Home Blog Empresa júnior: descubra como funciona esse tipo de organização

Empresa júnior: descubra como funciona esse tipo de organização

empresa junior 1

O que um estudante pode fazer dentro de um ambiente universitário criando uma empresa júnior? Poucas pessoas sabem como responder essa pergunta, mas o fato é de que cada vez mais a EJ está ganhando espaço e notoriedade por empresas e empresários.

Apesar da visibilidade da empresa júnior, surge a dúvida antes de contratar o serviço ou projeto, se a Empresa Jr. será capaz de entregar a mesma qualidade de uma empresa sênior. Uma das certezas oferecidas pela EJ é de que todo o time está interessado em aprender.

A empresa júnior é uma entidade estudantil que realiza projetos e serviços sem fins lucrativos. Essa empresa de universitários prestam atividades para organizações não-governamentais, startups, entre outros tipos de negócios.

O principal objetivo é aprender e contribuir para o desenvolvimento da finalidade envolvida. O funcionamento de uma empresa júnior é similar ao de outras empresas. Ou seja, possui CNPJ e até mesmo o processo de seleção acontece de forma estruturada como uma sênior.

Como montar uma empresa júnior?

empresa-junior

Algumas dicas são essenciais para quem deseja participar ou montar a própria empresa júnior dentro do ambiente acadêmico.

  1. Formar um time de estudantes interessados;
  2. Pensar em qual será a área de atuação e criar um plano de negócio;
  3. Conhecer a política da IES para criar ou participar de uma empresa júnior na faculdade;
  4. Ter compromisso e executar uma boa delegação de tarefas;
  5. Conseguir um espaço físico para a empresa júnior;
  6. Regularizar a EJ.

Quais são as vantagens da empresa júnior?

A EJ traz diversas vantagens tanto para os universitários envolvidos, quanto para a universidade e a empresa que recebe os projetos ou serviços.

Vantagem para os universitários

Além do contato com os membros da empresa e o conhecimento adquirido, os alunos envolvidos também têm outros benefícios.

  • Diferencial competitivo;
  • Experiência;
  • Networking;
  • Desenvolvimento de liderança e empreendedorismo.

Vantagem para as universidades

Ganham retorno em divulgação no âmbito social e podem ganhar grandes parcerias e complementam a educação dos estudantes.

Vantagem para as empresas e empresários

As empresas adquirem os projetos ou serviços elaborados pelos integrantes da EJ e auxiliam no desenvolvimento do estudante. Inclusive, o membro ativo de uma EJ, pode se tornar um futuro colaborador da empresa.

O que são os conselheiros de uma EJ?

Muitas empresas juniores também possuem conselheiros, que são profissionais que já tiveram a experiência em uma EJ e compartilham os conhecimentos adquiridos com os recém chegados.

A função de um conselheiro, além de compartilhar o conhecimento é de orientar o time para tomar as melhores decisões envolvendo a empresa.

Todo o lucro que a EJ ganha é reinvestido na formação dos próprios membros e na EJ. Ou seja, os empresários juniores não possuem lucro direto, mas em contrapartida, adquirem capacidade prática para executar tarefas que serão cobradas no mercado de trabalho e em outros ambientes – por exemplo, no empreendedorismo.

O que um membro de uma empresa júnior precisa ter?

Além da vontade de se desenvolver cada vez mais, os membros de uma EJ precisam estimular a capacidade em outras ferramentas. Por exemplo:

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *