4 maneiras para ensinar empreendedorismo para crianças!

empreendedorismo para criancas 2

Incentivar a prática da criatividade é comum pelos pais quando se tratando de imaginação, principalmente nas brincadeiras. O que poucos percebem é que essa capacidade de inventar também pode servir de estímulo para o empreendedorismo para crianças.

Ao falar de empreendedorismo para crianças não existe relação com o incentivo de exercício de funções laborais na infância. Significa que o pode existir o encorajamento positivo para trazer independência e inventividade desde o princípio.

Ou seja, o empreendedorismo para crianças é aprender brincando. Fazendo com que as lições empreendedoras sejam aprendidas de forma natural e sustentável. Esse incentivo traz resultados positivos ao futuro adolescente e adulto.

Antes de tudo, o que é empreendedorismo e como explicá-lo para uma criança?

empreendedorismo -para -crianças

As crianças têm a curiosidade sobre tudo. O primeiro olhar sobre as coisas é a percepção de encanto. Tudo é novo, então, tudo precisa ser explicado. Alguns pais tremem a espinha só de pensar em ter que explicar coisas que são fáceis de entender, mas difíceis de esclarecer.

Como explicar o empreendedorismo para uma criança?

Primeiramente, é preciso saber qual a representação do empreendedorismo. De forma resumida, o empreendedorismo é a capacidade que uma pessoa desenvolve para realizar novos projetos. Ou seja, utilizar a mente criativa para encontrar soluções de problemas existentes.

Fazer com que a criança entenda o significado e a importância do empreendedorismo na infância, é utilizar recursos que são recorrentes na educação infantil. Ou seja, empregando história infantil sobre empreendedorismo, músicas, recursos visuais e afins.

Existem alguns textos de empreendedorismo para educação infantil que facilitam o entendimento sobre o tema. Mas nada impede que um educador ou familiar utilize da própria linguagem para trazer mais clareza.

A importância do empreendedorismo infantil é para aguçar de forma lúdica a capacidade de planejar, criar e inovar em projetos.

Algumas escolas já utilizam o empreendedorismo na alfabetização mas alguns responsáveis não sabem como continuar a disseminar essa personalidade na criança, por isso, o esforço vindo apenas de um lado pode não trazer resultados assertivos.

4 formas de estimular o empreendedorismo em crianças

1. Concretizar a imaginação

Com certeza você já viu um bebê pegando coisas totalmente aleatórias e mandando direto para a boca. Isso acontece porque na infância, as crianças precisam sentir para entender. Concretizar a imaginação é uma das melhores formas para ensinar o empreendedorismo.

A criança precisa materializar o que está sendo conversado e elaborado. Por exemplo, se uma criança quer vender picolé para os colegas de sala ou para a família, é preciso estar presente para fazer isso acontecer.

É importante também que a criança acompanhe todo o processo, desde a compra, até a composição do produto. Afinal, ela é a pequena empreendedora e precisa colocar a mão na massa.

2. Administração de recursos

As crianças precisam ser inseridas na educação financeira desde cedo. A administração de recursos é importante tanto para encontrar um valor para a venda do que será criado, quanto para entender o que está sendo gasto na produção.

Alguns adultos acreditam ser bastante complicado entender sobre o dinheiro, mas lembre-se de que quanto mais cedo for inserida no contexto econômico, maior probabilidade a criança terá de ser educada financeiramente na vida adulta.

Além do mais, pais que não tem esse tipo de conhecimento, podem começar a adquiri-los para passar para os filhos. Todo mundo sai ganhando!

3. Aprender com os erros

No empreendedorismo e na vida como um todo estamos lidando com erros, é natural da humanidade. Incentivar a aprendizagem a partir das falhas é um dos ensinamentos prioritários que o pequeno empreendedor deve ter.

4. Exemplo

Crianças aprendem o que vivem, por isso, é essencial ser um exemplo para elas. É mais fácil ensinar sendo um modelo, do que apenas dizendo para fazer “isso ou aquilo”. Ou seja, o primeiro aprendizado deve partir dos responsáveis que estão ensinando à criança.

O empreendedorismo para crianças é importante para ambas as partes. Assim, ao despertar a consciência da capacidade empreendedora, todos desenvolvem as habilidades para crescer cada dia mais e melhor. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos