Home Blog Investimento moderado: entenda sobre!

Investimento moderado: entenda sobre!

investimento moderado

As possibilidades de aplicação dão ao investidor uma escolha democrática sobre o que fazer com o seu dinheiro. Uma dessas alternativas é o investimento moderado.

A opção de investimento moderado é algo que agrada os olhos de investidores que estão atrás de rentabilidade, mas que também não abrem mão de uma certa segurança no mercado de capital.

O que é investimento moderado?

investimento moderado 1

O investimento moderado é uma alternativa de investimento para quem quer aumentar as chances de retorno, isso sem expor todo o seu patrimônio.

É importante lembrar que os investimentos moderados não estão ligado ao nível de expertise do investidor, mas ao grau de risco que ele está disposto a correr.

Mas, claro, se o nível de risco de investimento for maior, é preciso se aprofundar cada vez mais sobre as variáveis que influenciam na aplicação. Essa situação é conhecida como o fator de risco e retorno.

Isto é, no mundo dos investimentos, quanto maior for o risco envolvido na aplicação, maior tende a ser o retorno.

Um exemplo simples é a comparação entre títulos públicos e ações.

Onde os títulos são mais previsíveis quanto as regras, taxas e retornos envolvidos. No entanto, oferecem menor rentabilidade ao investidor.

Já as ações são mais imprevisíveis quanto ao retorno e, por mais que possuam grandes chances de se valorizarem mais do que os títulos, não existe uma promessa quanto a rentabilidade final. Ou seja, são mais arriscadas.

Quais são os graus de riscos nos investimentos?

Além do risco de investimento moderado, existem dois principais graus escolhidos pelos investidores, sejam eles iniciantes ou com certa experiência.

  • Conservador;
  • Agressivo.

Investimento conservador

O investidor conservador, está em busca de segurança. Mesmo que a rentabilidade seja importante na escolha de um produto, esse perfil não está disponível a correr riscos em busca de maiores retornos.

É comum que esse tipo de investidor aloque todo o seu capital investido em renda fixa. Dessa forma, existe maior liquidez e menos risco de volatilidade, apesar da baixa rentabilidade.

Investimento agressivo

Ao contrário do conservador, o investidor agressivo está focando em grandes rentabilidades. E, para isso, está disposto a expor todo ou maior parte do seu capital investido em produtos de renda variável.

É comum que pessoas que não estão dentro do perfil agressivo entendam essa atividade como algo inconsequente. Mas, a verdade é que investidores agressivos costumam buscar conhecimento profundo sobre o mercado, economia, produtos e outros fatores.

Isso não quer dizer que o perfil conservador ou moderado não estude sobre essas variáveis que podem influenciar nos seus investimentos.

No entanto, a necessidade de acompanhamento constante sobre as suas aplicações é bem menor e costuma a ser mais voltada para o longo prazo.

Qual é o melhor perfil de investimento?

Uma dúvida constante, principalmente por quem está começando a investir é entender qual é o melhor perfil de investimentos.

Mas a verdade é que não existe um único perfil ideal. Até porque, para começar a investir com inteligência e consistência, é preciso entender o seu próprio perfil de aplicação. Levando em consideração fatores como:

Ir atrás de um fator isolado de retorno, sem ter percepção sobre si próprio, pode ser uma atitude perigosa. É comum que, na ânsia de buscar por grandes lucros, investidores consigam o completo oposto: perda de dinheiro.

Por isso, antes de colocar a pele no jogo, não custa buscar conhecimento sobre os tipos de investimentos, quais são os fatores envolvidos, saber a melhor corretora de valores para investir e afins.

Seja no investimento moderado, conservador ou agressivo, essas pequenas atitudes são alguns dos fatores determinantes para se ter maiores chances de sucesso no mundo dos investimentos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *