Home Blog Estoque de segurança: saiba a importância!

Estoque de segurança: saiba a importância!

estoque de seguranca 2

No mundo do empreendedorismo e gestão empresarial o estoque de segurança é um setor altamente importante para qualquer empresa. Ele está diretamente ligado às boas estratégias de gestão.

Com um estoque de segurança eficiente, é possível cumprir corretamente com os prazos de entrega e atender melhor os clientes.

O estoque de segurança é uma reserva com determinados produtos com o objetivo de garantir vendas e se prevenir contra imprevistos.

Qual o objetivo de um estoque de segurança?

estoque-de-seguranca

Um dos maiores problemas de produção dentro de empresas é o acúmulo ou falta de produtos.

Enquanto a sobra representa um lento retorno de investimentos, a ausência causa a perda de grandes oportunidades de venda.

Por conta disso, o estoque mínimo é importante para uma boa gestão de produção.

Ele possui o objetivo de manter uma quantidade mínima de certos produtos e impedir que vendas sejam perdidas por falta de mercadorias.

Ou seja, esse estoque de reserva funciona como um tipo de seguro contra imprevistos, como grandes encomendas.

Como funciona um estoque de segurança?

O estoque de reserva – chamado lá fora de buffer stock – funciona com um esquema de reposição de produtos.

Após identificar a alta rotatividade de uma mercadoria, é determinada uma quantidade desse produto a ser estocada.

No entanto, com a efetivação de uma venda, deve-se haver a imediata reposição desse produto. Assim, o estoque de segurança é mantido.

É preciso também analisar a qualidade dos fornecedores, já que eles são responsáveis por parte da logística.

Isso significa que, caso o fornecedor não consiga cumprir prazos de entrega, ele poderá comprometer todo o estoque.

Como criar um estoque de segurança?

Antes de criar um estoque de segurança, é preciso conhecer bem o comportamento de compra dos clientes. A partir dele, fica mais fácil identificar os produtos com alta rotatividade, ou melhor, que são relevantes para o público.

No entanto, ao analisar quais mercadorias não podem faltar em seu estoque, esteja atento também àquelas que possuem baixa rotatividade.

Uma boa gestão de mercadorias dentro de um estoque empresarial é fundamental para a diminuição de prejuízos com produtos parados.

Isso porque, ao comprar um produto que não vende, a empresa compromete o fluxo de caixa e seu espaço de armazenamento. Tomando, consequentemente, o espaço de produtos mais populares.

Por conta disso, o objetivo do gestor deve ser o equilíbrio dentro do estoque, sendo desenvolvido de acordo com os seguintes dados:

1. Previsão de demanda

Esse número é obtido após a análise dos resultados de venda do produto desejado. Assim, é possível descobrir o tempo que leva para o produto chegar do fornecedor e ser vendido.

Com essa informação sobre a demanda é possível identificar exatamente a quantidade de produtos necessária dentro do estoque.

2. Tempo de entrega

Também chamado de Lead Time, diz respeito ao tempo entre o recebimento do pedido de compra até a entrega do produto ao cliente.

Ele é importante para indicar se é necessária uma melhoria na logística, oferecida pelo estoque de segurança.

3. Nível do serviço

O nível do serviço é o dado sobre a relevância do produto em meio aos outros oferecidos pela empresa.

Quanto maior for o seu nível, em uma escala de 0 a 100,  maior deve ser o seu estoque de segurança.

Como funciona o cálculo do estoque de segurança?

Com esses dados em mãos, chega o momento de calcular a quantidade de reserva necessária para esse produto.

O cálculo do estoque de segurança é baseado na seguinte fórmula:

Demanda média (vendas) diária x tempo de entrega (em dias)

Para facilitar, vamos a um exemplo:

  • Um e-commerce vende mais de 10 tênis por dia, com um lead time de 4 dias;
  • Portanto, seu cálculo é de 10×4 = 40;
  • Dessa forma, é preciso ter, no mínimo, 40 tênis do mesmo modelo no estoque da empresa.

Quais os benefícios de um estoque de segurança?

O estoque de segurança possibilita ao empresário a manutenção das operações da empresa em qualquer situação.

O seu diferencial está na quantidade acumulada, que deve ser analisada de acordo com a demanda, evitando o acúmulo de produtos.

Entre as diversas vantagens de criar um estoque de segurança, estão:

  • Melhorias na logística;
  • Manutenção de vendas em situações adversas;
  • Cumprimento de prazos de entrega;
  • Eliminação de gastos com empresas terceirizadas;
  • Menores custos de armazenamento.

Por isso, pode valer a pena implementar o estoque de segurança em seu negócio. Para mais conteúdos acompanhe a nossa carta do fundador, com insights valiosos todos os dias!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *