Home Blog Letras do Tesouro Nacional: entenda como realizar aplicações

Letras do Tesouro Nacional: entenda como realizar aplicações

Letras do Tesouro Nacional

As Letras do Tesouro Nacional são títulos de investimento que estão conquistando investidores que buscam investir em renda fixa e alcançar rendimentos mais altos que a poupança.

Caso o investidor possua um perfil mais conservador, as Letras do Tesouro Nacional podem ser a opção recorrentemente considerado para iniciantes no mercado e que se interessam por investimentos com um baixo índice de risco.

Letras do Tesouro Nacional (LTN): o que são?

Embora a LTN seja uma sigla modificada em 2015 para Tesouro Prefixado, assim como outras letras de títulos públicos, muitos indivíduos ainda a conhecem pela nomenclatura.

As Letras do Tesouro Nacional são títulos de investimentos que possuem uma rentabilidade definida. Ou seja, no momento em que é realizada a compra, sua margem de lucro é tida por uma taxa fixa.

Então, como se trata de título prefixado, o investidor que realizar aplicações saberá o valor exato que receberá até a data de vencimento acordada na hora da aquisição deste papel.

Mas para que isso aconteça é necessário que o investidor mantenha o título aplicado até a data do vencimento.  Assim, quem aplica em Letras do Tesouro Nacional receberá o valor em uma única parcela que vai variar de acordo com o prazo da aplicação e a quantia investida.

Esse tipo de investimento é bastante indicado para pessoas que acreditam que as taxas de juros pré-fixadas serão maiores que a SELIC, que é a taxa básica de juros utilizada no Brasil. Além disso, é através dela que muitos bancos e investidores se baseiam para definir suas taxas de juros.

A taxa de inflação (IGP-M ou IPCA) também pode ser utilizada como referência.

Assim, investimentos em títulos do tesouro podem ser mais rentáveis que poupança, tendo a mesma facilidade para operar.

O que é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um programa que foi implementado pelo governo brasileiro em 2002 através de parceria coma Bolsa de Valores Brasileira (B3) para fazer com que pessoas físicas tivessem a oportunidade de investir em títulos públicos federais através da internet.

No entanto, como o governo precisa de recursos, a emissão dessas letras foi uma opção de transformar títulos em captação de recursos.

Sendo assim, na prática os títulos públicos são papéis referentes a dívidas que o governo federal realiza a emissão para buscar financiamento para atividades. Por isso, quando o investidor realiza a aquisição desses papéis, está emprestando capital ao governo em troca de um retorno futuro.

Portanto, a intenção de quem empresta dinheiro ao governo federal é receber o capital original somado aos juros.

Ou seja, financiam-se os projetos do governo com o dinheiro desses papéis, devolvendo aos investidores com uma taxa de juros.

Além disso, esse tipo de operação se destaca por possuir diversas modalidades de aplicações que podem ser feitas a curto, médio e longo prazo.

  • LTN;
  • LFT;
  • NTNB.

Estas, são siglas que identificam um tipo de Tesouro Direto. Cada uma delas têm suas características específicas.

Tipos de Letras do Tesouro Nacional

Recomenda-se que o investidor conheça o que cada sigla significa para definir o título que supre suas necessidades, levando em consideração o retorno que deseja obter.

Tesouro prefixado (LTN)

É um papel do Tesouro Direto que tem sua lucratividade totalmente fixada. Por isso, chama-se de tesouro prefixado.

Com esse tipo de investimento em renda fixa, não importa a oscilação do mercado financeiro, pois o investidor sempre receberá uma taxa que não irá mudar desde o início da aplicação até sua data de vencimento.

Assim, indica-se investir neste papel quando a economia está controlada. Além disso, quem deseja obter rendimentos a médio prazo pode rever considerar essa opção.

Tesouro Selic (LFT)

Este é o tipo de investimento para quem deseja deixar a poupança para trás, pois ele é bem mais rentável devido à taxa de inflação que é mais baixa que a taxa Selic.

A liquidez diária é a maior característica do investimento em LFT. Nesta modalidade o investidor pode resgatar seu dinheiro a qualquer momento sem perder capital.

NTNB – Tesouro IPCA com juros semestrais

Indica-se este título para pessoas que investem pensando a longo prazo. Seu rendimento está atrelado à taxa IPCA combinado com uma taxa fixa. Assim, pode assegurar uma compra com taxas de juros prefixadas por muito tempo.

Assim, é aconselhável se realize o resgate dentro da data de vencimento.

Tesouro IPCA + NTNB Princ

Enquanto o NTNB com juros semestrais paga uma parcela a cada 6 meses, o NTNB Princ guarda toda a margem de lucro para se resgatar na data de vencimento do título.

Qual a tributação para aplicações em Letras do Tesouro Nacional?

Quando se investe em Letras do Tesouro Nacional, uma taxa administrativa deverá ser paga a corretora pelo serviço prestado. Porém, o Imposto de Renda (IR) também será cobrado, mais isso ocorre apenas no momento da venda de um título, cobrando em cima do valor que a aplicação irá render.

Porcentagens do IR sobre o lucro de um título:

  • Investimento de 181 até 360 dias: taxa de 20%;
  • Acima de 720 dias: taxa de 15%;
  • Investimento até 180 dias: taxa de 22,5%;
  • De 361 até 720 dias: taxa de 17,5%

A taxa cobrada por corretoras pode variar. Algumas optam por não realizar cobrança na aplicação de Tesouro Direto. Então, é importante pesquisar a instituição que oferece as melhores condições para investir.

Como comprar Letras do Tesouro Nacional?

Para comprar Letras do Tesouro Nacional basta ter um CPF válido, acesso à internet e o valor mínimo de R$ 30,00.

Então, através do próprio site do Tesouro Direto o investidor poderá realizar a compra do papel.  Neste caso o próprio investidor fará o gerenciamento de seus investimentos.

No entanto, realiza-se essa compra de títulos através das corretoras de valores ou bancos comerciais. Neste caso será necessário a realização de um cadastro junto a instituição. Porém, vale ressaltar que muitas possuem taxas administrativas.

Além disso, é possível fazer a compra de um título através de fundos de investimentos ou previdência privada. Realiza-se a compra por meio de cotas de fundos que tem como objetivo aplicar parte em títulos públicos federais.

Como observa-se, as Letras do Tesouro Nacional são opções de aplicação simples, sendo estes de renda fixa e com baixo riscos de perda e alta garantia de retorno financeiro.

O que é o tesouro direto?

É um programa que permite que pessoas físicas tenham a possibilidade de investir em títulos públicos no meio digital.

Quais os tipos de Letras do Tesouro Nacional?

Tesouro prefixado, tesouro selic, NTNB- Tesouro IPCA com Juros Semestrais e o Tesouro IPCA + NTNB Princ.

O que são as Letras do Tesouro Nacional?

As Letras do Tesouro Nacional estão associadas aos títulos de investimentos exibem uma rentabilidade pré-definida.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *