Home Blog Gastos mensais: {8} dicas para manter uma boa saúde financeira

Gastos mensais: {8} dicas para manter uma boa saúde financeira

gastos mensais

Na hora de fazer uma compra é preciso saber primeiro se aquilo irá desempenhar algum valor real para o consumidor. O consumo dissociado de propósito (nem que seja para lazer) pode ser nocivo e os gastos mensais é contabilização desse consumo.

Os gastos mensais funcionam, portanto, como a somatória dos valores que são despendidos sem uma expectativa de retorno financeiro direto, sejam eles com produtos, bens, materiais e afins.

Então, os gastos mensais são todas as despesas, compras e consumos cabíveis dentro de um espaço temporal de um mês.

É classificado como gasto mensal tudo aquilo que se pode investir dinheiro, tempo e outros recursos humanos em prol de sua realização ou finalidade.

Aprender a controlar e planejar os gastos mensais é essencial para a educação e desenvolvimento financeiro da pessoa.

As principais despesas mensais e o impacto na vida financeira

A redução de custos e despesas mensais são os elementos mais pensados quando o assunto é os gastos do mês.

Mas para poder lidar com eles, é preciso ter o conhecimento de todos os itens envolvidos no processo e definir as prioridades.

Nessa acepção, os tipos de custos são:

  • Custos fixos: contas que tem compensação mensal, como por exemplo, internet, luz, mensalidades, água e afins;
  • Custos variáveis: despesas que sem periodicidade, por exemplo, ir ao cinema, pedir comida ou jantar fora, ir ao shopping, entre outros.

Por conseguinte, se o intuito é reduzir despesas do mês, uma planilha com os gastos é uma boa alternativa.

Entretanto, antes sair construindo tabelas é preciso refletir o passo a passo para classificar os gastos mensais, quais são os impactos que eles causam e como lidar:

  • Conhecer a renda: uma renda é composta de entradas e saídas, um salário, por exemplo, é uma entrada de renda. Já uma saída pode ser algum item que se encaixe como um custo fixo, por exemplo, o aluguel;
  • Saber o custo de vida: colocar na ponta do lápis todas as despesas e fazer uma lista de gastos mensais referentes a manter o estado de vida, ajuda a tornar visível alguns gastos que poderiam ser amenizados;
  • Questionar viabilidades e práticas: morar próximo do trabalho ou saber que determinadas atitudes, como fazer a própria comida, são alternativas frente à diminuição e controle dos gastos mensais;
  • Prever despesas extras: reconhecer que gastos com eventualidades podem surgir, a exemplo, manutenção do carro ou compra de mais mantimentos. Por isso, manter uma reserva financeira é uma boa prática;
  • Optar por poupar e não por economizar dinheiro: uma roupa que custa R$10, agora está por R$5, muitos pensam que ao comprá-la está poupando, entretanto, foi economizado. Poupar é, ao invés de gastar R$5, optar por não comprar algo que não seja realmente relevante.

Como organizar de maneira simplificada a planilha de gastos e controlar as despesas?

Para melhor organizar e manter um controle de gastos mensais, por exemplo, pode-se usar de planilhas e alguns artifícios que estão à disposição de todos.

Nessa perspectiva:

  • Traçar todos os gastos e dívidas por tipos e prioridade: ajuda a manter clareza na hora de verificar para onde o dinheiro está indo e saber quais são as dívidas que se devem concentrar recurso;
  • Questionar a viabilidade de reduzir gastos mensais e poupar mais: averiguar os supérfluos e buscar metodologias que podem ser aplicadas para ajudar na questão da redução como o 50-30-20(forma de dividir os ganhos mensais para melhor aplicá-los);
  • Criar planilha gastos mensais simples: ajuda na questão da visualização, depois de traçados os gastos e dívidas, é possível inserir na planilha todas as entradas e saídas, aplicar as metodologias de divisão de ganhos e, com isso, gerir o orçamento financeiro.

Por fim, controlar os gastos mensais é indispensável para manter uma boa saúde financeira.

Com o controle deles e o posteriormente a criação de uma reserva de emergência, é possível se assegurar em momentos de eventualidades ou até mesmo pensar em começar a investir. Acesse a planilha gastos mensais e orçamento financeiro criado pela Empreender Dinheiro e comece a controlar de forma simples seus gastos mensais.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *