Empresa júnior: descubra como funciona esse tipo de organização

empresa junior 1

O que um estudante pode fazer dentro de um ambiente universitário criando uma empresa júnior? Poucas pessoas sabem como responder essa pergunta, mas o fato é de que cada vez mais a EJ está ganhando espaço e notoriedade por empresas e empresários.

Apesar da visibilidade da empresa júnior, surge a dúvida antes de contratar o serviço ou projeto, se a Empresa Jr. será capaz de entregar a mesma qualidade de uma empresa sênior. Uma das certezas oferecidas pela EJ é de que todo o time está interessado em aprender.

A empresa júnior é uma entidade estudantil que realiza projetos e serviços sem fins lucrativos. Essa empresa de universitários prestam atividades para organizações não-governamentais, startups, entre outros tipos de negócios.

O principal objetivo é aprender e contribuir para o desenvolvimento da finalidade envolvida. O funcionamento de uma empresa júnior é similar ao de outras empresas. Ou seja, possui CNPJ e até mesmo o processo de seleção acontece de forma estruturada como uma sênior.

Como montar uma empresa júnior?

empresa-junior

Algumas dicas são essenciais para quem deseja participar ou montar a própria empresa júnior dentro do ambiente acadêmico.

  1. Formar um time de estudantes interessados;
  2. Pensar em qual será a área de atuação e criar um plano de negócio;
  3. Conhecer a política da IES para criar ou participar de uma empresa júnior na faculdade;
  4. Ter compromisso e executar uma boa delegação de tarefas;
  5. Conseguir um espaço físico para a empresa júnior;
  6. Regularizar a EJ.

Quais são as vantagens da empresa júnior?

A EJ traz diversas vantagens tanto para os universitários envolvidos, quanto para a universidade e a empresa que recebe os projetos ou serviços.

Vantagem para os universitários

Além do contato com os membros da empresa e o conhecimento adquirido, os alunos envolvidos também têm outros benefícios.

  • Diferencial competitivo;
  • Experiência;
  • Networking;
  • Desenvolvimento de liderança e empreendedorismo.

Vantagem para as universidades

Ganham retorno em divulgação no âmbito social e podem ganhar grandes parcerias e complementam a educação dos estudantes.

Vantagem para as empresas e empresários

As empresas adquirem os projetos ou serviços elaborados pelos integrantes da EJ e auxiliam no desenvolvimento do estudante. Inclusive, o membro ativo de uma EJ, pode se tornar um futuro colaborador da empresa.

O que são os conselheiros de uma EJ?

Muitas empresas juniores também possuem conselheiros, que são profissionais que já tiveram a experiência em uma EJ e compartilham os conhecimentos adquiridos com os recém chegados.

A função de um conselheiro, além de compartilhar o conhecimento é de orientar o time para tomar as melhores decisões envolvendo a empresa.

Todo o lucro que a EJ ganha é reinvestido na formação dos próprios membros e na EJ. Ou seja, os empresários juniores não possuem lucro direto, mas em contrapartida, adquirem capacidade prática para executar tarefas que serão cobradas no mercado de trabalho e em outros ambientes – por exemplo, no empreendedorismo.

O que um membro de uma empresa júnior precisa ter?

Além da vontade de se desenvolver cada vez mais, os membros de uma EJ precisam estimular a capacidade em outras ferramentas. Por exemplo:

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos