Home Blog Índice Bovespa: o que é e como funciona?

Índice Bovespa: o que é e como funciona?

indice bovespa 1

O sonho de investir em renda variável através de ações, é comum a muitos investidores. Mas, poucos têm o conhecimento sobre o índice Bovespa, também conhecido como IBOV.

índice Bovespa atua como um termômetro dos investimentos em ações na B3. Isto é, ele indica o desempenho das ações negociadas na Bolsa de Valores.

O que é índice Bovespa?

indice bovespa

Ibovespa ou IBOV, é o principal indicador do desempenho das ações na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), Bolsa de Valores oficial do Brasil, sediada no estado de São Paulo.

Através da famosa “pontuação da Bolsa“, é possível entender como o mercado de capitais está se comportando naquele momento e quais são as expectativas dos investidores dentro daquela atual situação.

É essencial entender como funciona os pontos da Bolsa de Valores, assim, se torna praticável o acompanhamento das dinâmicas que as ações têm.

Sabendo o desempenho do IBOV, o investidor pode compará-la com a sua própria carteira de investimentos e saber se está pior, melhor ou relativo ao apontamento do índice.

Como é calculada a pontuação da IBOV?

Antes de tudo, é preciso entender que o IBOV acontece como uma carteira de investimentos teórica, baseada nas principais ações que são negociadas na Bolsa, chegando a 80% dos “melhores papéis” do total diário.

Ou seja, o índice tenta refletir as oscilações desse grupo de ações. Por exemplo: Ambev (ABEV3) e Vale (VALE3). No entanto, é importante ressaltar que esse grupo é mudado a cada rebalanceamento do índice, que acontece 3 vezes no ano.

E além disso, o número de ações dentro do índice podem sofrer variações. Por exemplo: passar de 54 para 63 ações.

Baseado nas ações que estão dentro do índice, a pontuação pode subir ou descer, como:

Se a Ambev tivesse a representatividade de 13% do índice Bovespa e subisse 100%, enquanto as outras ações ficassem “zeradas”, o IBOV subiria 13%. Mas claro, as oscilações do índice não dependem apenas de uma ação.

Alguns dos critérios para uma ação entrar no índice:

  • Negociabilidade;
  • Percentual de Tag Along;
  • Volume financeiro relevante.

Por isso, sofre modificações constantes, relativas à valorização ou desvalorização das ações relativas.

Como acompanhar a pontuação do índice?

Para acompanhar os pregões, basta entrar no Home Broker da corretora de valores que o investidor usa. A atualização é feita a cada 30 segundos.

O que significa cada ponto no índice Bovespa?

Quando é falado que o “índice Bovespa subiu” significa dizer que a maior parte das ações subiram. Mas, como falado anteriormente, esse indicador possui ligação direta com a porcentagem que determinada ação tem na Bolsa.

Ainda assim, não é incomum encontrar investidores que não sabem exatamente o significado de cada ponto do índice Bovespa. E para isso, existe uma explicação fácil:

  • A carteira teórica do IBOV é baseada na liquidez dos ativos que estão disponíveis na bolsa;
  • Através da pontuação, é possível mapear o desempenho daquelas ações;
  • Cada ponto na Bolsa de Valores equivale a R$1,00. Ou seja, se a Bolsa estiver em 100 mil pontos, significa contar uma carteira com o valor total de R$100.000;
  • O valor de R$100.000 seria o equivalente a carteira com maior liquidez na B3;
  • Subindo o índice, as ações são valorizadas. Descendo o índice, as ações são desvalorizadas.

É possível comprar o índice Bovespa?

Sabendo da alta liquidez do índice, muitos investidores se perguntam se é possível comprar o próprio IBOV. E sim, é possível comprar uma ação que acompanha o IBOV pelo Home Broker da sua corretora. Que nesse caso, é a ação BOVA11.

O BOVA11 é um fundo de índice que obtém uma performance próxima ao próprio índice Bovespa.

Como se trata de um fundo, esse investimento acontece através da soma de vários investidores que, dentro da BOVA11, juntam recursos e comprar o equivalente as proporções indicadas pelo IBOV.

Ou seja, mesmo que você tenha pouco dinheiro, a compra da cota irá acompanhar as oscilações do indicador de renda variável.

É válido comprar o BOVA11? Quais são as suas características?

Assim como a compra de qualquer ativo, a escolha é muito particular para cada investidor. Isso significa dizer que, de acordo com as suas disponibilidades financeiras, os seus desejos de curto, médio e longo prazo, dentre outras variáveis, é que indicarão o que é mais positivo do ponto de vista financeiro.

Pensando de maneira geral, sim, é válido comprar o BOVA11. Principalmente para investidores iniciantes. Isso porque o acompanhamento se dá através de um fundo, o que permite mais tranquilidade, já que geridos pelas próprias administradoras.

Mesmo que se pague uma taxa de administração, a dor de cabeça e o prejuízo são muito menores do que alguém entrar na Bolsa de Valores sem saber o básico para operar na mesma. Evitando assim, perda de recursos financeiros.

Ou seja, através do BOVA11 é possível entender o funcionamento das ações, perder o medo de investir e somando isso aos estudos, é possível começar a pensar como um investidor.

Além disso, é importante conhecer algumas características desse fundo:

  • Através do BOVA11, o investidor adquire uma carteira de investimentos diversificada;
  • O investidor precisa apenas comprar 1 ação para ter uma carteira com vários ativos;
  • Mesmo com pequenos valores para iniciar no mundo dos investimentos, é possível participar.

Então, é através de análises do próprio investidor que será possível escolher entre investir nessa ou em outro tipo de ação.

Baixa do IBOV: o que fazer?

Levando em consideração que as altas da Bolsa significam maior valorização nos ativos e a baixa significa uma oscilação negativa nas ações. Uma dúvida comum é: o que fazer quando o IBOV está em baixa?

Antes de tudo, é preciso que o investidor “mantenha a cabeça no jogo”. Muitas pessoas que estão começando a investir se deixam levar por especulações e a falta de conhecimento pode trazer grandes prejuízos financeiros. Então, é preciso ter em mente que:

  • A renda variável não tem esse nome por acaso. Ou seja, é um tipo de investimento que sofre oscilações;
  • Ter bastante cuidado com as fontes de informações que irá se basear para tomar decisões;
  • Estar atento aos vieses do investidor.

Entrar em pânico não resolverá nada. O índice Bovespa indica que a Bolsa está em baixa, mas, não significa “ter que vender as suas ações”. O ideal é analisar o cenário como um todo, em alguns casos até mesmo comprar mais ações.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

connect

we'd love to have your feedback on your experience so far

bicycle