Home Blog Jornada dupla: dá para conciliar a vida de empreendedor e empregado?

Jornada dupla: dá para conciliar a vida de empreendedor e empregado?

jornada dupla 2

Empreender e executar uma atividade profissional em outro ambiente pode ser bastante exaustivo. A jornada dupla, mesmo que traga a possibilidade de segurança financeira, também tem alguns contras.

Algumas vezes, a maioria das pessoas não está em uma jornada dupla por escolha, e sim, por necessidade. Dentro da realidade de empreender e trabalhar surge a dúvida se é viável ter produtividade nos dois âmbitos.

A jornada dupla é quando um profissional precisa trabalhar e empreender ao mesmo tempo. E nem sempre as atividades estão relacionadas ao mesmo campo de atuação, o que pode dificultar as oportunidades de crescimento.

Empreender enquanto trabalha: é possível?

jornada-dupla

Largar o emprego para empreender é um dos grandes medos de quem quer abrir negócio próprio. Isso acontece com frequência porque o contrato de trabalho traz maior sensação de segurança para o futuro empreendedor.

Até porque, empreender exige constância na execução, mas não tem garantia de retorno. Por isso, algumas pessoas, pelo medo de sair do emprego para empreender, se prendem a empregos que, muitas vezes não estão trazendo felicidade.

Para não se ausentar da viabilização de iniciar um negócio, é possível empreender enquanto trabalha. Essa realidade precisa se adequar ao perfil da pessoa que quer se manter nas duas realidades. Saber os próprios limites é fundamental.

Não existe uma resposta única para a possibilidade de empreender enquanto trabalha. O que é preciso levar em consideração é avaliar a própria capacidade de execução dos dois âmbitos e algumas questões devem ser levantadas.

  • Se continuar trabalhando, ainda terá o mesmo rendimento para desenvolver o negócio pretendido?
  • Se sair do emprego para empreender, terá recursos suficientes para manter ao menos o mínimo padrão de vida?
  • Ficar no emprego por um breve período para guardar dinheiro para empreender, é a melhor solução?

Ou seja, tudo é relativo. O futuro empreendedor precisa formular e responder às próprias perguntas. Começar a empreender e/ou continuar no emprego deve ser uma escolha particular e bem pensada.

Qual a melhor escolha: empreender ou trabalhar?

Primeiro é preciso tirar a crença da segurança inquebrável do emprego fixo. Quem está em um contrato de trabalho também pode ser demitido a qualquer momento. Além dessa crença, é preciso destruir outra: a de que empreendedor não tem horário e é mais “fácil”.

Quem empreende precisa estar 100% disponível para o próprio negócio. Não existe sábado, domingo ou feriado. Até porque, provavelmente, aquela pode ser a única fonte de renda e ninguém quer que dê errado.

Por isso empreender não é para todo mundo, nem trabalhar de carteira assinada. Existem perfis de pessoas que são encaminhados para determinadas atuações no mercado. É preciso ter o autoconhecimento para encontrar o melhor caminho.

Não existe melhor ou pior, certo ou errado. Cada uma das opções oferece vantagens e desvantagens ao ser escolhida. Fazer uma análise profunda sobre as possibilidades é a melhor forma de eleger uma opção de forma consciente.

Ou até mesmo optar pela jornada dupla. Que apesar da realidade de sobrecarga, também pode ser um opção mais viável para algumas pessoas. O importante é não desistir dos anseios profissionais. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *