Home Blog Leasing financeiro: como funciona essa operação?

Leasing financeiro: como funciona essa operação?

leasing financeiro

O leasing financeiro é derivado do leasing, uma palavra inglesa que significa arrendamento mercantil ou locação financeira.

Com o leasing financeiro, uma pessoa física ou empresa podem adquirir determinados bens escolhidos, e não há incidência do IOF (imposto sobre operações financeiras).

Assim como o leasing propriamente dito, o leasing financeiro é um contrato entre o arrendador (instituição financeira ou banco) e o arrendatário (empresa ou pessoa).

Nele, o banco compra o bem da pessoa ou empresa e a mesma fica pagando pelas prestações estabelecidas no contrato.

Como funciona o leasing financeiro e o operacional

No processo de educação financeira, é necessário conhecer as diferentes formas de compra e crédito no geral. Por isso, é preciso conhecer melhor as opções de leasing.

Os tipos de leasing são similares na prática do arrendamento, ou seja, sempre há um aluguel do bem vendido ao banco ou instituição financeira.

Entretanto as diferenças entre o leasing operacional e financeiro são:

Leasing financeiro

Como funciona o leasing financeiro? O leasing financeiro é uma modalidade de leasing. Nele, é permitida uma antecipação e no final a recompra do bem, além disso:

  • As parcelas são pagas no formado de uma locação (aluguel) e é embutido nelas um valor correspondente a uma antecipação que permite a aquisição do bem;
  • Por conseguinte, no fim do contrato, o preço a ser pago pelo bem diminuí devido justamente às antecipações. Por isso, na maioria das vezes, a pessoa ou empresa opta por adquirir o bem novamente.

Todavia, se ao fim do contrato a empresa ou pessoa optar por não comprar o bem, a instituição ou banco deverá restituir todo o valor que foi pago na forma de antecipação.

Para a instituição, ficará apenas o valor residual garantido que foi previsto em contrato.

Leasing operacional

Nessa modalidade de leasing, o valor das parcelas pagas mensalmente constitui a garantia do investimento para a instituição financeira ou banco contratado.

Essas parcelas são pagas até o fim do contrato e quando somadas valem aproximadamente 20% do valor do bem. Além das parcelas, o cliente deverá arcar com a manutenção do bem.

Portanto, na maioria das vezes, as pessoas que optam pelo leasing operacional não compram o bem. Isso acontece pelo fato do custo do bem, geralmente, inacessível ao pagamento à vista.

O valor residual garantido e a opção de compra

A contabilização leasing financeiro envolve o valor pago pela instituição pelo bem e valor que irá cobrar pelo aluguel do mesmo, posteriormente.

Esse custo é parcelado e apresenta à incidência do imposto sobre serviços e do valor residual garantido, isto é, o valor do bem e os serviços.

O VRG (Valor Residual Garantido) atua apenas no contrato de leasing financeiro. Ele é uma forma de resgatar um valor ao final do contrato de locação.

Esse valor se tornar uma vantagem quando chega o momento da opção de compra e assim, facilita a reaquisição do bem.

Além disso, o valor residual garantido funciona como um seguro para a instituição, caso o beneficiado não queira comprar o bem, esse valor permanece com o banco.

As vantagens do leasing financeiro

Uma das maiores vantagens do leasing financeiro é o poder de compra no final da operação. Além dessa possibilidade, o leasing apresenta as seguintes vantagens:

  • Isenção de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Mas, vale lembrar que na amortização do leasing financeiro e em todos os outros tipos existe a incidência do ISS (imposto sobre serviços), esse imposto estará descriminado no contrato;
  • A aprovação de crédito é geralmente rápida e a burocracia menor (por exemplo, se comparado com o financiamento);
  • Apresenta juros menores já que o banco tem como garantia o bem arrendado. Como o veículo é propriedade do banco, por ser uma garantia de pagamento, o banco oferece melhores oportunidades;
  • Ganho de capital por vender o bem para a instituição. É possível vender diversos bens, um exemplo de leasing financeiro é o carro, mas pode ser de veículos no geral, imóveis e até mesmo maquinário (no caso de empresas que necessitam de capital de giro).

Por fim, o processo de leasing financeiro deve ser pensado com cautela, é preciso saber as condições de pagamento das parcelas e se isso será realmente vantajoso, além de conhecer o mercado do bem arrendado. Caso prossiga, haverá um ganho de capital, continuidade do uso do bem e opção de recompra no final do processo.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

connect

we'd love to have your feedback on your experience so far

bicycle