Gastos mensais: {8} dicas para manter uma boa saúde financeira

gastos mensais

Na hora de fazer uma compra é preciso saber primeiro se aquilo irá desempenhar algum valor real para o consumidor. O consumo dissociado de propósito (nem que seja para lazer) pode ser nocivo e os gastos mensais é contabilização desse consumo.

Os gastos mensais funcionam, portanto, como a somatória dos valores que são despendidos sem uma expectativa de retorno financeiro direto, sejam eles com produtos, bens, materiais e afins.

Então, os gastos mensais são todas as despesas, compras e consumos cabíveis dentro de um espaço temporal de um mês.

É classificado como gasto mensal tudo aquilo que se pode investir dinheiro, tempo e outros recursos humanos em prol de sua realização ou finalidade.

Aprender a controlar e planejar os gastos mensais é essencial para a educação e desenvolvimento financeiro da pessoa.

As principais despesas mensais e o impacto na vida financeira

A redução de custos e despesas mensais são os elementos mais pensados quando o assunto é os gastos do mês.

Mas para poder lidar com eles, é preciso ter o conhecimento de todos os itens envolvidos no processo e definir as prioridades.

Nessa acepção, os tipos de custos são:

  • Custos fixos: contas que tem compensação mensal, como por exemplo, internet, luz, mensalidades, água e afins;
  • Custos variáveis: despesas que sem periodicidade, por exemplo, ir ao cinema, pedir comida ou jantar fora, ir ao shopping, entre outros.

Por conseguinte, se o intuito é reduzir despesas do mês, uma planilha com os gastos é uma boa alternativa.

Entretanto, antes sair construindo tabelas é preciso refletir o passo a passo para classificar os gastos mensais, quais são os impactos que eles causam e como lidar:

  • Conhecer a renda: uma renda é composta de entradas e saídas, um salário, por exemplo, é uma entrada de renda. Já uma saída pode ser algum item que se encaixe como um custo fixo, por exemplo, o aluguel;
  • Saber o custo de vida: colocar na ponta do lápis todas as despesas e fazer uma lista de gastos mensais referentes a manter o estado de vida, ajuda a tornar visível alguns gastos que poderiam ser amenizados;
  • Questionar viabilidades e práticas: morar próximo do trabalho ou saber que determinadas atitudes, como fazer a própria comida, são alternativas frente à diminuição e controle dos gastos mensais;
  • Prever despesas extras: reconhecer que gastos com eventualidades podem surgir, a exemplo, manutenção do carro ou compra de mais mantimentos. Por isso, manter uma reserva financeira é uma boa prática;
  • Optar por poupar e não por economizar dinheiro: uma roupa que custa R$10, agora está por R$5, muitos pensam que ao comprá-la está poupando, entretanto, foi economizado. Poupar é, ao invés de gastar R$5, optar por não comprar algo que não seja realmente relevante.

Como organizar de maneira simplificada a planilha de gastos e controlar as despesas?

Para melhor organizar e manter um controle de gastos mensais, por exemplo, pode-se usar de planilhas e alguns artifícios que estão à disposição de todos.

Nessa perspectiva:

  • Traçar todos os gastos e dívidas por tipos e prioridade: ajuda a manter clareza na hora de verificar para onde o dinheiro está indo e saber quais são as dívidas que se devem concentrar recurso;
  • Questionar a viabilidade de reduzir gastos mensais e poupar mais: averiguar os supérfluos e buscar metodologias que podem ser aplicadas para ajudar na questão da redução como o 50-30-20(forma de dividir os ganhos mensais para melhor aplicá-los);
  • Criar planilha gastos mensais simples: ajuda na questão da visualização, depois de traçados os gastos e dívidas, é possível inserir na planilha todas as entradas e saídas, aplicar as metodologias de divisão de ganhos e, com isso, gerir o orçamento financeiro.

Por fim, controlar os gastos mensais é indispensável para manter uma boa saúde financeira.

Com o controle deles e o posteriormente a criação de uma reserva de emergência, é possível se assegurar em momentos de eventualidades ou até mesmo pensar em começar a investir. Acesse a planilha gastos mensais e orçamento financeiro criado pela Empreender Dinheiro e comece a controlar de forma simples seus gastos mensais.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos