o crédito, provavelmente, mais caro ele será. Evite cheques especiais, pagar o mínimo do cartão de crédito e financiamentos. Essas modalidades de crédito cobram taxas muito caras que na maioria das vezes não compensam.  

4. Só poupar quando der

Poupar parte do seu dinheiro não deve ser visto como uma responsabilidade secundária ou uma eventualidade. Esse é um hábito necessário que vai te permitir desenvolver uma reserva de emergência suficiente e ter recursos para investir. 

A construção de comportamentos consistentes vai desenvolver a disciplina financeira que você precisa para alcançar o sucesso. São apenas algumas mudanças de hábitos, obtidas gradualmente, que vão te possibilitar uma estabilidade e independência financeira. 

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *