Home Blog Economia: por que é importante entendê-la?

Economia: por que é importante entendê-la?

economia

O estudo da economia é fundamental para a vida financeira das pessoas, dos negócios e dos investidores. Entender a dinâmica desse importante mecanismo é fundamental para a tomada de decisões inteligentes e antecipadas.

Por isso, é essencial que você entenda melhor como funciona a economia e como isso pode mudar radicalmente a sua forma de enxergar o mercado e as negociações mundo a fora.

No processo de se educar financeiramente, um dos mais importantes tópicos é, sem dúvidas, a economia e o seu funcionamento.

O que é economia?

A economia é uma ciência que estuda a produção, alocação e consumo de bens e serviço.

Através do seu estudo, é possível chegar em conclusões importantes relacionadas a produção de uma firma ou de um país.

A ciência econômica é dividida em dois campos:

  • Microeconomia: foca na perspectiva da firma e dos consumidores individualmente;
  • Macroeconomia: estuda o resultado agregado das firmas, dos consumidores e do governo.

A microeconomia é uma ferramenta importantíssima para entender o comportamento econômico dos agentes (firmas e consumidores) e como acontece as tomadas de decisões para maximizar o lucro e bem-estar, respectivamente.

Já a macroeconomia, traz evidências importantes sobre o crescimento econômico, distribuição espacial das atividades econômicas e efetividade produtiva do capital e trabalho.

Por que entender a economia é tão importante?

economia

Apesar da sua importância enquanto uma ciência social, para entender a economia no mundo real não é preciso ser formado na área.

A economia está ao nosso redor o tempo inteiro. Quando assistimos o noticiário e ouvimos que a taxa de juros básica (Selic) será reduzida ou que o governo consolidou um acordo econômico com outros países, tudo isso é economia.

E mesmo que você ainda não entenda, esses eventos impactam diretamente na sua vida econômica, no empreendedorismo ou em até mesmo em qualquer investimento que você venha a fazer.

Portanto, essa é a importância da economia e do seu entendimento, seja você da área ou não.

Quem entende como os eventos e decisões econômicas do governo e das empresas podem impactar a economia como um todo, estará mais propenso a se antecipar em relação aos demais e se beneficiar a partir disso.

Provavelmente, em algum momento da nossa vida, seremos consumidores, empreendedores e investidores.

Por isso, é extremamente relevante que você entenda como compreender, se posicionar e tomar decisões econômicas inteligentes, de acordo com a realidade econômica que você viverá.

Importância do conhecimento econômico para o consumidor

Nós, enquanto consumidores, buscamos sempre comprar os bens e serviços que desejamos, respeitando nossas restrições orçamentárias.

A ideia é “maximizar bem-estar” dentro das nossas condições financeiras. Para isso, é importante que entendamos alguns pontos:

Todas as respostas possíveis para essas perguntas envolvem questões econômicas internas e externas.

Na perspectiva do consumidor, os pontos mais importantes a serem observados são a inflação e a taxa de juros.

A inflação é o aumento geral de preços da economia. É natural que, anualmente, os preços aumentem.

Entretanto, em épocas de inflação acelerada, o consumidor pode ver a sua cesta de consumo ficando cada vez mais cara.

Além da inflação, o consumidor deve estar atento a taxa de juros, especificamente a Selic, que é a taxa básica de juros da economia brasileira.

Quando a Selic aumenta, as demais taxas de juros aumentam. Ou seja, um aumento na Selic provoca um aumento de juros para empréstimos bancários.

Portanto, em época de alta nos juros, o consumidor deve evitar empréstimos. E, quando há uma redução na Selic, o consumidor pode aproveitar para renegociar dívidas.

Importância do conhecimento econômico para o empreendedor

Quando falei que todos seremos em algum momento um consumidor, empreendedor ou investidor, você pode ter se questionado “então, quer dizer que todos nós devemos empreender?”.

Tecnicamente, não. Mas na prática, com certeza sim.

Mesmo que você não tenha um negócio próprio, o momento em que decidir estar trabalhando e fazendo parte de algum negócio, você empreenderá junto a ele.

Por isso, independente se você vai abrir um negócio ou participar de um, você deve entender o contexto econômico em que o empreendimento está inserido.

Existem algumas tendências econômicas que vêm, mas passam rápido. Entendendo o mercado e a economia, você pode identificá-las e assim evitar fazer parte de negócios passageiros.

É muito importante que os empreendedores saibam quando um negócio é sólido e sustentável economicamente, e quando é apenas um efeito manada.

Importância do conhecimento econômico para o investidor

economia

Existe um estereótipo de que para ter sucesso no mundo dos investimentos é necessário um amplo conhecimento econômico. Bom, normalmente isso é verdade.

Existem duas outras formas de se dar bem investindo:

Se você não quiser apenas especular ou ter que depender de alguém para tomar as decisões relacionadas aos seus investimentos, a melhor forma de investir eficientemente é entendendo a economia.

São vários os fatores econômicos que podem afetar os seus investimentos.

  • Conflito e decisões políticas (nacional ou internacional);
  • Valorização ou desvalorizações cambiais;
  • Tendências de mercado;
  • Expectativas de mercado.

Por exemplo, um bom investidor pode perceber que, com ascensão do e-commerce, a demanda por galpões logísticos qualificados pode aumentar de forma relevante, tornando interessante investir em empresas do setor.

Neste caso, por entender a economia e a tendência de mercado, o investidor pode se antecipar em relação aos demais e ter retornos significantes de longo prazo.

Além disso, entendo sobre os riscos relacionados a mercados e a economia, o investidor pode saber como diversificar os seus investimentos, consolidando as chances de benefícios de longo prazo.

Como entender mais sobre economia?

Muitas pessoas acreditam que economia é um assunto complexo e inacessível.

Na verdade, a economia muitas vezes é bastante intuitiva. Quanto mais você lê sobre o assunto, mais familiarizado estará.

Estas leituras não precisam ser em livros acadêmicos de economia, porque esses materiais podem trazer um grau de complexidade desnecessário para quem não atua na área.

Existem várias fontes de aprendizado econômico mais apropriadas para quem não atua diretamente na área da economia, mas quer utilizar esse conhecimento para investir bem:

É interessante criar uma rotina de leitura sobre o assunto. Além de se familiarizar com todos os termos utilizados na área, é necessário estar sempre se atualizando sobre o que está acontecendo mundo a fora.

A economia demanda constante estudo e atualização das informações.

Mas, sem dúvidas, assim que você começar a entender como a economia funciona, será capaz de tomar decisões financeiras e estratégias mais inteligentes, seja como um consumidor, empreendedor ou investidor. Assine a newsletter no Whatsapp e receba conteúdos gratuitos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *