Saiba como investir em empresas

Você sabia que é possível investir em empresas, tornando-se um sócio de um grande negócio?

Conhecendo melhor as companhias de capital aberto, você pode investir em empresas e obter retornos a partir do seu crescimento ao longo do tempo.

E o melhor disso tudo, é que, todos nós podemos investir em empresas, já que este é um processo acessível e até mesmo barato.

Como investir em empresas?

Falamos acima que, ao investir em um negócio, você estará se associando a ele, ou seja, participando do capital social da empresa.

Assim, é possível que você se associe a algumas de suas empresas preferidas, de forma consideravelmente fácil.

Diante de todas essas informações, você pode estar se perguntando como investir em empresas.

Bom, existem várias formas. Você pode adquirir um título de dívida de uma empresa, torna-se investidor anjo ou comprar ações através de uma bolsa de valores.

Iremos focar justamente neste último exemplo, já que é forma mais fácil, barata e acessível para qualquer pessoa física.

Na Bolsa de Valores, são negociadas ações, que são exatamente pequenas frações do capital social de uma empresa.

Então, caso você queira se associar a grandes empresas, como a Ambev, Gerdau, Itaú, MRV, entre outras, você pode pagar e adquiri-las por um preço mais acessível

É possível encontrar empresas em que uma ação custa em torno de R$10,00.

Mas, claro, normalmente as empresas são negociadas em lotes de 100 ações. Neste caso, os investimentos mínimos giram em torno de R$1.000,00.

No entanto, também é possível comprar menos ações que o mínimo dos lotes através do mercado fracionário.

Neste mercado, você pode adquirir a quantidade de ações que desejar. A única desvantagem é uma possibilidade de redução de liquidez.

Portanto, agora que você conhece uma das melhores formas de investir em empresas, é interessante que você saiba exatamente o que deve ser feito para começar a comprar ações.

  • Definir um planejamento financeiro de longo prazo;
  • Abrir uma conta em uma corretora de valores (preferencialmente aquela que apresente menos custos);
  • Transferir dinheiro para a sua corretora de investimentos;
  • Analisar as ações listadas na bolsa de valores;
  • Começar a investir em ações e montar sua carteira de investimentos.

investir em empresa

O que levar em consideração para investir em uma empresa?

Se você vai se associar a uma empresa, evidentemente, deve se preocupar em entrar em um negócio promissor e saudável financeiramente.

Desta forma, é importante aprender a analisar o negócio a partir de algumas perspectivas:

  • Economia;
  • Situação financeira;
  • Rentabilidade e lucratividade.

Economia

Para investir em uma empresa, é essencial entender como anda a economia do país, sobretudo a situação dos segmentos econômicos.

Para entender como anda a economia, é importante conhecer e saber analisar alguns indicadores econômicos, como:

Mas, ainda mais importante, é atividade de analisar o segmento econômico. Afinal, é interessante investir em empresas que participem de um mercado que vem performando melhor que os demais.

Situação financeira

Em uma análise dos fundamentos da empresa, é indispensável acompanhar os indicadores financeiros do negócio.

Primeiramente, é importante evitar empresas com um alto grau de endividamento. Para isso, evite:

Dessa forma, você garante que não investirá em uma empresa que tem uma dívida maior que a sua capacidade operacional.

Empresas com um alto endividamento têm a sua produção impactada negativamente por conta de pagamento dos juros e outras pendências financeiras.

Rentabilidade e lucratividade

E, claro, não da para deixar de lado a capacidade de gerar lucro e retornos para os seus investidores de um negócio.

Por isso, é importante que você saiba avaliar a rentabilidade e a lucratividade das empresas.

Entre os principais indicadores de rentabilidade, temos:

  • ROIC (Returno On Invested Capital);
  • ROE (Return On Equity).

Já, para avaliar a lucratividade, é possível analisar os seguintes indicadores:

É importante destacar que estes indicadores, tanto de lucratividade como de rentabilidade, são indicados para a análise de empresas de um mesmo setor.

Isto porque, em setores mais competitivos, por exemplo, as margens de lucro costumam ser menores.

Por que investir em empresas?

Um ótima razão para investir em empresas é a seguinte: grande potencial de rentabilidade.

Se você já tem algum conhecimento sobre investimentos, deve saber que as aplicações de renda variável possuem um potencial de rentabilidade altíssimo se comparado às opções de renda fixa.

Claro, para isso, o risco da aplicação costuma ser maior também.

No entanto, entre as aplicações de renda variável, no longo prazo, as ações são aquelas que possuem um maior grau de “previsibilidade”.

Isso pode soar estranho, afinal, diferente da renda fixa, você nunca sabe exatamente quanto ganhará com um investimento de renda variável.

Mas, como demonstrado acima, é possível avaliar empresas e determinar aquelas com maior probabilidade de crescimento, baseando-se em seu mercado, seu nível de endividamento e capacidade de gerar lucro.

Além disso, ao começar a investir em empresas, é possível diversificar a sua carteira de investimentos.

Comprar empresas de vários setores econômicos é uma forma de diversificação muito eficiente.

Assim, você pode aproveitar a alta rentabilidade da renda variável, aumentando a sua segurança através da diversificação de empresas.

Portanto, para quem está buscando investimentos bons para o longo prazo, investir em empresas pode ser uma das melhores opções disponíveis no mercado financeiro.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos