Home Blog Quais são indicadores econômicos mais importantes?

Quais são indicadores econômicos mais importantes?

ponto de equilibrio contabil 2

No mundo dos negócios e dos investimentos, ao fazer de um mercado, ter ferramentas como os indicadores econômicos é muito importante para a educação financeira uma visão ampla sobre a situação financeira de alguns setores ou regiões.

Portanto, entender o que demonstram os indicadores econômicos e financeiros possibilita uma análise melhor da situação atual do mercado e da economia.

O que são indicadores econômicos?

Os indicadores econômicos são demonstrações numéricas utilizadas para nivelar aspectos financeiros de países, regiões e até mesmo empresas.

Cada índice econômico é calculado de forma diferente, demonstrando situações diversas.

Mas o interessante é que esses indicadores podem ser usados para comparar regiões distintas sobre uma mesma perspectiva.

Por exemplo, o PIB per capita é um famoso indicador econômico, usado para representar o nível de renda por pessoa em determinada região.

O resultado do PIB per capita encontrado para 2 países distintos pode ser usado para analisar a situação econômica dos países, comparando a realidade que foi demonstrada pelo indicador.

Portanto, ao ter em mãos os principais índices da economia brasileira, é possível analisá-los e comparar a situação econômica do país em relação aos demais países do mundo.

5 indicadores econômicos extremamente importantes

Para que uma boa análise econômica seja feita, é necessário conhecer os principais indicadores financeiros e econômicos, e entender bem o que cada um demonstra.

Serão comentados diferentes índices, essenciais para o entendimento da economia brasileira e para tomada de decisões financeiras do próprio empresário, investidor e consumidor.

PIB

O PIB (Produto Interno Bruto) é um indicador econômico muito usado para demonstrar o crescimento da atividade econômica do país.

Ao contrário do que muitos pensam, o PIB não demonstra o estoque de riqueza de um país, mas, na verdade, demonstra o total de produtos e serviços finais que foram produzidos no país durante determinado período.

Por isso, o PIB é um ótimo indicador para demonstrar o fluxo de uma economia, e quando o país passa por uma situação de crescimento do PIB enquanto a inflação mantém-se controlada, é um ótimo sinal.

Entretanto, também deve ser deixado claro que, um aumento no PIB, não necessariamente significa uma melhora na vida da população do país, já que não leva em consideração fatores como distribuição da renda nacional.

IDH

Por outro lado, o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) demonstra numericamente o nível da qualidade de vida e desenvolvimento econômico em determinada região.

O IDH pode ser facilmente usado para comparar a situação da população de diferentes países.

Para calcular o índice de desenvolvimento humano, são levados em consideração 3 fatores:

  • Saúde, medida através da expectativa de vida ao nascer;
  • Educação, calculada a partir da média de anos de estudos dos adultos e anos esperados de escolaridade das crianças;
  • Renda, medida a partir da RNB (Renda Nacional Bruta) com base na PPC (Paridade de Poder de Compra) por pessoa.

Selic

A Selic é um dos principais indicadores econômicos brasileiro, já que ela é considerada a taxa de juros básica da economia.

Ela é um instrumento usado pelo banco central para fazer política monetária, visando objetivos importantes, como controlar a inflação, por exemplo.

A taxa selic influencia diretamente várias outras taxas de juros importantes, como:

  • Juros de empréstimos;
  • Juros de financiamento;
  • Títulos públicos;
  • Aplicações financeiras.

IPCA

O IPCA (Índice de preços ao consumidor) é um dos vários indicadores financeiros usados para demonstrar a inflação.

A inflação, por sua vez, é um fenômeno econômico que refere-se ao aumento dos preços da economia.

Para demonstrar este aumento de preços, alguns índices são usados, focando em determinados setores da economia e da população.

O IPCA, sem dúvidas, é um dos mais importantes índices de preços, já que além de apontar a variação nos preços diretamente ao consumidor, ele é comumente usado como referência em aplicações financeiras, como no tesouro direto.

CDI

O CDI (Certificado de depósito interbancário), é um índice de referência para a maioria das aplicações financeiras de renda fixa.

Diariamente, os bancos negociam entre si títulos com objetivo de transferir dinheiro de bancos que têm reserva para bancos que precisam de recursos para manter suas atividades.

Esses títulos CDI são negociados diariamente entre os bancos, gerando esta taxa que, por consequência, é usada como referência nas aplicações financeiras das pessoas.

Onde encontrar o valor atual dos indicadores econômicos?

Hoje em dia, com a expansão da troca de informações em meios digitais, não é difícil encontrar o valor corrente desses índices em ferramentas de busca.

Entretanto, é importante que todos saibam onde esses números são divulgados oficialmente e quais órgãos os calculam.

  • PIB: Calculado e divulgado periodicamente pelo IBGE;
  • IDH: Calculado pela Pnud (Programa das nações unidas para o desenvolvimento) em seu relatório anual;
  • SELIC: Divulgado nos meios de comunicação oficial do Banco Central do Brasil (BCB);
  • IPCA: Calculado e divulgado periodicamente pelo IBGE;
  • CDI: Calculado e divulgado diariamente pelo Cetip.

Portanto, conhecer esses índices econômicos, acompanhá-los e saber como interpretá-los é muito importante para a tomada de decisões financeiras  e para entender a realidade econômica do Brasil. Assine nossa newsletter para mais conteúdos gratuitos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *