Empreendedorismo digital: {8} passos para montar o seu negócio digital!

empreendedorismo digital

Com o advento da internet muitos sistemas de negociação foram criados e inclusive, a distribuição de conteúdo ganhou um novo patamar. Existem negócios que hoje, atuam apenas no digital e com isso, surge o empreendedorismo digital.

O empreendedorismo digital funciona por meio da divulgação de conteúdo e produtos pelo meio digital sob a perspectiva de gerar acesso e consumidores. Geralmente, isso é ofertado por meio de cursos, blogs, e-commerce, plataformas de vídeos e plataformas de negócios digitais.

Então, o empreendedorismo digital é uma forma de criar negócios virtuais, geralmente, produtos ou serviços que podem ser ofertados pela internet ao invés de investir em espaços físicos, com lojas com custos mais altos e outras nuances.

Como empreender na internet?

Todo empreendedor digital tem como premissa divulgar a sua solução para o maior público possível, porém, de nada adianta se esse público não tiver interesse naquilo que ele está ofertando.

Muito pior, não adianta empreender na internet se o empreendedor não tem noção sobre o mercado ao qual está inserido, seu nicho e a sua concorrência.

Por isso, para abrir negócio na internet de maneira mais assertiva é necessário:

Nicho

Entender o público e segmentá-lo é a melhor maneira de saber para quem aquela oferta faz sentido, se a persona daquele público é a ideal para a solução vendida e o que impacta mais aquele nicho.

Concorrência

Todos que de forma direta e indireta afetam ou tomam parcelas do seu público.

Portanto, entender quais são os mecanismos que a concorrência usa, suas práticas e modelo de negócio, pode ser uma forma de fortalecer as próprias soluções.

Planejamento

Independentemente de ser um negócio na internet, é crucial planejar a logística, as formas de subsidiar o empreendimento, os fornecedores e todos os pontos de contato que exercem influencia sobre o produto ou serviço final.

Identificar pontos fortes

Ter uma oferta ou serviço que irá destacá-lo dos demais, na medida em que a empresa se sobressai e cria valores, ela impulsiona o negócio para outro nível.

“O cliente só pode ter esse valor se comprar dessa empresa.”

Analisar o mercado e ambiente

De nada adianta encontrar um bom nicho se aqueles clientes já utilizam uma outra solução, se o mercado está saturado e se o ambiente é desfavorável.

Por isso, é preciso pensar nesses aspectos.

Ter website e redes sociais

Existir na internet é estar presente com um domínio ou site, mas para além disso, é essencialmente estar aberto as interações por redes sociais e entregar conteúdo por elas.

Por meio disso, mais chances são criadas.

Criar protótipo ou MVP

Ter um protótipo ou produto mínimo viável (MVP) é a melhor forma de testar se aquela solução oferecida vai surtir efeito, se ela precisa de reparos e qual é sua aderência com o público-alvo.

Divulgar o empreendimento

De nada adianta empreendedorismo afinco se não existir público para que o alimente.

Por isso, é preciso estudar as formas e práticas de divulgação de conteúdo e soluções, e assim fazer chegar a solução no cliente.

Os empreendedores de sucesso são aqueles indivíduos que entendem e sabem aplicar bem esses preceitos do nicho, da divulgação, do protótipo, da análise da concorrência e do conteúdo.

Essa é a resposta para quem pergunta “como ser empreendedor” no digital.

Quais são as vantagens do empreendedorismo digital?

Um negócio digital apresenta vantagens e exclusividades que são inerentes ao meio, por exemplo, serviços de streaming, liberam conteúdo para diversas plataformas, o cliente pode assistir em celulares e computadores.

Além disso, entre as principais vantagens do empreendedorismo digital:

Vantagens do empreendedorismo digital para o empreendedor

  • Não existem barreiras geográficas;
  • Economia de custos: imagine ter que criar uma estrutura com altos custos, diversos funcionários e lojas. O empreendedor individual não precisa de tudo isso, existem inclusive, plataformas digitais que permitem o lançamento de soluções gratuitamente;
  • Facilidade em atingir mais pessoas: no meio digital é possível impulsionar vídeo, obter métricas mais assertivas e divulgar um conteúdo que irá atingir tanto um público qualificado quanto ser mais rentável. Porém, para isso, é necessária uma curadoria;
  • Possibilidade de escalonar vendas: o meio digital apresenta mecanismos de captura de leads (clientes em potencial) que auxiliam o empreendedor a falar com seu consumidor direto, além de estruturar funis de venda, permitindo assim, escalar mais facilmente;
  • Flexibilidade para executar o trabalho em casa: assim como não existe barreiras geográficas para as vendas, o próprio negócio é mais flexível, permitindo até o trabalho em casa, durante viagens e afins.

Vantagens do empreendedorismo digital para o cliente

  • Maior flexibilidade para consumo: geralmente, o conteúdo digital pode ser visualizado em diversas telas, smartphones, tablets, computadores e ainda, em qualquer momento. O que torna um tipo de conteúdo mais acessível e, por vezes, cômodo;
  • Melhor oportunidade de preços: determinadas soluções podem existir no meio físico, porém, é no digital que seu preço fica imbatível, já que o empreendedor não precisa gastar com espaços físicos e demais influenciadores do preço final do produto;
  • Exclusividade e entrega de conteúdo: algumas soluções entregam um produto exclusivo, original e que só existe, realmente, no meio digital. Então, para o cliente essa oportunidade é única, acesso de conteúdos que no meio físico, não seriam encontrados.

Por fim, o empreendedorismo digital é uma prática comum com a ascensão da internet, ele permite que novos empreendedores disponibilize me divulguem suas soluções, serviços e produtos com formato digital e com auxilio de ferramentas, potencializando vendas.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

2 respostas

  1. Olá Arthur,

    Parabéns pelo artigo. Primeiro, queria compartilhar e dizer que as dicas não servem só para negócios online, servem também para negócios tradicionais.

    Atendo vários clientes B2B e vejo que cada vez mais os negócios nichados são os negócios que mais geram valor e mais geram resultado para os clientes.
    Entender os nichos, a sua proposta de valor e ter diferenciais é o mínimo que o negócio precisa fazer para ter um mínimo de diferenciação de mercado.

    Diria até que hoje em dia, você precisa ser diferente. Não adianta falar que é melhor. Todo mundo é o melhor em tudo. Agora, se você é diferente, você é mais atrativo para o mercado e isso gera muito mais valor para o seu potencial lead.

    Abs,
    Fernando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos