Home Blog Entenda o que é a especulação imobiliária e quais são seus efeitos

Entenda o que é a especulação imobiliária e quais são seus efeitos

leilao de imoveis 2

É muito comum ouvir nos noticiários sobre a especulação imobiliária, mesmo assim, muitos não entendem o que é esta prática e quais são seus impactos da economia e na sociedade.

A especulação imobiliária é comumente associada como algo negativo, entretanto, é necessário entender as motivações do especulador e as reais consequências dessas ações.

O que é a especulação imobiliária?

especulacao-imobiliaria

A especulação imobiliária é a compra de um ativo imobiliário, não para fins de usar-lo como moradia, mas com a expectativa otimista sobre o seu valor futuro.

Primeiramente, é necessário destacar que investir e especular são completamente diferentes.

Os investimentos são análises detalhadas, micro e macroeconômicas, onde o investidor encontra uma oportunidade de segurança de capital e boas remunerações.

Por outro lado, a especulação é focada nas flutuações dos preços, onde o especulador “aposta” em determinado ativo sob condições de incerteza.

Diferente do investimento imobiliário, quem especula no setor busca resultados de curto prazo.

Entretanto, o especulador tem um papel importante para o mercado, já que ele aumenta a liquidez dos ativos imobiliários,uma vez que o volume de compras do especulador normalmente é superior ao do investidor.

Especular sobre a valorização imobiliária no curto prazo é arriscado, mas, para quem tem conhecimento no setor, pode apresentar retornos maiores em comparação com um menor prazo.

Mas, uma coisa é unânime, quem pretende especular ou investir em imóveis, deve entender bem do nicho que está optando em colocar os seus recursos e entender sobre a avaliação imobiliária.

Vale lembrar que, ao contrário do que muitos pensam, não são apenas apartamentos que podem ser alvos de investimentos e especulações.

O número de imóveis que estão aptos a receber capital fruto de investimento e especulação é enorme, principalmente, com a ascensão dos fundos imobiliários.

Entre investimentos imobiliários mais populares, estão:

  • Apartamentos e casa;
  • Estabelecimentos comerciais;
  • Galpões logísticos;
  • Shoppings.

Efeitos da especulação imobiliária

especulacao-imobiliaria

Depois de entendermos o que é a especulação imobiliária para quem pretende usar esse meio para ganhar dinheiro, é necessário saber quais são os seus efeitos para o mercado e para o consumidor.

Efeitos da especulação no mercado imobiliário

Como dito anteriormente, um dos efeitos da especulação imobiliária para o mercado é o aumento da liquidez desses ativos.

Normalmente, quem negocia apartamentos, por exemplo, não o compra visando uma venda no curto prazo.

Entretanto, com o aumento de especuladores neste segmento, se torna mais fácil de vender e comprar ativos imobiliários, já que o volume de negociações será maior.

Em contrapartida, a especulação imobiliária, acompanhada com outros fatores econômicos, como o acesso a crédito fácil, podem ajudar a criar as famosas “bolhas imobiliárias”.

As bolhas imobiliárias, por sua vez, são valorizações excessivas nos preços dos imóveis, superando muito o seu real valor.

Quando essas bolhas estouram, crises econômicas severas podem ser geradas, como foi o caso da crise de 2008, iniciada no mercado dos Estados unidos.

Efeitos da especulação imobiliária para o consumidor

A maioria das pessoas que compram imóveis, procuram na verdade uma moradia.

Entretanto, movimentos intensos de compra de imóveis por parte de especuladores, podem causar um aumento substancial nos preços dessas moradias.

Isso pode ser explicado pela lei da oferta e demanda, fundamento básico da economia.

Quando muitos imóveis são comprados como forma de especulação, eles tendem a passar muito tempo vazios ou subutilizados.

Por isso, há um efeito de redução artificial das ofertas de imóveis, que pode causar um aumento na demanda por esses bens e um aumento nos preços.

Portanto, o consumidor final do imóvel, que o busca como forma de moradia, acaba pagando mais caro, acima do preço que aquele bem, realmente, vale.

Este aumento no preço dos imóveis, além de ter efeitos para quem busca moradia, pode chegar a impactar a localização onde aquele imóvel se encontra.

Por fim, é necessário lembrar que a especulação imobiliária não é negativa. Entretanto, quem busca retornos financeiros através da especulação, deve entender bem o que caracteriza essa prática e ter consciência sobre os possíveis impactos do mercado.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *