Home Blog Você tem inteligência emocional? Saiba como ela pode te ajudar

Você tem inteligência emocional? Saiba como ela pode te ajudar

inteligencia emocional

O cansaço psicológico é algo real e que com o passar do tempo se torna emergente, sendo somado à outros níveis e categorias de fadigas, como ansiedade. Para lidar com esse tipo de problema, é necessário desenvolver a inteligência emocional.

A inteligência emocional permite que haja equilíbrio entre os espaços racionais e emocionais. Ter esse tipo de habilidade não significa estar livre de problemas, mas diminui consideravelmente o impacto das adversidades no dia a dia e sustentando a educação financeira.

Ou seja, saber lidar com as situações que estão ou não dentro do controle, é ter inteligência emocional. O comportamento é algo que pode ser moldado, ter a disposição para alterar os padrões emocionais é um dos primeiros passos para expandir o quoeficiente emocional.

Qual a importância da inteligência emocional?

inteligencia-emocional-2

Antes de tudo, essa modalidade de inteligência é importante para entender os próprios limites. Muitas pessoas entram em crise emocional por não conhecerem o que as faz bem ou mal.

Não que tudo esteja dentro de uma dualidade, mas, ter essa mínima percepção ajuda a diminuir o estresse. Ser uma pessoa reativa é algo muito prejudicial e isso pode trazer sérios danos na carreira, por exemplo.

O controle emocional permite que as situações sejam filtradas antes de sofrerem uma resposta. Imagine alguém em um ambiente de trabalho, uma pessoa que rende, que gosta do seu emprego, mas que não suporta lidar com pressão e imprevistos.

Sempre que existirem ocasiões que não sejam esperadas ou que exijam muito da capacidade do profissional, é provável que o mesmo tenha reflexos que não são condizentes com a sua postura no dia a dia.

A inteligência emocional no trabalho compreende e aguça a percepção de imprevisibilidade, mesmo que não seja algo recorrente. Como o próprio nome diz, é imprevisível, não dá para adivinhar quando irá acontecer.

Ter o quociente emocional (QE) preparado faz com que aquele colaborador não se prejudique e também não dificulte o trabalho da equipe como um todo.

Dicas para melhorar a inteligência emocional

Existem alguns estímulos que ajudam a desenvolver a inteligência emocional e até mesmo testes de inteligência emocional que permitem acompanhar como anda o desenvolvimento.

  • Não ser uma pessoa reativa;
  • Entender que podem existir diversos pontos de vista sobre a mesma questão;
  • Conhecer o que faz bem e o que faz mal para si e para os outros;
  • Aprender que as mudanças existem;
  • Não ter medo de errar.

Envolver os sinais de inteligência emocional para se compreender, pode ser realizado através de etapas simples e eficazes.

  • Observar o próprio comportamento sobre as situações;
  • Saber lidar com emoções negativas;
  • Buscar conhecer os próprios limites;
  • Estimular a autoconfiança e a auto responsabilidade;
  • Elaborar formas de estimular a automotivação.
  • Ter compreensão das emoções.

Ler livros, escrever sobre as emoções, procurar um profissional e/ou conversar com amigos também são atitudes que podem ajudar na construção da inteligência emocional, além de claro, fazer bem em outros fatores.

Ou seja, a inteligência emocional pode ser desenvolvida através de diversos aspectos. O importante é não deixar de buscar o crescimento do QE e buscar compreender mais sobre o que são as melhores atitudes frente às ocasiões. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *