Índice Dow Jones: saiba tudo sobre esse indicador norte-americano!

INDICE DOW JONES

A bolsa de valores norte-americana é referência mundial para os investimentos em ações e diversos outros ativos. Assim, são muitos os investidores que acompanham indicadores antes de tomar decisões financeiras, o índice Dow Jones é um dos mais seguidos.

O índice Dow Jones é um indicador que avalia as oscilações no mercado acionário estadunidense. Dessa forma, pelo fato da bolsa de valores dos Estados Unidos ser de enorme influência para todo o globo, pode ser proveitoso para o investidor saber o que é e como funciona o Dow Jones.

O que é o Índice Dow Jones?

O Índice Dow Jones (DJ), ou Índice Dow Jones Industrial Average, é um dos principais indicadores financeiros do mercado acionário norte-americano. Dessa maneira, é o segundo índice mais antigo do país.

Para os resultados do Dow Jones, avaliam-se as ações de trinta companhias. Assim, negociam-se esses papéis na Bolsa de Valores de Nova Iorque, a  NYSE. Entretanto, o índice pode ser atualizado e adicionar novas empresas, bem como pode retirar companhias que o compõem.

Para investir no índice Dow Jones, o investidor pode tanto comprar ações diretamente na bolsa, quanto aplicar em fundos de investimentos em ações.

Dessa forma, os fundos de investimento são um tipo de aplicação mediada por uma instituição financeira, que constitui uma carteira de ativos para seus clientes. 

Esses fundos são administrados pelos gestores de fundos, profissionais com grande experiência no mercado. Eles são responsáveis por criar carteiras de investimento personalizadas de acordo com o perfil de investimento de cada cliente.

Assim, os fundos são oferecidos por administradores que disponibilizam cotas para a captação de recursos. 

O que é a Teoria de Dow?

A teoria foi criada pelo jornalista Charles Dow. Ele defende que as tendências do mercado de ações e outras atividades de negócios estão associadas. 

De modo simplificado, o  cálculo do índice DJ trata-se da soma do preço das 30 ações das empresas que o compõem dividido por uma constante chamada divisor Dow. Dessa forma, existem alguns pontos que fundamentam teoria Dow, entre eles estão:

O ajuste dos índices em qualquer situação

Os índices financeiros podem se ajustar com frequência e rapidamente, isso porque levam em consideração motores financeiros passados, presentes e futuros em suas avaliações. 

Desse modo, mesmo diante da impossibilidade de prever exatamente quais serão os fatores que irão afetar as companhias, os índices são capazes de se regular e fornecer resultados.

As três tendências do mercado

Dow acreditava que o mercado acionário possui três tipos de tendências, são elas:

  • Primária: oscilações de subida e queda;
  • Secundária: oscilações que ocorrem devido a movimentação do mercado;
  • Terciárias: oscilações formadas entre os movimentos de mercado.

Sendo a tendência terciária dividida em três fases:

  1. Acumulação: considerado como o melhor momento para adquirir ativos;
  2. Participação pública: representa o momento em que os investidores compram os ativos, por uma tendência de alta significativa;
  3. Distribuição: é quando a mídia começa a falar dos ganhos dos ativos. Assim, esse caso representa a hora ideal para que os investidores vendam seus ativos.

Os índices e médias devem se confirmar

Para Dow, os índices complementares devem se relacionar com os oficiais. Dessa forma, é possível confirmar a performance de diferentes tipos de empresas por meio de diversas fontes de informação.

Para entender como interpretar o índice Dow Jones, é preciso estar atento ao valor das ações. Isso porque, em caso de variação no preço dos papéis, o resultado do índice pode sofrer impacto, uma vez que as empresas possuem pesos diferentes no cálculo.

Como o índice Dow Jones é calculado?

A fórmula do Dow Jones é a seguinte:

DJIA=∑p/d

Sendo:

 ∑p: o somatório das 30 ações das empresas que compõem o índice;

d: o divisor Dow.

Ajusta-se o divisor Dow no caso de mudanças estruturais como splits e spin-offs. O split é o desdobramento de ações com a finalidade de tornar o seu preço mais acessível aos investidores, enquanto o spin-off trata-se do processo de rompimento entre empresas e o surgimento de um novo negócio a partir de um grupo já existente.

Contudo, é preciso destacar que não é possível operar de forma direta com o índice Dow Jones. Isso porque o uso ideal do indicador é pelo acompanhamento do investimento.

Quais ações compõem o índice Dow Jones?

A lista de empresas que fazem parte da análise do índice Dow Jones varia, com objetivo de acompanhar as mudanças do mercado financeiro. Dessa maneira, essas companhias são de setores variados e vão desde Serviços Financeiros a Farmacêuticas e biotecnologia. 

As empresas que compõem o índice DJ são selecionadas pelos editores do The Wall Street Journal, no entanto, não existem critérios técnicos para a seleção. Assim, as decisões são conduzidas de acordo com a posição de liderança das companhias norte-americanas em seu segmento de mercado.

Dessa forma, as 30 empresas que formam o índice Dow Jones são:

  • American Express;
  • Amgen;
  • Apple;
  • Boeing;
  • Caterpillar;
  • Chevron;
  • Cisco Systems;
  • Coca-Cola;
  • Dow;
  • Goldman Sachs Group;
  • Home Depot;
  • Honeywell International;
  • IBM;
  • Intel Corporation;
  • Johnson & Johnson;
  • JPMorgan Chase;
  • McDonald’s;
  • Merck;
  • Microsoft;
  • Nike;
  • Procter & Gamble;
  • Salesforce.com;
  • The Travelers Companies;
  • UnitedHealth Group Inc;
  • Verizon;
  • Visa;
  • Walgreen’s;
  • Walmart;
  • Walt Disney;
  • 3M.

Como investir no índice Dow Jones?

Primeiramente, não é possível operar diretamente com o Dow Jones no mercado financeiro. Entretanto, é possível investir com finalidade de acompanhar o indicador.

Desse modo, para aplicar no Dow Jones, necessita-se operar por meio de ativos financeiros em que o rendimento está associado ao índice. 

Assim, o investidor pode aplicar, por exemplo, em ações que estejam relacionadas com o índice, ou seja, ativos das empresas listadas pelo Dow Jones.

Para isso, o investidor pode buscar um fundo que tenha como estratégia replicar a carteira do índice Dow Jones, assim como comprar ações relacionadas ao índice diretamente da bolsa de valores.
Logo, existem algumas maneiras eficientes para investir conforme a análise do índice Dow Jones. Contudo, é importante lembrar que os indicadores podem auxiliar na decisão de investimento, mas cabe ao investidor aplicar conforme o seu perfil e objetivos financeiros.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos