Home Blog EBTIDA: Saiba como utilizar esse indicador financeiro para investir

EBTIDA: Saiba como utilizar esse indicador financeiro para investir

margem ebtida

Periodicamente, as empresas divulgam seus resultados para “prestar contas” aos acionistas. A partir disso, muitos analistas estudam os indicadores financeiros, como o EBITDA, para avaliar o desempenho do negócio. 

O EBITDA é um importante conceito contábil-financeiro, que pode ser extremamente útil para que você avalie a gestão operacional de uma empresa. 

O que significa EBITDA?

EBITDA são as iniciais de “Earnings Before Taxes, Interest, depreciation and amortization“, termo que pode ser traduzido como Lucro antes dos juntos, taxas, depreciação e amortização, ou apenas LAJIDA. 

Normalmente, as pessoas observam o cálculo do EBITDA das empresas para avaliar a o desempenho operacional e o fluxo de caixa. 

Entretanto, a geração de caixa  é levada em consideração para calcular o EBITDA é apenas derivada atividade operacional, sem levar em consideração os valores associados às atividades financeiras e aos impostos. 

O LAJIDA é um indicador financeiro amplamente usado no mercado de capitais justamente por conseguir demonstrar o rendimento real do negócio. 

Assim, essa pode ser uma ótima métrica para avaliar se a empresa está aumentando a sua eficiência ao longo do tempo. 

Como calcular o EBITDA? 

Se você quiser saber o EBITDA de uma empresa de capital aberto, baste acessar o site do negócio e buscar pela última divulgação de resultados. 

Mas, mesmo tendo esse fácil acesso ao LAJIDA das empresas, é interessante saber como calcular o EBITDA e entender melhor ainda esse conceito. 

Para encontrar o EBITDA, normalmente, é calculado primeiramente o lucro operacional líquido da empresa. 

Lucro operacional líquido = Receita líquida – Custos das mercadorias – Despesas operacionais – Despesas financeiras liquidas 

Entretanto, dentro da receita líquida e nos custos da empresa, estão sendo levadas em consideração a amortização e a depreciação. 

Por isso, para achar o valor do EBITDA é necessário somar ao lucro operacional líquido a esses valores financeiros. 

EBITDA = Lucro operacional líquido + Amortização + Depreciação  

Diferença entre EBIT e EBITDA 

EBIT é outro importante indicador financeiro e é a sigla para a expressão “Earnings Before Interest and Taxes“, que pode ser traduzido como “Lucro antes dos juros e impostos“. 

Como você pode perceber, o EBIT é exatamente o lucro operacional líquido utilizado no exemplo a cima. 

Da mesma forma, para encontrar o EBITDA, basta somar ao valor do EBIT a amortização e depreciação. 

Aplicação deste conceito para os investimentos

Como dito anteriormente, o LAJIDA é usado para avaliar a capacidade de geração operacional de uma empresa. 

No entanto, para auxiliar seus investimentos, é possível utilizar vários indicadores financeiros que derivam do EBITDA. 

É importante lembrar que, para fazer uma análise bem fundamentada, é importante utilizar indicadores financeiros e de mercado. 

Cada um dos que serão apresentados a seguir, apesar de derivarem do mesmo indicador LAJIDA, possuem interpretações distintas, que podem até ser usadas de forma conjunta para uma análise completa. 

Margem EBITDA 

margem EBITDA é um indicador financeiro calculado a partir da divisão da recita líquida pelo LAJIDA. 

A partir deste indicado, é possível identificar a lucratividade operacional da empresa, antes do pagamento impostos e despesas financeiras. 

Ou seja, quanto maior for a margem EBTIDA, mais lucrativo o negócio está sendo. 

EV/EBITDA

Outro indicador extremamente utilizado é o EV/EBITDA. 

O resultado da divisão do Enterprise Value (EV) pelo LAJIDA, serve para medir a taxa de retorno de dinheiro vivo para a caixa da empresa. 

Desta forma, a partir do EV/EBITDA, é possível avaliar o nível de valorização das empresas. 

Vantagens do EBITDA

O investidor, para aplicar seus recursos em uma empresa, deve levar em consideração a eficiência operacional do negócio. 

Afinal, quem gostaria de se associar a um negócio com baixa lucratividade derivada da própria atividade operacional? 

Por isso, o EBITDA e todos os indicadores que são derivados a partir dele são extremamente essenciais para avaliar a eficiência de empresas do mesmo setor econômico. 

Além disso, é muito importante comparar o resultado do EBITDA da empresa ao longo do tempo. 

Assim, é possível saber se a empresa vem se tornando mais lucrativa ou se está perdendo a sua eficiência de geração de caixa. 

Para empresas com alto nível de endividamento, calcular este indicador é fundamental. 

Como para o cálculo do LAJIDA não são levados em consideração juros das dívidas, é possível medir quanto a empresa vem gerando a partir de sua atividade. 

Dessa forma, é possível avaliar se a eficiência da empresa será suficiente para tirar o negócio do endividamento futuramente.

Outra ótima vantagem do EBITDA é possibilitar a comparação de empresas de diferentes países. 

Cada país tem a sua carga tributária. Como no caso da LAJIDA não são considerados os impostos, é possível comparar a performance de empresas de diferentes países. 

Limitações do LAJIDA 

Como todos indicadores fundamentalistas, não se pode analisar o EBITDA apenas.

Somente a informação referente ao lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização não é suficiente para uma análise completa. 

Para os casos de empresas com alto nível de endividamento, essa análise de outros indicadores é mais essencial ainda. 

Como o LAJIDA leva em consideração apenas o resultado operacional, desconsiderando alguns gastos financeiros e administrativos, a empresa pode parecer saudável mesmo com um grande compromisso de pagamento de juros de dívidas, por exemplo. 

É possível que, ao comparar empresas de um mesmo setor, você opte por investir na opção com menor margem EBITDA, caso o nível de endividamento da concorrente seja altíssimo. 

Além disso, é importante ressaltar que só se deve analisar empresas através da margem EBITDA se ambas disputarem o mesmo setor econômico. 

Empresas de diferentes setores, normalmente, têm margens de lucro muito distintas. 

Na maioria das vezes, quanto mais competitivo for o mercado, menor a margem EBITDA das empresas. 

Esse é o caso do mercado de varejo, por exemplo, onde a margem das empresas não são muito elevadas. 

Na perspectiva contábil, o LAJIDA não é eficiente para medir volume de caixa, mas sim o potencial de sua geração.

Portanto, para analisar bem os indicadores financeiros, é muito importante entender bem a mensagem por trás do valor demonstrado. 

Os números, por si só, não serão suficientes para fundamentar um bom investimento. 

No entanto, se você compreender como analisar o EBITDA e os demais indicadores financeiros e de mercado, estará a um passo de fazer bons investimentos. 

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

connect

we'd love to have your feedback on your experience so far

bicycle