Home Blog 5 técnicas de growth hacking para sua empresa crescer mais rápido

5 técnicas de growth hacking para sua empresa crescer mais rápido

growth hacking3

O termo growth hacking vem ficando cada vez mais famoso entre empresas em estágio de crescimento, principalmente dentro do mundo das startups.

Portanto, entender o conceito de growth hacking é muito importante para se adequar a novas estratégias que têm levado empresas a um crescimento acelerado ao empreendedorismo.

O que é growth hacking?

O conceito de growth hacking foi criado pelo Sean Ellis, e segundo o mesmo, pode ser resumido como um marketing orientado com base em experimentos.

A palavra “growth” significa crescimento e “hack” pode ser traduzida como brecha. Isto é, o growth hacking pode ser definido também como um crescimento rápido através de oportunidades de mercado encontradas.

O trabalho do growth hacker, profissional que trabalha em cima deste conceito, consiste basicamente em:

  • Focar esforços em encontrar gatilhos de crescimento para o negócio;
  • Priorizar e executar as melhores ideias encontrada;
  • Desenvolver a forma mais simples de executar e testar essas ideia;
  • Aprender com testes para melhorar produto ou serviço;
  • Tornar futuros testes mais eficientes.

5 estratégias de growth hacking

Mesmo que você ainda não tenha a disposição uma equipe direcionada para esta área, existem algumas ideias de growth hacking que já podem ser introduzidas no seu negócio.

Portanto, visando ajudar empresas pequenas e sem muita disponibilidade de recursos, discutiremos algumas técnicas de growth hacking que podem ser aplicadas.

1. Introduzir estratégia de referral eficiente

Quando falamos de estratégia de referral, principalmente no caso do growth hacking, é difícil não citar o caso do Dropbox.

Usuários que indicam o serviço para amigos, ganham mais espaço de armazenamento, e a pessoa que recebeu a recomendação também ganha.

A estratégia de ganho para ambos lados é muito interessante para empresas que estão em processo de crescimento.

2. Surpreenda sua rede de contatos

É normal que a maioria dos e-mails e mensagens enviadas para sua lista de contatos sejam constantemente ignoradas pelas pessoas.

Por isso, uma boa forma de aplicar growth hacking é dando “presentes” e premiações para as pessoas na sua lista de contato.

Com isso, o consumidor pode se surpreender com este e-mail premiado enviado para ele, e assim, começar a prestar mais atenção nos recados que receber do seu negócio.

3. Recompense o cliente fiel

Estratégias de fidelização de cliente são sempre adotadas pelas principais empresas que são exemplos de growth hacking bem feito.

Uma boa tática de fidelização é recompensar os clientes fiéis, e essa não é uma estratégia que precisa ser muito custosa e complicada.

Se um cliente é fiel, ele está habituado aos seus produtos e as condições de consumo de cada um deles.

Então, condições de compra mais atrativas, recursos ou produtos novos, podem ser boas estratégias de recompensa.

4. Crie sensação de urgência nos consumidores

Quando se trata de uma empresa nova ou que está em processo de consolidação, os consumidores tendem a ser menos precisos nos processos de compras.

Por isso, além de dar condições atrativas para o consumidor, é interessante criar a sensação de urgência.

Uma boa estratégia é disponibilizar produtos ou condições especiais de compra por tempo determinado.

É interessante que uma campanha de marketing toda seja criada para estimular o senso de urgência nos consumidores, deixando claro que aquela é uma oportunidade única e que deve ser aproveitada.

5. Disponibiliza versões “freemium” do produto ou serviço

Essa tática mostra uma das vantagens do growth hacking em aproveitar oportunidades e achar brechas, que foi muito bem aplicada pelo Spotify.

A versão “freemium”, é uma versão do produto ou serviço que o usuário pode começar a usar gratuitamente, mas com alguns recursos bloqueados que só podem ser acessados por usuários premium.

Desta forma, o usuário ao ter a experiência básica do produto, entende a necessidade dos demais recursos bloqueados, o incentivando a adquirir a versão premium.

Outra estratégia semelhante, é a do ˜free trial”, que basicamente disponibiliza uma experiência completa do programa, gratuitamente e com prazo determinado.

O interessante é entender que estratégia como essas podem surgir de diversas formas diferentes.

Entretanto, sem uma equipe de growth hacking, as brechas e oportunidades de mercado não são tão facilmente encontradas, ou seja, soluções inteligentes como essas não conseguem ser propostas.

Por fim, é necessário ressaltar que a inteligência do growth hacking é essencial para o desenvolvimento de estratégia inteligentes, tornando a curva de crescimento do negócio cada vez mais acentuada.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *