Home Blog {3} dicas para melhorar a gestão de uma empresa familiar

{3} dicas para melhorar a gestão de uma empresa familiar

empresa familiar 1

A empresa familiar está ganhando cada vez mais espaço e importância na economia mundial. Entretanto, muitas delas vão à falência, principalmente por problemas de gestão.  

Na empresa familiar, é comum encontrar problemas de investimentos, comprometimento dos sócios ou até mesmo a falta confiança. 

Por definição, a empresa familiar é um negócio em que os sócios são da mesma família, sejam eles irmãos, pais e filhos, cunhados, entre outros.

Como funcionam as empresas familiares?

Geralmente, as empresas familiares têm uma gestão menos profissional, pois envolvem um relacionamento afetivo nas suas engrenagens.  

As empresas familiares podem ser tanto micro e pequenas empresas, como grandes e com relevância no mercado internacional.  

Assim, na medida que a empresa cresce, também aumenta a dificuldade de lidar com as características individuais dos integrantes familiares que formam o ambiente empresarial. 

Por isso, melhorar a gestão de empresas familiares é fundamental para que elas tenham vida longa. 

Confira três dicas essenciais para melhorar a gestão de uma empresa familiar. 

Tipos de empresa familiar 

Geralmente estão divididas em três formas administrativas: 

  • Tradicional: Tem o capital fechado e os membros familiares se envolvem desde a propriedade até a gestão do negócio;
  • Híbrida: Tem capital aberto, os membros familiares se envolvem na propriedade, mas a gestão da empresa fica por responsabilidade de profissionais;
  • Influência familiar: Os membros familiares não administram ou gerenciam diretamente, no entanto, têm grande atuação na maximização do lucro e participam ativamente nas decisões estratégicas.  

Planejamento sucessório em negócios familiares 

Um dos principais problemas da empresa familiar é a forma da sua sucessão. 

Ou seja, com o passar dos anos e o crescimento de gerações dentro deste modelo de negócio, é comum que os jovens na sucessão da empresa familiar não estejam preparados para assumir a cultura da empresa ou até percam o interesse em tocar o empreendimento.

Portanto, definir e estruturar um treinamento e planejamento sucessório preserva a propriedade familiar e capacita o jovem sucessor a seguir uma história de sucesso que foi criada pelas gerações anteriores. 

Como fazer a gestão da empresa familiar?

Iniciar um negócio por si só já é algo desafiador e para estabelecer uma empresa familiar é necessário o comprometimento por parte de todos os membros envolvidos. 

Por isso, para desenvolver uma empresa familiar de sucesso é necessário alinhar os interesses e seguir algumas regras básicas: 

  • Definir uma liderança: deve haver democratização na tomada de decisões, mas o comando compartilhado pode causar um conflito de interesses e fazer com que a sua empresa não saia do lugar;
  • Estabelecer regras: estabelecer regras estimula a responsabilidade nos membros envolvidos e evita possíveis desentendimentos entre o universo familiar e empresarial;
  • Ter controle das finanças: necessidades pessoais são diferentes das necessidades do negócio e devem ser separadas. O ideal é que exista uma remuneração pré-definida para os membros da empresa da família;
  • Definir funções: saber o potencial de cada membro e otimizar no desenvolvimento das tarefas faz com que a empresa e o profissional se fortaleçam em conjunto, alcançando melhores resultados. 

Exemplos de empresas familiares de sucesso 

Nos mais variados portes e modelos, as empresas familiares são uma possibilidade de crescimento no mercado e alguns exemplos comprovam a sua força no mercado. 

  • Walmart;
  • Volkswagen;
  • Nike;
  • Tramontina;
  • Casas Bahia.

A empresa familiar, mesmo com suas particularidades, possui inúmeros benefícios e pode ser uma ótima opção para quem já planeja iniciar um negócio e tem o engajamento familiar em um interesse comum. 

Definir o modelo da empresa familiar e determinar sua forma administra, ajuda a traçar a melhor rota para alcançar os objetivos. Para continuar recebendo essas dicas, assine nossa newsletter no WhatsApp!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *