Inteligência Comercial: faça o negócio prosperar

inteligencia comercial

Com a avanço constante da tecnologia, se reinventar virou quase como uma obrigação para conseguir manter os negócios funcionando. No entanto, além de uma análise do mercado, é muito interessante entender e estudar sobre Inteligência Comercial dentro de uma empresa.

Usada na área do Marketing para fazer com que pequenas e grandes empresas prosperem, a Inteligência Comercial é um pilar importante no estudo de estratégias.

Sendo assim, entre suas diversas funções, a Inteligência Comercial permite elaborar maneiras de consolidar o empreendimento dentro de um mercado que se mostra cada vez mais competitivo.

Compreendendo a Inteligência Comercial

A Inteligência Comercial também é chamada de Inteligência Competitiva (IC) ou Inteligência de Mercado. Ela, por sua vez é um agrupamento de estratégias e decisões para melhorar o resultado de uma empresa frente ao mercado.

Desse modo, se busca entender o cenário e como atuar dentro dele, através da coleta de informações. Portanto, o objetivo da Inteligência Comercial é organizar e interpretar dados quantitativos e qualitativos que tenham origem externa e interna.

Como funciona a Inteligência Comercial?

Essa pesquisa começa, portanto, com os clientes. Saber qual o perfil do seu público é crucial para saber quais estratégias utilizar para atingi-lo.

É possível fazer uma análise sobre a atual situação da clientela, por exemplo. Você pode buscar saber se há muitos clientes inativos, como está o ticket médio da empresa, quais clientes poderiam se interessar por novos produtos e assim em diante.

Juntamente a isso, um grande passo para essa área é fazer uma análise da concorrência. Com isso, você pode fazer um planejamento que procure atrair mais que o seu concorrente. Planejar é fundamental para a inteligência comercial.

Além disso, a observação dos concorrentes é uma importante base para você corrigir problemas estruturais na sua empresa, por exemplo. Por fim, é imprescindível que se conheça bem o produto ou serviço que se vende.

Sabendo o que o seu cliente quer, o que os concorrentes estão oferecendo e o que você está vendendo, é muito possível destacar os pontos fortes da sua empresa para o cliente em relação ao mercado.

Sendo assim, se tomam decisões estratégicas para que ações sejam implementadas com baixo índice de riscos para a instituição. O uso do planejamento comercial é responsável por identificar pontos como, por exemplo:

  • Crescimento para empresa;
  • Oportunidades;
  • Antecipação de tendências.

Ainda, esta é uma forma para que o negócio fique à frente de seus concorrentes no setor que atua. No geral, na área de vendas.

No entanto, esse processo não se resume apenas a análises de vendas, como dito. A Inteligência Comercial abrange todo o desenvolvimento empresarial e a prospecção de leads para obter potenciais clientes.

Prospecção de leads e Inteligência Comercial

inteligencia comercial 2

O termo “prospecção” significa fazer sondagens, ou seja, averiguar como algo funciona. Logo, se usa a prospecção de leads para realizar o Marketing e vendas de uma empresa.

Contudo, com o crescimento de um negócio, as responsabilidades tendem a aumentar. Por isso, fazer a gestão de prospects é parte fundamental do processo de construção da Inteligência Comercial para alavancar as negociações com potenciais clientes.

O processo de gestão de inteligência de prospectos ocorre em quatro etapas, sendo elas:

  • Definição das personas: Quem e qual é o perfil de seu cliente, quais são seus anseios e demandas? Qual produto ou serviço que conseguirá atender suas necessidades?;
  • Mapeamento dos canais: Quais são os assuntos de interesse e onde estão seus prospects?;
  • Abordagem pré-venda: Onde o relacionamento com o cliente se inicia? Afinal, é nele que conversões como e-books e newsletter podem influenciar potenciais compradores;
  • Classificação dos prospects convertidos em leads: nesta etapa, então, se faz a comparação de informações da persona ideal com o perfil dos leads para poder classificar cada um deles.

Etapas do ciclo da Inteligência Comercial

Visto isso, é a partir da junção com a prospecção de lead que o ciclo da Inteligência Comercial se compõe. Esse, por sua vez, se divide em quatro etapas. Conheça cada uma delas:

  • Planejamento: em primeiro lugar, nesta etapa, se deve fazer um estudo preliminar para identificar quais são os problemas a serem solucionados;
  • Coleta: momento de obtenção de dados para transformá-los em informações;
  • Análise: nesta terceira etapa é quando a Inteligência Comercial começa a ser construída;
  • Disseminação: por fim, essa etapa consiste na inteligência formalizada. É nela que todo o estudo do mercado em função de uma empresa e seu segmento será apresentado. No entanto, é preciso que as informações sejam de fácil entendimento para o usuário.

Como utilizar a Inteligência comercial em vendas?

O processo de vendas é essencial para colocar a empresa em vantagem competitiva ou fazer com que a concorrência passe a sua frente.

Para a prospecção funcionar em conjunto com a Inteligência Comercial, é essencial que a empresa foque nos clientes potenciais que se aproximam do Perfil de Cliente Ideal (ICP). Isso porque os custos e retorno financeiro incidem na busca desses perfis.

Sendo assim, o trabalho de busca desses clientes deve ser o menor possível para evitar gastos e fazer com que a operação comercial obtenha rentabilidade.

Por fim, o processo de criação da Inteligência Comercial pode melhorar as vendas e impulsionar o negócio a obter novos clientes através do acompanhamento de rankings, índices, processo de automação, performances e utilização de base de dados.

 

Tecnologia e Inteligência Comercial

A inteligência comercial está muito relacionado a Big Data por três fatores. Volume, pela quantidade de dados, velocidade, pela rapidez com quem os dados e informações chegam e, por fim, pela variedade de formas que os dados podem chegar.

Sendo assim, há uma forte conexão. Uma quarta tendência é a automação das informações, processo esse que ajuda a organizar e controlar tarefas e evita a repetição de ações ou estratégias.

São diversos os softwares específicos para a área de inteligência comercial. E eles tem facilitado a atuação através de análises gráficas, importação de planilhas e relação de clientes, por exemplo.

Vale lembrar, por fim, que toda essa facilidade requer um investimento e um capital. Porém, a longo prazo, a Inteligência Comercial pode oferecer resultados ainda maiores.

Quais são as etapas do ciclo da Inteligência Comercial

Junto com a prospecção de lead, o ciclo da IC se compõe pelas seguintes etapas: planejamento, coleta, análise e disseminação de dados.

Para que serve a Inteligência Comercial?

Entre suas diversas funções, ela permite o crescimento da empresa e antecipação de tendências, traçando estratégias de alavancagem do negócio.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos