Home Blog Investir em Fundo de Ações: saiba quais são as vantagens e como investir

Investir em Fundo de Ações: saiba quais são as vantagens e como investir

analise financeira 2

Caso esteja interessado em saber como funciona fundo de ações, saiba que ele se caracteriza pelo agrupamento de vários cotistas para a compra de ações através de gestores que selecionam ativos para investir em carteiras. É uma forma mais simples de obter resultados sem precisar se preocupar com o processo.

Para investir em fundos de ações é preciso entender que seu dinheiro será aplicado através de terceiros. No caso, é o gestor quem se responsabiliza pelas decisões que serão tomadas com o dinheiro que lhe foi confiado através dos cotistas que participam do fundo.

Como funciona o investimento em fundo de ações?

Muitas pessoas têm dificuldades em compreender a dinâmica da bolsa de valores, consequentemente, não sabem como investir em fundos, sejam eles imobiliários ou de ações.

No caso do fundo de ações, ele vem como alternativa para quem deseja obter rendimentos sem correr o risco de perder dinheiro por não ter experiência o suficiente para tomar decisões.

Como comprar fundo de ações? Na verdade, é algo simples, ele pode ser comprado através das corretoras. Isso acontece quando se tem uma conta na corretora ou instituições bancárias em que o fundo é oferecido, muitas corretoras permitem a criação gratuita das contas, algumas até permitem consulta por telefone, através de gerentes.

O que é fundo de ações?

É quando vários investidores depositam dinheiro em um fundo e, a partir desse valor são compradas ações que serão escolhidas e gerenciadas por um profissional capacitado, ele fará a gestão da carteira e selecionará quais ações devem entrar para o fundo.

Ou seja, é uma forma da pessoa investir na bolsa de valores sem necessariamente precisar comprar cada ação por vez, diretamente, além disso você não precisaria ficar acompanhando, fazendo essa gestão ativa, esse trabalho seria repassado para o gestor do fundo em que o seu dinheiro está aplicado, ele é a pessoa responsável pelo desempenho do fundo na medida de suas escolhas.

Qual a função do gestor de fundos?

O gestor ou instituição financeira tem liberdade para escolher e fazer a locação dos Ativos. Entretanto, existem regras para que 67% desses ativos sejam destinados a renda variável e os outros 33% ficarão a critério do gestor e de como ele poderá investir. Assim, ele continuar investindo na renda variável ou optar por outros tipos de variações permitidas pelo fundo de ações.

Um ponto muito importante na questão do gestor é a remuneração. O gestor de fundo de ações pode ser remunerado da seguinte forma:

  • Taxa de administração: onde os cotistas pagam diretamente ao gestor o valor pelo trabalho realizado.
  • Taxa de performance: Geralmente fundos de ações estabelecem uma meta, então, essa taxa é contabilizada em 20% sobre o valor que a meta foi ultrapassada. É o chamado “benchmark” que se dá quando o investimento supera o índice de mercado.

Vantagens de investir em fundos

Uma das principais vantagens de investir em fundos é poder adquirir ações sem efetivamente ter que se preocupar em fazer a gestão ativa delas.

Além disso, obter uma diversificação rápida da carteira, afinal, uma carteira de fundo pode ser dividida em diversos ativos, ao invés de se concentrar em apenas um.

No caso maior vantagem, a gestão passiva, é investir em fundos de ações e se assegurar que o gestor fará estudos e análises técnicas de mercado para que as ações sejam interessantes e condizentes com as expectativa dos cotistas.

Como declarar fundo de ações?

O Imposto incide apenas nos ganhos (ou prejuízos) líquidos, ou seja, quando efetivamente você vende ou compra ações. Já para quem deseja investir em fundo de ações, deve ficar ciente que a apuração ocorre apenas na hora do resgate. Ou seja, no momento da retirada do dinheiro é que se paga o IR. A alíquota fica em torno de 15% dos rendimentos, sem cobrança de Imposto Sobre Operação Financeira (IOF).

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *